Saiba como melhorar suas chances de passar na perícia do INSS

Aqueles já solicitaram ou conhecem alguém que já solicitou algum benefício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), já devem ter ouvido alguma vez falar a respeito da perícia médica realizada pelo órgão. Sendo este um procedimento realizado, com o objetivo de comprovar se há a existência de algo que incapacite o segurado de exercer sua função de trabalho de forma temporária ou permanente. 

Esta perícia está entre os critérios de concessão para alguns benefícios do INSS. Assim sendo, é importante atentar-se às questões as quais envolvem esse processo para não correr riscos de ter seu benefício negado. 

Dito isso, o intuito deste artigo, é informar o segurado a respeito do que preciso para passar pela perícia médica do órgão, visando evitar que o trabalhador deixe algo de lado e acabe tendo seu benefício negado. Sendo assim, para saber mais, basta continuar lendo. 

Como agendar a perícia médica?

O segurado pode agendar a perícia médica, ligando 135, através do site Meu INSS, ou presencialmente. Contudo, a recomendação é realizar este procedimento sem sair de casa, dado que se torna o procedimento mais seguro em decorrência dos riscos de contaminação referentes a pandemia que assola o país. Além disso, quando feito pela ‘internet’, ficará para você um comprovante com a data e a hora marcada. 

Primeiramente, esteja atento ao dia e horário marcado para não atrasar o procedimento. Caso não seja mais possível estar presente, não deixe de reagendar. 

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Quais documentos devo apresentar? 

O próximo passo é comparecer na agência do INSS designada, na hora e data marcada, portando consigo os documentos necessários. Confira quais são: 

  • Exames e laudos: de sangue, imagem;
  • Atestados médicos, informando o CID e o tempo necessário de afastamento;
  • Receituários;
  • O ASO emitido pelo médico do trabalho, (atesta a condição de saúde do trabalhador);
  • Uma carta escrita pela empresa, informando o último dia em que foi trabalhado;
  • Também é bom apresentar receitas referentes a medicação tomada. 

Atenção! É de suma importância que todos os documentos apresentados devem estar atualizados, ou seja, a documentação deve ser de no máximo 3 meses antes de sua entrega.

Não passei na perícia, e agora?

Aqueles que tiveram seu pedido negado, podem buscar entrar com um recurso administrativo diretamente no INSS, contestando a perícia do médico. Caso seja necessário, também é possível entrar com uma ação na justiça, a concessão ou prorrogação do benefício em questão. 

Vale ressaltar, que é importante procurar o acompanhamento e consulta de advogado especializado em previdência, dado que um profissional saberá a melhor estratégia para conquistar uma decisão ao seu favor.

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Conteúdo por Lucas Machado

Comentários estão fechados.