Saque triplo do PIS/Pasep é liberado pela Caixa, veja como receber

Conheça as três modalidades de saque do PIS/Pasep liberados para saque aos trabalhadores

Uma grana extra é sempre muito bem-vinda, principalmente em um momento onde a economia está cada vez mais prejudicada frente a alta da inflação.

Nesse sentido, muitos trabalhadores que estão precisando de um dinheiro inesperado podem ter três possibilidades de saque do PIS/Pasep para receberem ainda este ano.

Dentre essas três possibilidades, muitos trabalhadores que a algum tempo não recebe o PIS/Pasep pode ter alguma delas para receber, conferiremos quais são esses benefícios e quem pode sacar:

Abono salarial de 2020

Trabalhou em 2020 por pelo menos 30 dias, com uma remuneração média de até dois salários por mês e estava inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos em 2020 e não realizou o saque do abono este ano?

Caso a resposta seja sim, então é muito provável que você seja um dos milhares de trabalhadores que deixaram de sacar o abono salarial de 2020.

Dados do Ministério do Trabalho e Previdência apontam que mais de R$ 430 milhões relacionados ao abono salarial de 2020 não foram resgatados pelos trabalhadores.

O saque do abono salarial terminou no dia 31 de março, contudo, devido a inúmeros trabalhadores que não realizaram o saque, o prazo foi estendido até o dia 29 de dezembro.

Caso você não tenha recebido o abono ano-base 2020 e se encaixa nos questionamentos logo no início, então é bem provável que você tenha até R$ 1.212 para receber.

Para consultar se você tem direito e o valor exato do benefício basta baixar o aplicativo da Carteira de Trabalho Digital, disponível na loja de aplicativos do seu celular e conferir.

Abono salarial de 2019

Trabalhou em 2019 por pelo menos 30 dias, com uma remuneração média de até dois salários por mês e estava inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos em 2019 e não realizou o saque do abono este ano?

Então também é bem possível que você tenha direito de receber o abono salarial ano-base 2019, pago entre os meses de julho de 2020 a junho de 2021.

Para consultar se você tem direito e o valor exato do benefício basta baixar o aplicativo da Carteira de Trabalho Digital, disponível na loja de aplicativos do seu celular e conferir.

No caso do abono de 2019 para sacar o valor esquecido o trabalhador precisa fazer uma requisição formal de reemissão que pode ser feita presencialmente ou por e-mail, confira:

  • presencialmente com um documento com foto em uma das unidades regionais do Ministério do Trabalho, ou
  • através do e-mail trabalho.uf@economia.gov.br, trocando “uf” a sigla do estado em que o trabalhador reside

Fundo PIS/Pasep

Uma modalidade um pouco diferente do PIS/Pasep e que está disponível para saque é as cotas do fundo PIS/Pasep, nesse caso, o benefício é destinado a pessoas que trabalharam formalmente entre 1970 e 1988.

Caso você ou algum familiar seu tenha trabalho algum momento nesse período de tempo e não realizou o saque das cotas do fundo PIS/Pasep, é bem possível que tenha direito ao saque.

O trabalhador daquele período que hoje deve estar aposentado pode se dirigir a uma agência da Caixa para pedir o saque das cotas do fundo PIS/Pasep, sendo necessário levar apenas um documento oficial com foto.

Em caso de morte do trabalhador, os herdeiros também podem realizar o saque, para isto, basta se dirigir a uma agência da Caixa e ter em mãos a escritura pública de inventário, ou certidão de óbito e declaração de dependente habilitado à pensão por morte, ou alvará judicial designando o saque aos beneficiários.

Comentários estão fechados.