Chega um momento em nossas vidas em que nós temos recursos para empreender e nos perguntamos se é melhor ser autônomo ou abrir empresa. É necessário avaliar o que pode contribuir mais no momento em que você se encontra.

Trabalhar com um negócio próprio permite que tenhamos mais liberdade em relação a profissão que escolhemos. Em alguns casos é necessário adquirir um certo reconhecimento no mercado para vender mais e se destacar entre os concorrentes.


Quando você decide iniciar um trabalho independente de chefes, horários e salários fixos, isso indica que você está adquirindo maturidade para iniciar sua carreira sozinho.

Independente do tipo de trabalho que escolher, saiba que nenhum retorno é dado sem a dedicação. Eu sei que às vezes o cansaço é grande, surgem problemas e situações que nos desmotivam, eu sou humana também e vejo isso.

Só que, como bons adultos que somos, precisamos deixar os problemas de lado para nos dedicarmos a conquistar nossos sonhos.

Ah, não estou falando que trabalhar independente irá acabar com sua saúde, ok?

Um dos principais motivos das pessoas investirem em um negócio próprio é porque querem qualidade de vida e saúde mental em perfeito estado.

Esse é o momento em que você vai pôr em prática um sonho de ter um negócio, ou concluir metas que você estabeleceu para sua carreira profissional.


E sabe de uma coisa? Fico muito feliz em estar presente neste momento! Quero te ajudar a escolher entre ser autônomo ou abrir empresa!

Você precisa dosar os dois lados da moeda


Eu não posso responder para você se é melhor ser autônomo ou abrir empresa. Cada um tem as suas próprias características pessoas e também os próprios objetivos – e não tem nada errado com isso.

Acredito que a primeira coisa que você precisa avaliar é com o que você sente prazer em trabalhar.

Se você gosta de ter um negócio que te dá qualidade de trabalho e maior liberdade, ou se está disposto a arriscar tudo para colocar a cara na rua e abrir o seu negócio.

O que eu posso te afirmar é que abrir uma empresa dá trabalho e ser autônomo também. A diferença é: Qual dessas duas coisas vai te dar o prazer para passar por isso com tranquilidade?

Por que ser autônomo?

Acredito que o trabalho de autônomo é ideal para aqueles que querem iniciar seus serviços, mas não tem tanto recurso para investir em algo maior.

Muitos começam a ganhar reconhecimento através de pequenos trabalhos.

Os trabalhos autônomos permitem que você tenha flexibilidade de dias e horários, mas isso é claro depende de qual negócio é atuado por você.

Existem certos serviços que só podem ser feitos durante o dia, por depender do funcionamento do comércio da cidade para alguma coisa.

Hoje o autônomo pode ser chamado de freelancer, também. O freelancer é o prestador de serviços que possui clientes e demandas temporárias, não é necessário que ele esteja na empresa do cliente.

O investimento para ser autônomo normalmente é baixo e você pode trabalhar de casa, por exemplo. O ideal é que você tenha um espaço destinado à prática de serviços para que não tenha problemas de produção.

– Legalização

A partir do momento em que você decide trabalhar como autônomo é necessário que você entenda que deverá cumprir algumas demandas para legalizar seus serviços.

O primeiro ponto é que, trabalhando como autônomo você deverá se inscrever na prefeitura de sua cidade e também realizar o recolhimento do Imposto Sobre Serviços (ISS).

O que muitos não falam é que mesmo sendo autônomo você pode ser Microempreendedor Individual (MEI), falarei sobre isso mais adiante.

Por que abrir uma empresa?

Você agora deve estar dizendo: “Ah, você citou tantos benefícios para quem é autônomo que é difícil alguém querer abrir uma empresa”. Calma que vamos falar mais sobre isso.

O empresário, se lucrar até R$ 81 mil ao ano pode ser registrado como MEI, sabia? O que dá um baixo custo de tributos. O lado negativo é que ele só pode contratar até um funcionário com esse registro.

Ao decidir abrir uma empresa, você passa a ter mais autonomia. Não é segredo para ninguém que os empreendimentos são respeitados a partir do momento em que têm CNPJ.

Montando uma empresa você pode obter um espaço físico, contratar funcionários e administrar demandas maiores, já que conforme cresce a forma de empreender, também aumenta as responsabilidades a serem efetuadas.

Você terá que disponibilizar um tempo maior para controlar a sua empresa, por mais que tenha um administrador. O bom empresário sempre está por perto para ter contato com o cliente e saber quais são as necessidades do empreendimento.

Uma empresa pode ser de pequeno, médio ou grande porte, isso quer dizer que você pode expandir, ter filiais e aumentar o seu reconhecimento dentro da sua cidade, estado ou país.

Vale a pena ser MEI?


Muitas pessoas acham que porque querem ter um negócio devem logo se registrar e abrir uma empresa MEI, mas calma aí! Como eu citei no tópico anterior, o Microempreendedor Individual só pode ter apenas um funcionário.

Ao se registrar como MEI, você passa a ter um número de CNPJ, nome fantasia do seu negócio e CNAEs que permitem o exercício das funções prestadas por você. Além disso, também pode emitir notas fiscais.

Não é necessário ter um valor mínimo de lucro, mas o microempreendedor deve ganhar no máximo R$ 81 mil por ano, ao ultrapassar isso deve mudar o seu registro para micro empreendedor.

Quem possui registro como MEI pode ter orientação através do Sebrae sobre como fazer o declaração anual de faturamento, pagamento de contribuição mensal (DAS) e demais obrigações.

O valor da contribuição mensal muda conforme o aumento do salário mínimo, hoje está por cerca de um pouco mais de R$ 50 por mês.

Quem é MEI também possui benefícios, como auxílio doença, salário maternidade, aposentadorias por validez ou idade e pensão por morte para a família do microempreendedor.

Afinal: É melhor ser autônomo ou abrir empresa?

Antes de responder essa pergunta, se é melhor ser autônomo ou abrir empresa, eu precisava mostrar para você como funciona cada modo de empreender, para que você entendesse que cada um tem lados positivos e negativos.

Acredito que você deve analisar antes de tudo o porte do seu negócio, para avaliar se realmente é necessário montar uma empresa ou se ser autônomo não supriria suas necessidades.

Você precisa entender que todo negócio pode lucrar, mas para isso ele precisa de uma boa estratégia, investimento e dedicação.

Então se você optar por ser autônomo, poderá crescer financeiramente ao ponto de montar uma empresa.

Não limite seus objetivos, sempre busque crescer mais, ok? Neste momento quero que você avalie sua situação e invista no que mais se adequa no momento!

Independente no que escolher, se vai ser autônomo ou abrir empresa, lhe desejo boa sorte!

Dica: Atenção você contador ou estudante de contabilidade, conheça nosso treinamento voltado para contadores iniciantes, ensinando na prática procedimentos contábeis que todo contador precisa saber, mas que não se ensina na faculdade.

Tudo que você precisa saber para abrir, alterar e encerrar empresas, além da parte fiscal de empresas do Simples Nacional, Lucro Presumido e MEIs, Contabilidade, Imposto de Renda. Quer saber mais? Então clique aqui e não perca esta oportunidade!

Conteúdo via Montar um Negócio