Sua loja está realmente preparada para a Black Friday?

Ainda que não seja preciso investir muito para começar a vender online, é necessário desenvolver planejamento e estratégia para se destacar no mar de lojas virtuais.

Observando os últimos meses, podemos afirmar que o mundo tornou-se amplamente digital e que os produtos e serviços não são facilmente acessíveis online, diminuem drasticamente as suas chances de venda. Isso é o que confirma a mestre em comportamento de consumo digital, implantação de e-commerce e negócios digitais, Fátima Bana. 

Para a especialista, a proximidade física com os clientes já foi o sucesso dos varejistas, mas não é necessariamente o que acontece em tempos pós pandemia. “Obviamente a era digital mudou o cenário como as empresas vendem e se comunicam com seus clientes. Empreendedores experientes precisam não apenas focar em seus produtos e serviços, mas também em como comercializar a sua marca por meio de um conteúdo forte e relevante que conversa  com seus clientes atuais e em potencial” – explica. 

De acordo com Fátima, para obter sucesso na loja virtual, é preciso construir uma estratégia digital que agregue valores, conteúdo e seja constante. “Um método de marketing eficaz é a abordagem de vendas omnicanal, ou seja, ter uma comunicação que atua de forma linear em todos os canais. A experiência do cliente com uma empresa, quer ele esteja usando um computador, celular, tablet ou mesmo comprando em uma loja física, deve ser perfeita, ou seja, é preciso fornecer ao cliente uma experiência integrada” – pontua a especialista que também possui formação internacional em Marketing. 

Em uma época em que fazer compras online parece mais conveniente do que entrar em uma loja física, a profissional aponta que ter inovação é sinônimo de sobrevivência. “Investir na transformação digital pode ser uma das melhores decisões que uma empresa pode tomar, porém o sucesso da implementação depende dos seus processos de planejamento e execução”. 

E para ajudar aqueles que ainda não sabem como obter sucesso com a loja online, a especialista citou quatro dicas para ajudar a sua empresa a desenvolver uma estratégia que o ajudará a obter sucesso na transformação digital e já começar a alavancar as vendas na Black Friday. Confira: 

1: Priorize soluções que valorizem a privacidade do cliente:

De acordo com a especialista, mesmo que o empreendedor já tenha experiência com o mercado tradicional, é importante entender as técnicas de venda no universo online. “Assim como existem necessidades específicas nas vendas presenciais, no comércio digital é necessário tomar medidas para garantir que o negócio funcione adequadamente. Escolher a melhor plataforma de hospedagem de sites é uma delas” – aconselha. 

Para ter sucesso, a plataforma de e-commerce precisa garantir uma navegação intuitiva e uma experiência de compra segura. Ainda segundo Fátima, é importante buscar um software de e-commerce que possua uma boa política de privacidade, esteja em conformidade com as leis de proteção de dados e seja fácil de manter e atualizar. 

2: Conheça o seu consumidor: 

Vender no mercado digital elimina a necessidade de reservar um espaço físico para o seu cliente, mas é fundamental estabelecer contato com os consumidores. “Para acompanhar os clientes nos canais de vendas, é necessário escolher uma plataforma de CRM que permita acompanhar todas as vendas, preferências, visualizações de páginas e cliques no site. Existem várias plataformas no mercado que atendem a diversos públicos, com diferentes preços e complexidades. Encontre a plataforma que melhor se adequa ao seu orçamento e ao tipo de negócio que você está prestes a iniciar” – diz Fatima Bana. 

3: Esteja sempre presente:

O sucesso do empreendedor sempre dependerá de atrair consumidores. Portanto, segundo Fátima, investir em marketing é fundamental. “Ao iniciar no e-commerce, é importante entender as estratégias de marketing digital para atrair o maior número de clientes e fortalecer a marca. SEO, Inbound Marketing, Google Ads e redes sociais são as estratégias básicas.”

A maioria dos clientes estão na internet, portanto, a especialista aconselha a estudar o perfil do consumidor e descobrir quais redes sociais ele usa com mais frequência, o tipo de conteúdo que ele acessa e suas preferências. “A  partir disso, você poderá começar a procurar plataformas que auxiliem na postagem, criação de conteúdo e gerenciamento de mídias. Algumas plataformas permitem que a empresa responda comentários, mensagens diretas e agendem postagem em um só lugar, facilitando o contato”. 

4: Organize suas operações:

Embora não seja necessária a contratação de uma equipe especializada em tecnologia  para a condução dos negócios a especialista em marketing sinaliza que é importante utilizar ferramentas que possam facilitar a implantação e gestão de negócios online. De acordo com Fátima, utilizar ferramentas de planejamento e organização é essencial para rastrear estoque, entrega de produtos, pagamentos necessários e processos de venda. “É muito importante escolher um fornecedor de software que tenha funções integradas e concentre todo o conteúdo em um programa para simplificar e promover o gerenciamento de negócios”. 

Migrando do mercado presencial ou não, é importante analisar os detalhes do mercado digital. Para Fátima, analisar tendências nos concorrentes e na sua área de atuação é uma parte importante da adoção de uma estratégia de e-commerce. “Fornecer bons produtos ou serviços, investindo no marketing, com uma estrutura logística e operacional podem ser o diferencial para que o seu negócio prospere no mercado digital” – finaliza Fatima Bana.

Fatima Bana: Embaixadora do consumo consciente, Fatima Bana é graduada em marketing pela University of Califórnia (UCLA / USA), especialista em ESG pelo HSM e Harvard e também mestre em comportamento de consumo digital. Fatima Bana é CEO da Rent a CMO

Comentários estão fechados.