Saque Emergencial FGTS será liberado em 2021?

0

O Saque Emergencial do FGTS foi liberado no ano passado quando surgiu a primeira onda da pandemia de Covid-19. o governo brasileiro liberou R$ 37,8 bilhões para mais de 60 milhões de trabalhadores. Disponibilizado através do Saque Emergencial do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

O governo está planejando reeditar medidas que foram adotadas em 2020 para amenizar os impactos da pandemia na vida dos brasileiros. Uma das medidas já está valendo, a nova rodada do auxílio emergencial, que começou a pagar a primeira parcela no dia 6 de abril. Ao todo, cerca de 45 milhões de pessoas devem ser beneficiadas pela segunda edição do programa.

O saque emergencial do FGTS beneficiou no ano passado, mais de 60 milhões de pessoas que sacaram até R$ 1.045 (salário mínimo daquele ano) de contas ativas e inativas.
Será que o governo também irá reeditar os saques do FGTS? Ainda não existe nada definido a respeito de uma nova edição do programa em 2021. Mas, o que não faltam, são especulações que apontam será liberado uma nova rodada de saques no FGTS, tendo as mesmas regras do ano passado.

A Única diferença, seria a mudança de valor, isso porque, o atual salário mínimo é de R$ 1.100.

Como foi o saque emergencial do FGTS no ano passado?

Em abril de 2020, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), anunciou a liberação do FGTS Emergencial, que teve início em 29 de junho de 2020 e ficou disponível para o trabalhador até 31 de dezembro do mesmo ano.

O saque emergencial foi permitido para todos os brasileiros que tinham saldo em contas no FGTS.

Os trabalhadores para realizarem o saque, precisavam seguir um calendário de pagamentos, que erá liberado de acordo com o mês de nascimento do beneficiado.

FGTS

Para acessar o valor liberado, os trabalhadores tiveram que baixar e se cadastrar no app Caixa Tem. No aplicativo, podiam movimentar o saldo depositado na Poupança Social Digital.

Em seguida, os saques ficaram disponíveis até o dia 31 de dezembro, quando a medida deixou de vigorar. Os valores não movimentados voltaram para as contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de origem.

O que é o FGTS Emergencial?

A modalidade saque emergencial do FGTS no ano passado foi autorizada pela medida provisória nº 946 no dia 7 de abril de 2020, pelo Governo Federal. Que permitiu que todo titular de conta no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço realizasse um saque de até um salário mínimo (R$ 1.045 na época).

Como funciona o FGTS Emergencial?

Para ter acesso ao FGTS Emergencial, era necessário que o trabalhadores tivessem saldo em contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Era permitido sacar até um salário mínimo daquele ano, que era de R$ 1.045. O saque ficou sendo permitido até 31 de dezembro de 2020.

Sendo assim, o trabalhador terá que esperar uma decisão do governo se irá liberar o FGTS Emergencial em 2021. A expectativa é que a medida ocorra até junho e que siga os mesmas regras, permitindo a retirada de até um salário mínimo, que atualmente é de R$ 1.100.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil