Saiba tudo sobre a contabilidade para MEI

Você sabe como funciona a contabilidade para MEI e qual a sua importância?

 Uma das melhores alternativas para entrar no mundo dos negócios foi a opção de se tornar autônomo. A melhor delas, por ser menos burocrática é ser um microempresário individual (MEI), pois é uma das opções mais práticas para se formalizar.

Com o aumento de 1,3% de profissionais autônomos no Brasil, fica cada vez mais em evidência a necessidade de prestar atenção e manter o controle financeiro.

Sabendo dessa necessidade, separamos alguns tópicos interessantes abaixo.

EXISTE NECESSIDADE DE CONTABILIDADE PARA MEI?

Apesar de parecer um serviço não tão necessário, ter um contador auxiliando suas receitas e despesas é sempre de grande ajuda.

Aqui temos alguns dos critérios que são necessários para que um MEI se formalize, entre eles:

– Não ter participação como sócio, administrador ou titular de uma empresa.

– Pode contratar no máximo um empregado.

– Faturar no máximo R$60,000 por ano.

E para formalizar-se, existe um site que auxilia nesse processo. (Portal do Empreendedor)

MAS E APÓS ISSO?

Após isso, existe então uma oportunidade de ter o auxílio de um contador, para ajudar com todas as tributações e impostos, pois essa organização estará agindo em benefício ao próprio MEI.

Qual o custo mensal para abrir e manter um CNPJ?

Por exemplo:

– Ao se formalizar como MEI: existe um valor fixo por mês, de cerca de R$50,00 que engloba impostos devidos que pode ser pago por você mesmo.

Com isso, existe a necessidade de manter em dia as mensalidades para ter direito ao auxílio-doença e maternidade além da aposentadoria.

– Caso o MEI contrate um funcionário, é necessário tomar cuidado com questões trabalhistas do contratado, sendo assim comprovada mais uma vez a importância do contador.

– Quando necessitar de um empréstimo, existe documentos obrigatórios que com o auxílio contábil e todo o planejamento que ele pode gerar, facilitará esse processo.

– O MEI deve preencher o Relatório Mensal de Receitas que obteve no mês anterior, garantindo que todos os relatórios tenham em anexo as notas fiscais de compras e de serviços.

– A cada ano é necessário fazer a DAS (Declaração Anual Simplificada), que pode ser preenchida pelo próprio MEI ou pelo seu contador.

EXISTE VANTAGENS EM SER MEI?

Sim, existem benefícios previdenciários que o MEI formalizado possui. Dentre elas:

– Auxílio doença: em casos de incapacidade de seguir trabalhando, após a comprovação disso e contando com a contribuição da previdência por pelo menos um ano, está elegível para esse auxílio.

– Aposentadoria por idade: necessita o equivalente a 180 meses contribuídos.

– Pensão por morte: se houver contribuição por pelo menos dois anos, a família do MEI terá direito a pensão caso ocorra o falecimento do mesmo.

– Aposentadoria por invalidez: se for diagnosticado algum problema que o impeça de seguir com seu trabalho, o auxílio estará elegível se o mesmo contribuir por pelo menos um ano.

– Salário maternidade: caso o MEI tenha acabado de ter um filho e terá que passar um tempo afastada do trabalho. É necessário pelo menos 10 meses de contribuição.

Além disso, você também terá um CNPJ e alvará de funcionamento sem custo ou burocracia, pode emitir nota fiscal, acesso e apoio ao SEBRAE, terá acesso a produtos e serviços bancários como crédito.

Com isso podemos ver qual a necessidade de ser formalizado como MEI, além da necessidade contábil que existe para que esse passo importante seja dado com êxito.

Conteúdo original via Abertura Simples

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.