O Presidente do CRCRJ, Waldir Ladeira, reuniu-se nesta segunda-feira (18) com o Secretário Estadual de Fazenda, Luiz Claudio Rodrigues de Carvalho, com o objetivo de aproximar as duas Entidades. Também participaram do encontro o Vice-Presidente, Samir Nehme, o Vice-Presidente de Interior, Ademilton Dantas, o Presidente do Sescon Rio de Janeiro, Renato Mansur, os Assessores Especiais da Sefaz-RJ Wildson Melo, Márcio Bernardino, Antonio Crespo e o Auditor Fiscal Fábio Verbicário.

As demandas do CRCRJ giraram em torno de três principais questões: aprimorar a comunicação entre o Fisco Estadual e o Profissional da Contabilidade; simplificar as obrigações acessórias, acabando com a taxa de retificação; e pleitear a permanência da Auditoria-Fiscal Regional da Capital – ARF 6417, localizada em Campo Grande, esta, solicitação conjunta entre CRCRJ, Sescon e as Associações locais: ASCONTAZO, AECG, ACERB.

O Presidente Waldir Ladeira iniciou apresentando o Regional do Rio de Janeiro e a força da Classe Contábil Fluminense, fala que foi reiterada pelo Presidente do Sescon, Renato Mansur, e pelo Vice-Presidente Samir, destacando que o Profissional da Contabilidade faz a interlocução entre o contribuinte e o Estado.

Quanto à simplificação das obrigações acessórias, o Secretário afirmou que este será o caminho escolhido, ressaltando a importância do Profissional da Contabilidade no processo. Ele afirmou que o Fisco Fácil sofrerá diversas melhorias em 2019, como o desenvolvimento de uma interface mais intuitiva, novas funções e maior abrangência. “Tudo isso faz parte de um projeto maior da Sefaz, no sentido de uma ação mais orientativa e amigável”, afirmou.

Sobre a permanência da ARF, foi esclarecido que ainda não há nada decidido, e que a solicitação do CRCRJ e do Sescon será levada em consideração. “É preciso separar o atendimento e as auditorias. Com relação ao atendimento, não haverá nenhum prejuízo”, garantiu Wildson de Melo, Assessor Especial da Sefaz-RJ.

O Presidente do CRCRJ, Waldir Ladeira, ressaltou a importância da aproximação entre as duas Entidades, especialmente o reconhecimento, por parte da equipe da Sefaz, da importância fundamental do Profissional da Contabilidade para o reequilíbrio fiscal e financeiro do Estado do Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.