Saque emergencial do FGTS de um salário ainda pode ser liberado?

O saque emergencial do FGTS é um dos benefícios que continua sendo esperado pelos trabalhadores, mas não será liberado

Recentemente alguns leitores nos questionaram sobre o saque emergencial do FGTS, se o mesmo ainda têm chances de ser liberado ou se realmente, a medida emergencial que no ano passado liberou o saque de até R$ 1.100 (um salário em 2020) e que foi prevista para este ano está descartada.

Logo, pensamos em fazer mais um artigo, para ser possível alcançar o maior número de pessoas que ainda esperam a liberação da medida, esclarecendo de uma vez por todas esse tema. Então, se você ainda está esperando pelo saque emergencial e quer saber se o mesmo vai ou não ser liberado, continue acompanhando!

Saque emergencial do FGTS

Para irmos direto ao ponto, vamos fazer uma introdução rápida sobre o saque emergencial do FGTS para quem está em busca de informações e o porque o mesmo veio a ser divulgado para este ano.

O saque emergencial do FGTS foi uma medida adotada em 2020 pelo Governo Federal em prol dos trabalhadores afetados pela pandemia da Covid-19. Assim, foi permitido que todo e qualquer trabalhador com saldo nas contas do Fundo de Garantia, pudesse resgatar até um salário mínimo das contas ativas e inativas do fundo.

Contudo, no final do ano passado, com o fim dos pagamentos do auxílio emergencial em 2020 e forte a pressão que o governo sofreu com o fim dos pagamentos, levou a equipe técnica do governo a criar um plano de contenção para a pandemia em 2021.

E como consequência o governo acabou indicando que uma nova rodada de saque emergencial do FGTS, seria liberada este ano.

Saque emergencial não será liberado

Após anúncio no final do ano passado sobre a liberação do saque emergencial do Fundo de Garantia em 2021, pouca coisa sobre o mesmo de fato foi divulgado. Foi quando o Ministério da Economia, enviou uma nota no mês de julho colocando um ponto final sobre a possibilidade da liberação da medida.

Assim, a nota enviada deixou claro que, devido à liberação de diversas medidas emergenciais como a volta do auxílio emergencial e do Benefício de Preservação do Emprego e da Renda (BEm), o saque do FGTS não seria disponibilizado este ano e nem fazia mais parte dos planos do governo.

Comentários estão fechados.