Seegene lidera a luta contra a Covid-19 unindo biotecnologia e tecnologia da informação

0

O surgimento de variantes do Covid-19 está alarmando as autoridades de saúde global em um momento em que a maioria prefere se concentrar no lançamento de vacinas e no fim das medidas de lockdown.

Cientistas de todo o mundo estão correndo contra o tempo para entender como essas variantes surgem, os tipos de sintomas que se manifestam em pacientes e se as vacinas pré-existentes podem contê-las.

Embora algumas centenas de milhões de pessoas já tenham recebido pelo menos uma dose das vacinas Covid-19 atualmente disponíveis, novas variantes de vírus continuam sendo um grande risco para a saúde.

Embora as cepas do coronavírus não sejam necessariamente mais mortais, elas “tendem a se espalhar mais rápido, são mais transmissíveis ou infecciosas”, de acordo com o cientista-chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Dr. Soumya Swaminathan.

A Seegene, uma empresa global de biotecnologia especializada em diagnóstico molecular, revelou um novo teste de variante Covid-19 ao enfrentar essas ameaças emergentes e em evolução.

O diagnóstico molecular, uma tecnologia que ganhou reconhecimento durante a pandemia de Covid-19, amplifica genes-alvo e detecta a presença de material genético associado a uma condição de saúde ou doença específica.

De acordo com a Seegene, o teste mais recente de variante Covid-19, desenvolvido usando sua tecnologia exclusiva de diagnóstico molecular multiplex, pode detectar até quatro genes Covid-19 diferentes e cinco cepas variantes simultaneamente, incluindo aquelas avaliadas como mais contagiosas.

Isso é feito simultaneamente com um único teste em menos de duas horas e meia, o que permite testes em grande escala para controlar a pandemia.

“Acreditamos que encontrar a causa exata dos sintomas é o primeiro e mais importante passo para encontrar o tratamento certo e prevenir a propagação do vírus”, disse o Dr. Jong-Yoon Chun, CEO da Seegene.

“Acreditamos que nossos novos testes de variantes podem ajudar governos e organizações de saúde em todo o mundo a lutar contra variantes ameaçadoras e ajudar as pessoas a voltarem às suas vidas normais” disse o Dr. Jong-Yoon Chun.

Rápida adaptação

As linhagens mais reconhecidas de variantes da Covid-19, como aquelas que surgiram na África do Sul, Reino Unido, Brasil, Japão, Nigéria e Dinamarca, deverão ser levadas em consideração pelos fabricantes de vacinas e autoridades nacionais de saúde em sua batalha contra a Covid -19.

É aqui que as tecnologias de diagnóstico inovadoras, como o último teste de variante Covid-19 da Seegene, podem se beneficiar: podem aumentar significativamente a eficácia do processo de teste para cepas originais e variantes do coronavírus em todo o mundo.

“A maioria das empresas teria que realizar vários testes para detectar vários genes-alvo do vírus, o que pode ser demorado e caro. No entanto, nossos testes sindrômicos multiplex podem detectar vários alvos com um único teste, sem comprometer a velocidade e a precisão. Além disso, a triagem das variantes normalmente exigiria outra rodada de testes para outras empresas. Com o teste de variante da Seegene, podemos rastrear as cinco linhagens de variantes mais notáveis junto com o tipo selvagem da Covid-19 em uma única rodada de testes. Isso é crucial para que governos e autoridades de saúde controlem a disseminação do vírus durante a pandemia”, acrescenta o Dr. Chun.

Designed by @vichie81 / freepik
Designed by @vichie81 / freepik

Tecnologia ao resgate

O desenvolvimento da Seegene de seu teste de variante Covid-19 decorre de seus esforços pré-pandêmicos: combinando seu conjunto de tecnologias proprietárias de alto multiplex e profundo conhecimento de diagnóstico molecular com Inteligência Artificial (IA) e ciência de dados.

A Seegene estabeleceu um sistema de autovigilância in silico, apoiado por big data, para monitorar e analisar casos relatados de Covid-19 e suas variantes em todo o mundo.

“Ao adotar a tecnologia da informação ao nosso domínio técnico e experiência acumulados em biotecnologia, podemos monitorar de perto a transformação das cepas de coronavírus e suas linhagens variantes mais documentadas e responder rapidamente”, continua o Dr. Chun.

O rápido desenvolvimento do teste também foi possível por um sistema automatizado de desenvolvimento de reagentes (SGDDS).

A empresa diz que pode ignorar 16 etapas e 895 parâmetros de tomada de decisão com IA (Inteligência Artificial).

Enquanto uma equipe de pesquisadores altamente qualificados pode ter levado mais de seis meses a um ano para desenvolver um reagente, a substância que desencadeia uma reação química em um teste de diagnóstico molecular, o prazo foi reduzido para algumas semanas graças à automação.

“Estamos aplicando nosso sistema de desenvolvimento automatizado não apenas em nossa sede na Coreia do Sul, mas também em nossas subsidiárias para desenvolver testes locais específicos”, disse o Dr. Chun.

“A IA é uma parte indispensável do que estamos tentando fazer na Seegene para tornar o diagnóstico molecular mais acessível ao dia a dia das pessoas”, completou.

Uma luta global por um futuro mais seguro

Além da Covid-19, o diagnóstico molecular pode ser usado para prevenir ou conter futuras pandemias, diagnosticando com precisão e rapidez outros surtos de doenças infecciosas e para diagnosticar todos os tipos de doenças.

A Seegene tem atualmente mais de 150 produtos de teste de diagnóstico molecular sindrômico que podem ser aplicados a vários campos de doenças infecciosas, incluindo doenças respiratórias, gastrointestinais e sexualmente transmissíveis, além de resistência a medicamentos, câncer e doenças hereditárias.

A Seegene visa ampliar seu portfólio de produtos: tornando seu sistema de desenvolvimento digitalizado acessível a pesquisadores em todo o mundo e desenvolvendo um kit de diagnóstico para doenças, não apenas para humanos, mas também para outros organismos.

Com o diagnóstico molecular, os pacientes serão capazes de obter um diagnóstico precoce e receber o tratamento adequado com rapidez.

“Nosso sistema e tecnologia também podem ser aplicados a não humanos, incluindo animais, plantas e quaisquer organismos vivos compostos com materiais genéticos”, diz o Dr. Chun.

“Ele pode ser usado para melhorar a saúde animal, segurança alimentar, agricultura e proteção ambiental.”

“Com o objetivo final de construir um futuro livre de doenças, Seegene vislumbra um mundo onde o diagnóstico molecular se torne parte de nossas vidas diárias.” disse Dr. Jong-Yoon Chun, CEO da Seegene.

Conteúdo traduzido da fonte CNN por Wesley Carrijo para o Jornal Contábil