Serasa oferece até 90% de desconto para a quitação de dívidas

O Serasa promove um feirão conhecido como “Serasa Limpa Nome”, o evento concede descontos imperdíveis, mas mesmo após o fim do mutirão será possível usufruir dos descontos.

As renegociações de dívidas podem ser feitas pelo Serasa, a previsão é de que as deduções cheguem até 90%. Os descontos são disponibilizados com a ajuda das empresas parceiras que possibilitam essas concessões. 

Muitas pessoas podem conseguir sair da negativação graças a essa ação do Serasa, as renegociações são as melhores alternativas para quem busca pagar dívidas com valores reduzidos, confira o que é preciso fazer para usufruir das deduções. 

Renegociações, saiba como conseguir descontos 

O Serasa promove diversos eventos para a renegociação de débitos e pendências em aberto, dessa maneira centenas de milhares de cidadãos podem usufruir de descontos e quitar suas dívidas por preços quase irrisórios. 

Apesar do fim do mutirão Serasa Limpa Nome, os inadimplentes ainda podem recorrer aos descontos imperdíveis concedidos pela empresa de proteção ao crédito. Durante o feirão que chegou ao fim, algumas dívidas eram quitadas por apenas R$100,00. 

Atualmente, os descontos ainda podem chegar a 90% do valor da pendência, para obter essas deduções é necessário acessar o portal do Serasa, selecionar a opção “Consultar minhas ofertas” e efetuar o login com CPF e senha. 

Caso não esteja inscrito no site, realize o cadastro preenchendo as informações solicitadas. Após realizar esses passos, será disponibilizada as condições e propostas para a renegociação das pendências. 

Caso a proposta seja aceite pelo devedor, será preciso gerar o boleto pelo site do Serasa, as empresas têm um período de cinco dias úteis para realizar a retirada do nome do cliente da lista de devedores dos órgãos de crédito. 

As renegociações com o Serasa também podem ser realizadas via telefone, nesses casos é necessário entrar em contato pelo número 0800 591 1222. 

Devedores no Brasil

Presentemente, os números de pessoas com nome sujo ou inadimplentes só cresce, a atual situação econômica no país não é das melhores e muitas pessoas sem os efeitos dos altos índices de desemprego. 

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo revelou que no mês de junho de 2020 foram registradas 67,1% de pessoas endividadas. A falta de pagamento das pendências dificulta a vida da população, muitos passam a ter acesso limitado ao crédito concedido por instituições financeiras. 

Isso ocorre porque a pessoa passa a ser entendida como má pagadora. Dessa maneira, ela perde a oportunidade de conseguir financiamentos e empréstimos por ser considerada inapta graças a falta de pagamento. 

Comentários estão fechados.