Quanto vale uma hora de trabalho? Veja como fazer os cálculos em sua empresa

0

Para garantir o pleno funcionamento de seu empresa, você também deve saber como calcular o valor da hora trabalhada de seus funcionários.

Apesar de parecer algo simples, essa não é uma dúvida rara.

Mas saiba que isso pode te ajudar a distribuir algumas tarefas ou até mesmo, terceirizar outras para aproveitar melhor o seu time de colaboradores.

Antes de irmos aos cálculos, é importante deixar claro o que é a jornada de trabalho: se trata do tempo que o trabalhador passa a disposição do empregador.

Sabemos que a Consolidação das leis Trabalhistas (CLT) determina que a jornada seja de o horas diárias e 44 horas semanais, sendo assim, o colaborador terá de seis à oito horas em sua jornada. 

As demais horas registradas a partir desse limite serão consideradas horas extras.

Sabendo disso, fica mais fácil fazer as contas do valor da hora trabalhada.

Para o cálculo você precisa saber:

  • Salário anual mais valor monetário dos benefícios / pelo número de horas reais trabalhadas em um ano = valor horário

No caso de empresários e funcionários com participação na empresa, basta seguir a fórmula: 

  • Receita anual da empresa x A porcentagem da empresa possuída = X
  • Salário anual mais valor monetário dos benefícios / Número de horas reais trabalhadas em um ano = Y
  • X / Y = valor horário

Também é possível considerar uma fórmula para saber qual é o valor das horas extras que estão sendo pagas.

Assim, estabelecido o valor do salário-hora para a hora extra, basta multiplicá-lo pela quantidade de horas extras do mês.

Por exemplo, se o valor da hora de trabalho do seu colaborador é de R$ 9,09, para efetuar o cálculo, o seu valor deverá ser 50% superior ao valor da hora normal.

Assim teremos: 

  • Para o salário de R$ 9,09 a hora, o valor da hora extra será R$ 13,64

Vale lembrar que para as horas realizadas aos fins de semana e feriados, o valor da hora extra deverá ser 100% superior ao valor da hora normal trabalhada.

Desta forma, é preciso dobrar o valor do salário-hora para calcular o valor das horas extras.

Essas são algumas fórmulas pode te auxiliar a decidir várias situações relacionadas à sua empresa, por isso, experimente fazer esse cálculo com alguns dos cargos e salários no seu negócio antes de qualquer decisão.

Mas você sabe quais os reais benefícios de se calcular a hora trabalhada de seus colaboradores? Para que você entenda melhor, listamos os principais benefícios:

Cumprimento da Lei: a lei regula o pagamento das horas de trabalho, então este é o principal benefício em fazer esse cálculo, pois, irá ajudar a evitar processos trabalhistas e prejuízos ao negócio, principalmente se estiver em processo de formação; 

Entender os Gastos: através do cálculo das horas trabalhadas, é possível analisar o valor total do orçamento mensal da sua empresa.

Então, essa informação será útil para evitar que você tenha dor de cabeça para pagar seus funcionários.

Por isso, poderá cortar gastos considerados desnecessários e identificar  as prioridades da empresa;

Investimentos: a relação custo-benefício deve ser lembrada sempre, por isso, é necessário saber o que você tem investido e o que receberá de volta.

Por isso, o valor utilizado com o pagamento de salários é de certa forma um investimento.

Por hora, sabendo o valor de cada hora de trabalho, você poderá entender se a empresa tem recebido o investimento tem valido à pena;

Desempenho: a partir dos valores que você está analisando sobre a hora trabalhada, poderá identificar se os colaboradores têm um desempenho que condiz com o seu investimento.

Isso fará com que você verifique o desempenho de todos para saber se terá seu investimento novamente. 

Dica Extra do Jornal Contábil: Você gostaria de trabalhar com Departamento Pessoal?

Já percebeu as oportunidades que essa área proporciona?

Conheça o programa completo que ensina todas as etapas do DP, desde entender os Conceitos, Regras, Normas e Leis que regem a área, até as rotinas e procedimentos como Admissão, Demissão, eSocial, FGTS, Férias, 13o Salário e tudo mais que você precisa dominar para atuar na área.

Se você pretende trabalhar com Departamento Pessoal, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um profissional qualificado.

Por Samara Arruda