SuperSimples é bom para quem Contrata

0
30


Termina na próxima sexta-feira o prazo para empresas interessadas em aderir ao Supersimples, que a partir deste ano sofre alterações. A principal delas é no limite anual de faturamento para se enquadrar na categoria, que passou a ser de R$ 3,6 milhões anuais.

No entanto, antes de optar por essa forma de tributação, é preciso fazer um estudo dos impostos pagos atualmente pela empresa, uma vez que nem sempre a mudança para o Simples será vantajosa, conforme explica o contador Gustavo Piccolo, da Enfoque Contábil.

“Em linhas gerais, a vantagem ou não do Supersimples está ligada à folha de pagamento da empresa. Quem tem a partir de quatro ou cinco funcionários, é bem provável que exista economia na troca de opção tributária. Quem não tem funcionário, ficar no Lucro Presumido é mais viável”, diz Piccoli.

Isso ocorre, segundo o contador, porque quem está no Lucro Presumido é taxada com alíquotas que variam entre 12% e 15% (total dos impostos federais), mais o INSS patronal, que é de 20% da folha de pagamento. Já no Supersimples, a alíquota começa em 16,16%, mas não há cobrança do INSS patronal. “Por isso é importante procurar um profissional e fazer os cálculos. Se os 20% pagos sobre a folha de pagamento correspondem a um valor menor do que a diferença das alíquotas, então é mais vantajoso permanecer como Lucro Presumido”, esclarece.

Uma novidade do Supersimples que agradou os empreendedores foi a inclusão de 140 novas categorias que podem aderir ao sistema. O imposto também unifica oito tributos em um único boleto.

Além disso, com a atualização da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, os empreendedores poderão abrir e fechar empresas de forma simplificada. A nova lei também protege o Microempreendedor Individual (MEI) de cobranças indevidas realizadas por conselhos de classe, por exemplo.

Entre as categorias que agora podem aderir ao Supersimples estão empresas de advocacia, fisioterapia, corretagem, jornalismo, publicidade, medicina veterinária, odontologia e representação comercial, entre outras. (Com Informações do Jornal de Jundiaí)

[useful_banner_manager banners=5 count=1]