A sua startup realiza uma boa gestão de custos? Pois saiba que ela é fundamental para a sobrevivência de uma empresa. Segundo pesquisa realizada pela fundação Dom Cabral, 25% das startups vão à falência em menos de um ano, e o risco é ainda maior quando ela é composta por mais de um sócio desde o início.

De todos os fatores que levam a esse fracasso, um dos principais é a falta de planejamento financeiro. Por isso é importante ressaltar a importância de, desde a fundação, realizar uma gestão de custos eficiente para gerir bem o negócio e evitar futuras surpresas desagradáveis.

Para saber se está no caminho certo, a Elephant Coworking listou as melhores formas de realizar uma gestão, melhorando o setor financeiro e aumentando as chances de sucesso. Confira:

A importância de uma gestão de custos

É fato que todo empreendedor deseja ver o seu negócio prosperar rapidamente, não é mesmo? Mas, para que isso realmente ocorra, alguns cuidados devem ser tomados, especialmente quanto ao gerenciamento do fluxo de caixa e a gestão de custos. É por meio deles que o negócio conseguirá alcançar bons resultados e atingir as metas estipuladas.

Um erro que muitos empreendedores cometem é o de confundir gestão de custos com contabilidade. Então, vamos esclarecer: enquanto a contabilidade se preocupa apenas com os registros, uma gestão eficiente examina, analisa e avalia todas as atividades financeiras da empresa (como receitas, despesas e impostos). Assim, a partir dos resultados obtidos, é possível mapear o futuro e auxiliar a tomada de decisão. Os principais objetivos da gestão de custos são:

  • projetar tendências econômicas;
  • analisar o histórico da empresa;
  • antecipar problemas.

Para garantir a eficiência desse processo, é necessário que desde o início sejam identificados os indicadores carentes de maior atenção. Em outras palavras, você deve realizar análises quantitativas e qualitativas dos aspectos operacionais, para, então, avaliar o progresso do alcance de metas.

Principais dicas para fazer uma gestão de custos eficiente

Afinal, qual é o melhor jeito de realizar essa gestão de forma que ela seja realmente eficiente e possa auxiliar o crescimento do negócio? É o que veremos a seguir, com algumas dicas importantes para ajudar as startups a se desenvolverem financeiramente e conquistarem o melhor posicionamento no mercado.

  • Conte com um coworking para expandir a sua rede de contatos e reduzir gastos

Ao utilizar um ambiente de coworking, em vez de um escritório próprio, a startup pode economizar com despesas básicas, como aluguel e contas de água e luz, além de contar com um serviço de qualidade e um ambiente pensado e criado para favorecer o trabalho.

Startup

Esses espaços geralmente oferecem internet de alta velocidade, salas para reuniões, ambiente privativo, banheiros e lanchonete. E como são frequentados por diversos tipos de profissionais, o networking se torna mais favorável — o que possibilita até a criação de novas parcerias.

  • Tome ações que diminuam a taxa de turnover

O termo “turnover” refere-se ao índice de rotatividade de colaboradores em uma empresa, e a sua meta deve ser sempre a de reduzir o número de entradas e de saídas. Isso porque um elevado nível de demissões envolve custos com a admissão de novos funcionários. Além disso, traz uma perda da mão de obra qualificada e a necessidade de arcar com os gastos de treinamento de uma nova equipe.

Para diminuir o turnover, é necessário desenvolver uma gestão estratégica de pessoas e promover melhorias no relacionamento entre colaboradores e a startup. Isso pode ser realizado por meio da própria valorização do pessoal, oferecendo melhores salários e condições de trabalho, entre outras medidas.

  • Melhore o clima organizacional da startup para aumentar a produtividade da equipe

Sem dúvida, manter um clima organizacional equilibrado é um dos melhores passos para manter a produtividade e o empenho da sua equipe. Afinal, ninguém gosta de trabalhar em um local que oferece condições precárias ou colegas mal-humorados.

Para começar, ofereça um ambiente de trabalho que comporte confortavelmente toda a equipe. Além disso, cuide da saúde dos colaboradores e ofereça programas de benefícios, individuais ou coletivos. Lembre-se, ainda, de estabelecer sempre metas realistas e de mostrar a todos o que se ganha ao alcançá-las.

  • Corte gastos desnecessários

Faça uma análise eficiente dos gastos realizados pela startup e não tenha medo de cortar todos aqueles que são supérfluos. Não se esqueça de que muitas empresas vão à falência justamente por não conhecerem profundamente os seus custos e não se livrarem daquilo que não é necessário para o seu crescimento.

Se for necessário, renegocie valores com fornecedores que ofereçam uma melhor condição ou até considere uma terceirização de certos setores da startup. Além disso, estabeleça metas de redução de custos e ofereça alternativas mais baratas (ou mesmo gratuitas) de comunicação interna, como o WhatsApp ou o Skype.

  • O livro Startup Enxuta: Aqui vale a pena falarmos do livro Startup Enxuta, que trata dos métodos de gerenciamento que têm a flexibilidade e o aprendizado como ênfase. 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.