SUS: Tratamento biológico inovador para doença que causa dores intensas terá inclusão no órgão

O Órgão responsável pela avaliação de novas tecnologias no sistema público de saúde, CONITEC, pediu inclusão de tratamento biológico para espondilite anquilosante

A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS publicou a sua decisão de incorporar o medicamento secuquinumabe (Cosentyx®) para o tratamento de pacientes com espondilite anquilosante. O uso será recomendado aos que hoje estão sem um tratamento efetivo por não obterem bons resultados com as terapias que estão no SUS. Agora, o Governo tem até 180 dias para disponibilizar o medicamento aos pacientes com espondilite anquilosante e com a prescrição de um reumatologista.

A espondilite anquilosante atinge cerca de 2 milhões de pessoas no Brasil e causa inflamações em diversas articulações no corpo, especialmente na coluna vertebral. Se não tratada de forma efetiva, pode evoluir para perda irreversível dos movimentos causada pelos anos de inflamação.

Anúncios

A espondilite anquilosante tem como seu principal sintoma a dor nas costas, algo que afeta oito em cada dez pessoas em alguma fase de vida, o que pode tornar mais difícil o diagnóstico correto. Além deste, as pessoas que têm a espondilite podem sentir aumento da dor em repouso – com piora durante as manhãs, cansaço, perda de apetite, sensação de rigidez na coluna.

Saiba mais sobre a doença

 

Comente no Facebook

Comentários

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

DEIXE UMA RESPOSTA

Coloque seu comentpario
Coloque o seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.