Segurados não devem receber o 14ª salário do INSS

0

O interesse dos segurados do INSS sobre a possível liberação de uma 14º salário do benefício é grande, principalmente porque os idosos fazem parte do grupo de risco da covid-19, além de terem recebido o abono antecipadamente, o que deixou diversos segurados com poucas condições financeiras neste fim de ano.

Antes de falarmos sobre a possibilidade da liberação do 14º salário do INSS é preciso entender como surgiu essa possibilidade e quem ainda pode ser contemplado caso o 14º salário seja liberado.

INSS

14º salário do INSS

A possibilidade do 14º salário do INSS surgiu através do Projeto de Lei de n° 3657/2020 prevê uma gratificação natalina a ser paga para os segurados em dezembro.

O intuito da medida é não deixar os segurados desassistidos no último mês do ano. Como o 13° salário foi antecipado por causa da pandemia do novo coronavírus, essas pessoas ficarão sem qualquer beneficio adicional em dezembro. Além disso, a parcela extra iria injetar recursos na economia, movimentado o comércio em janeiro de 2021.

O projeto sugere a implementação do 14° salário para quem recebe auxílio-doença, auxílio-acidente, aposentadoria, pensão por morte e auxílio-reclusão. O benefício seria uma espécie de gratificação natalina emergencial a ser paga no mês de dezembro deste ano.

A medida visa o pagamento para os seguintes segurados:

  • Auxílio-doença
  • Auxílio-acidente
  • Aposentadoria
  • Pensão por morte
  • Auxílio-reclusão

14º salário não deve ser liberado

A realidade é um pouco diferente das expectativas. O Projeto de Lei que prevê a liberação do pagamento extra aos segurados já está concluído. Porém, de acordo com especialistas da área a pauta não deve entrar em vigor a tempo para a concessão dos pagamentos em 2020.

Logo, é bom que os segurados não contem com a parcela, pois as chances de aprovação são poucas, principalmente porque uma votação para esse caso não seria rápida e com o fim do ano batendo a porta as chances de liberação são cada vez menores.