Soluções que prometem ajudar os consumidores no mercado de saúde

25
Doctor suggesting hospital program to patient

Facilitar a vida do paciente através da tecnologia é o principal objetivo de algumas startups

O Brasil é o sétimo maior mercado de saúde do mundo e o segundo maior mercado privado da América Latina, de acordo com a Organização Mundial da Saúde. É também a sede de uma das maiores feiras de cuidados do setor mundial, a Hospitalar, frequentadas por mais de 85.000 profissionais de mais de 50 países.

Para atender e acompanhar esse potencial de consumo e investimento, atualmente, no Brasil, há 353 startups de health techs, de acordo com a Associação Brasileira de Startups (Abstartups), instituição sem fins lucrativos que representa as startups brasileiras, das 12 mil startups mapeadas.

Leia Também:  Plano de saúde é 3° maior desejo do brasileiro, aponta Ibope

Desse número, 34,8% das startups estão concentradas no estado de São Paulo. Em relação ao nível de maturidade das startups nesse segmento, 46,4% delas estão em fase de tração e 30% em fase de operação. Dentre as mais de 300, destaque para três soluções que facilitam gestão, tratamento e comunicação em hospitais, laboratórios e clínicas, facilitando a vida dos pacientes:

CM Tecnologia – Especialista na Jornada do Paciente, a CM Tecnologia é uma startup de healthtech que tem como objetivo desenvolver soluções para melhorar a experiência das pessoas com hospitais, clínicas e laboratórios. Fundada em 2012, a empresa está em constante busca por inovação e, para tal, conta com softwares que vão desde a marcação de exames e consultas online até a elegibilidade automática do paciente.

Leia Também:  Fraudes no e-commerce: Conheça quais são as 7 maiores

Telavita – Sob o conceito de Saúde Digital, a Telavita é um marketplace de saúde que tem por objetivo conectar profissionais da psicologia brasileira a pacientes de todo país, por meio de uma tecnologia robusta, ágil e segura. Todo o processo de escolha, agendamento e atendimento de sessão é realizado em ambiente digital, com as devidas autorizações do Conselho Federal de Psicologia.

Memed – plataforma exclusiva e gratuita para médicos se informarem sobre medicamentos e fazerem prescrições impressas e eletrônicas, que arrecadou US$ 3 milhões em um acordo liderado pela Redpoint eventures.