Saldo FGTS 2020: Como consultar o valor disponível nas contas

0

O Governo Federal tomou várias medidas em virtude da atua crise financeira pela qual o país está passando. Uma delas é o saque emergencial do FGTS no valor de R$ 1.045 durante a pandemia do novo coronavírus. Lembrando que o saque estará disponível até o mês de novembro.

O governo com essas medidas tenta amenizar os impactos econômicos causados pela pandemia do novo coronavírus. A intenção é que com a medida seja injetado o valor de R$ 36 bilhões na economia do país.

Como fazer a consulta ao saldo do FGTS?

aplicativo informal
Aplicativo R$ 600

O trabalhador para saber o valor disponível da conta no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), deverá entrar no site da Caixa ou baixar o aplicativo do FGTS, dispoíveis para celulares e tablets.

Em seguida, o usuário deverá acessar o site da Caixa, será pedido para que você insira o número do NIS (Número de Identificação Social) ou o CPF e depois clique em cadastrar a senha.

Depois de fazer o cadastro da senha, será necessário ler o regulamento que vai aparecer na tela e clicar em aceito.

Depois, preencha com os dados pessoais que serão requeridos.

Para terminar, crie uma senha com no máximo 8 dígitos, misturado letras e números e confirme.

Então, você retornará para a tela inicial, onde deve colocar os dados do login que você acabou de criar.

Aqueles que já possuem cadastro deve utilizá-lo para fazer login no site ou no app.
Não conseguindo ter acesso ao site da Caixa ou ao aplicativo FGTS, será possível entrar em contato por telefone através do número 0800 724 2019.

Também terá a opção de ir a uma agência da Caixa Econômica Federal.

Saque de R$1.045

Mais seis lotes de saques em espécie e transferências ainda serão liberados no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os nascidos em janeiro, fevereiro, março, abril, maio e junho, já podem sacar o dinheiro em espécie.

Depois será a vez dos nascidos em julho, agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro.

Quem já pode sacar o valor:

nascidos em janeiro
nascidos em fevereiro
nascidos em março
nascidos em abril
nascidos em maio
nascidos em junho

Quem serão os próximos:

  • 17 de outubro (nascidos em julho)
  • 17 de outubro (nascidos em agosto)
  • 31 de outubro (nascidos em setembro)
  • 31 de outubro (nascidos em outubro)
  • 14 de novembro (nascidos em novembro)
  • 14 de novembro (nascidos em dezembro)

Poderão sacar o valor de R$ 1.045, os trabalhadores com contas ativas (emprego atual) ou inativas (empregos anteriores).

O valor é pago em duas etapas. Primeiro o valor é depositado na conta poupança social digital. Quando o trabalhador poderá utilizar o dinheiro para pagar contas online e fazer compras através do código de barras digital criado pelo programa.

Depois, de acordo com o calendário específico, os valores serão liberados para saques ou transferências.

Como sacar o FGTS?

Você poderá sacar o dinheiro através das agências da Caixa Econômica Federal, lotéricas e caixas eletrônicos. O banco orienta a transferência do dinheiro através do aplicativo do FGTS, a recomendação é para que seja evitado aglomerações.

Aplicativo FGTS

O trabalhador poderá baixar o aplicativo FGTS de forma gratuita nas lojas virtuais do Google Play e Apple Store.

Depois de instalar, o trabalhador precisará realizar um cadastro na plataforma para, depois ter acesso à todas as funcionalidades (como consulta ao saldo/extrato da conta e quais as modalidades disponíveis).

Liberação de R$ 1.045

O calendário de pagamentos de R$ 1.045 do Fundo de Garantia do tempo de Serviço (FGTS), foi liberado pela Caixa em 29 de junho e terminou em 21 de setembro, levando sempre em conta o mês de nascimento dos trabalhadores.

Entretanto, quem receber terá que esperar semanas ou até meses para sacar o dinheiro.
A data em que o valor cai na poupança digital depende do mês de aniversário do trabalhador.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil