O Saque Emergencial do FGTS foi autorizado pela Medida Provisória nº 946 de 07/04/2020, é o saque a que tem direito todo titular de conta do FGTS com saldo, incluindo contas ativas e inativas, no valor de até R$ 1.045,00 por trabalhador.

O prazo para o trabalhador se decidir a aderir ao saque emergencial vai até o dia 31 de dezembro de 2020, pelo aplicativo FGTS, segundo a Caixa.

O banco liberou até R$ 1.045 de contas ativas e inativas que tiverem saldo a partir de 29 de junho. Caso não haja movimentação na conta poupança social digital até 30/11/20, o valor será devolvido à conta FGTS com a devida remuneração do período, sem nenhum prejuízo ao trabalhador.

Trabalhador que tem FGTS a menos de um ano também pode sacar?

O saque emergencial de até R$ 1.045 é liberado de todas as contas, sejam ativas ou inativas, do FGTS do trabalhador. Tem dinheiro, pode decidir se saca ou não.

Sim, o saque está permitido para TODOS os brasileiros que possuam saldo nas contas ativas (emprego atual) ou contas inativas (empregos anteriores) do FGTS. Para estes contribuintes basta se decidir se querem ou não sacar o fundo.

O que não é permitido é apenas sacar um valor que o máximo liberado que é de um salário mínimo de 2020 ou seja, R$ 1.045.

Calendário

Para evitar aglomerações nas agências, a Caixa fixou datas diferentes para a liberação do crédito em conta e para o saque em espécie ou transferência dos valores. O calendário considera o mês de nascimento do trabalhador. Veja as datas a seguir:

Calendário saque emergencial FGTS

Mês de nascimentoCrédito em contaSaque ou transferência
Janeiro29 de junho25 de julho
Fevereiro6 de julho8 de agosto
Março13 de julho22 de agosto
Abril20 de julho5 de setembro
Maio27 de julho19 de setembro
Junho3 de agosto3 de outubro
Julho10 de agosto17 de outubro
Agosto24 de agosto17 de outubro
Setembro31 de agosto31 de outubro
Outubro8 de setembro31 de outubro
Novembro14 de setembro14 de novembro
Dezembro21 de setembro14 de novembro