Saque emergencial do FGTS ainda pode ser liberado em 2021?

O saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é uma modalidade de saque criada em 2020 em decorrência da pandemia de Covid-19, onde o governo autorizou que todo trabalhador com saldo em conta pudesse resgatar até um salário mínimo do saldo vinculado ao contrato de trabalho.

Ao longo deste ano os trabalhadores estão na espera da liberação da medida também para 2021, isso porque o governo havia sinalizado ainda no final do ano passado e início deste, o interesse na liberação da medida. Porém, será que o saque emergencial pode mesmo vir a ser liberado este ano?

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Saque emergencial do FGTS em 2021

A informação quanto liberação de uma nova rodada de saque emergencial surgiu no final de 2020 e início de 2021 após o fim dos pagamentos do auxílio emergencial 2020, onde o governo vinha enfrentando forte pressão para renovação do auxílio.

Na época uma das alternativas pontuadas para servidor de apoio aos trabalhadores era o estudo para a liberação de mais uma rodada de saques emergenciais do Fundo de Garantia (FGTS).

Todavia, desde o início do ano o governo acabou cedendo a pressão e liberou uma nova prorrogação do auxílio emergencial, bem como outras medidas para reduzir o impacto econômico causado pela pandemia.

Como consequência ainda no mês de junho, o Ministério da Economia enviou uma nota informando não haver pretensões do governo para a liberação de uma nova rodada de saques do FGTS, tendo em vista que o governo conseguiu disponibilizar medidas que puderam ajudar os cidadãos, empresas e até mesmo os aposentados com a antecipação do 13º salário.

Momento de recuperação

Um dos grandes temores e também uma das maiores dificuldades encontradas com o FGTS atualmente, dizem respeito ao aumento no desemprego e a pejotização que tem reduzido a mão de obra assalariada do país, reduzindo assim as contribuições ao fundo, além disso, os saques aumentaram. E no ano passado o governo também acabou reduzindo a multa por demissão sem justa causa e suspendeu o pagamento de prestações ao FGTS.

Ainda, conforme divulgado pelo Conselho Curador do FGTS, o momento agora é de que o fundo possa se recuperar, trazer uma nova rodada de saques em um momento como este poderia desestabilizar a formação do fundo que precisa agora de um tempo para voltar a estabilidade que possui.

Comentários estão fechados.