Salário mínimo poderá passar de R$ 1.100 para R$ 1.155

0

O salário mínimo em 2022 poderá subir para R$ 1.155. Isso porque nesta quarta-feira (19), a estimativa da inflação foi elevada de 4,27% para 5,05%, segundo informou a Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia. A inflação é medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), conforme divulgou o G1 (Portal de Notícias da Rede Globo)

E é justamente o INPC que corrige anualmente o salário mínimo. Sendo assim, esse aumento sendo confirmado e não houver mudança no cálculo, em 2022, o reajuste do mínimo também será maior. Atualmente o valor do salário mínimo é de R$ 1.100.

Foi divulgado pelo governo em abril, a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2022 em que prevê alta de 4,27% para o INPC neste ano, o que levaria a uma correção do mínimo para R$ 1.147 no ano que vem. No entanto, a nova previsão do governo, de alta de 5,05% no INPC neste ano, se confirmar, o salário mínimo subiria para R$ 1.155,55 em 2022.

Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil
Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil

Salário mínimo abaixo da inflação

De acordo com informações do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o salário mínimo serve de referência para 50 milhões de pessoas no Brasil, das quais 24 milhões são beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O salário mínimo em 2021 ficou longe da expectativa, já que a inflação medida pelo INPC somou 5,45% no ano passado. Para que não houvesse perda de poder de compra, o valor do salário mínimo deveria ter sido reajustado para R$ 1.101,95 neste ano.

Tudo indica que em 2022, o salário mínimo pode sofrer novas alterações no decorrer de 2021 com base nas projeções de inflação para o ano de 2021 (utilizadas como parâmetro para correção).

Enquanto isso, os trabalhadores vão se virando como pode para manter o sustento do dia-a- dia.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil