Tag: atividades

O que é o fator R do Simples Nacional e quais são as atividades sujeitas em 2018?

O que é o fator R do Simples Nacional e quais são as atividades sujeitas em 2018?

Destaques
Você saberia dizer o que é o fator R do Simples Nacional? As últimas mudanças nessa modalidade para 2018 deixaram muitas pessoas em dúvida quanto a uma série de itens e uma delas é o tal do “fator R”. Você já ouviu falar desse termo? Nesse artigo, vamos explicar em detalhes do que ele trata e explicar também quais são as atividades que estão sujeitas a essa possibilidade. Os cálculos são bem simples de forma que mesmo pessoas não muito familiarizadas com o assunto conseguirão encontrar a resposta certa com muita facilidade. O que é o fator R do Simples Nacional? Em resumo, podemos dizer que o cálculo do fator R do Simples Nacional serve para que o empresário possa descobrir em qual dos anexos a empresa se encaixa: Anexo III ou Anexo V. Para isso, é necessário fazer uma conta básica. V
As atividades sujeitas ao fator "r" do Simples Nacional 2018

As atividades sujeitas ao fator "r" do Simples Nacional 2018

Destaques, Fique Sabendo
O ano de 2018 trouxe com ele um Simples Nacional cheio de complexidades, sendo a maior delas, sem sombra nenhuma de dúvidas, o novo fator “r”. Esse novo elemento de cálculo do Simples Nacional 2018 implica em condicionar a tributação de determinadas atividades à relação percentual entre a folha de salários e a receita bruta das empresas, acumulada nos últimos 12 meses. De fato, esse novo pesadelo está contido basicamente em duas regras. Uma para determinadas atividades do Anexo III, que serão tributadas pelo Anexo V no caso da mencionada relação percentual ser inferior a 28%. Vejamos: Lei complementar 123/06: Art. 18, § 5º-M. Quando a relação entre a folha de salários e a receita bruta da microempresa ou da empresa de pequeno porte for inferior a 28% (vinte e oito por cento), serão trib
Quais atividades podem ser enquadradas como MEI?

Quais atividades podem ser enquadradas como MEI?

Destaques, Dicas Jornal Contábil
A Resolução 58/2009, atualizada pela Resolução 78/2010, regulamentou o capítulo da Lei Complementar nº 128/08 que criou o Empreendedor Individual e suas atividades, figura jurídica que entra em vigor dia 1º de julho de 2009. A ABATEDOR DE AVES ABATEDOR DE AVES COM COMERCIALIZAÇÃO DO PRODUTO ACABADOR DE CALÇADOS AÇOUGUEIRO ADESTRADOR DE ANIMAIS ADESTRADOR DE CÃES DE GUARDA AGENTE DE CORREIO FRANQUEADO AGENTE DE VIAGENS AGENTE FUNERÁRIO AGENTE MATRIMONIAL ALFAIATE ALINHADOR DE PNEUS AMOLADOR DE ARTIGOS DE CUTELARIA ANIMADOR DE FESTAS ANTIQUÁRIO APLICADOR AGRÍCOLA APURADOR, COLETOR E FORNECEDOR DE RECORTES DE MATÉRIAS PUBLICADAS EM JORNAIS E REVISTAS ARMADOR DE FERRAGENS NA CONSTRUÇÃO CIVIL ARQUIVISTA DE DOCUMENTOS ARTESÃO DE BIJU
Contador, o cirurgião da sua empresa

Contador, o cirurgião da sua empresa

Carreira, Destaques
Por Julio Cezar Assunção A princípio, não era uma dor que me incapacitasse, mas aos poucos foi se agravando e, de repente, me vi obrigado a procurar o médico. Depois de algumas conversas e os exames realizados, recebi o diagnóstico de que a única solução seria a intervenção cirúrgica. E o pior: segundo o médico, o pós-operatório seria extremamente dolorido. Faço uma analogia destes sintomas e do mau funcionamento do meu corpo e dessa dolorosa experiência com o caso de uma empresa. Muitas vezes os empresários percebem que o negócio não vai tão bem, fazendo esforços cada vez maiores para recompensas menores e sem grandes perspectivas de mudanças positivas neste cenário. Se nada for feito neste momento, a situação pode se agravar e as consequências se tornarem desastrosas.
Atividades que só um contador pode fazer pela empresa

Atividades que só um contador pode fazer pela empresa

Assinantes Jornal Contábil
Além das atividades relacionadas a registros, organização de balanços financeiros e pagamento de impostos, o contador tornou-se um profissional essencial no processo de tomada de decisões para diversos empreendedores. Em meio a tanto planejamento estratégico, investimentos e decisões que envolvem o dia a dia de uma empresa, muitos gestores acabam se descuidando de questões burocráticas essenciais a todo negócio. Porém, quem já se esqueceu de pagar por um determinado imposto, apresentar um balancete à fiscalização ou fazer um levantamento relevante sabe o quão valioso é ter um contador para cuidar dessas questões. O profissional contábil é, portanto, essencial a todo empreendimento, pois sua atuação vai além dos aspectos puramente técnicos. Atualmente, além de organizar as contas a pa
Empresa que desmembra atividades para reduzir impostos não pratica simulação

Empresa que desmembra atividades para reduzir impostos não pratica simulação

Assinantes Jornal Contábil
Não é simulação o desmembramento das atividades por empresas do mesmo grupo econômico, objetivando racionalizar as operações e diminuir a carga tributária. Com esse entendimento, a 2ª Turma Ordinária da 3ª Câmara do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais negou recurso de ofício da Fazenda Nacional e absolveu a Eucatex Indústria e Comércio da acusação de usar subsidiária para pagar menos PIS/Cofins. Com isso, a empresa se livrou de pagar, no mínimo, R$ 169,6 milhões. Em 2005, a empresa da família do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) constituiu a Eucatex AgroFlorestal para cultivar mudas e florestas próprias e produzir fibras vegetais. Quando entrou em recuperação judicial, em 2007, a Eucatex Indústria e Comércio transferiu, a título de integralização de capital e atendendo a ordem
Com débitos, Receita Estadual pode suspender atividades de 17 mil empresas no Espírito Santo

Com débitos, Receita Estadual pode suspender atividades de 17 mil empresas no Espírito Santo

Assinantes Jornal Contábil
Mais de 17 mil empresas capixabas podem ter suas atividades suspensas no dia 20 abril. É que nesta quarta-feira (13), a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) publicou na Imprensa Oficial do Estado (Dio) um comunicado alertando sobre a suspensão, caso as empresas não regularizem suas pendências legais junto ao Fisco Estadual. A decisão foi um acordo do Grupo de Trabalho da Secretaria de Estado da Fazenda (GTFAZ), na última reunião no dia 23 de março. As empresas com pendências deixaram de cumprir o disposto nos editais n° 005/2015, 006/2015 e 001/2016. Isso significa que 8.637 empresas não possuem contabilista responsável; 3.169 empresas não entregaram a Declaração de Informações Econômico-Fiscais (DIEF); e 5.266 deixaram de enviar a Escrituração Fiscal Digital (EFD). De acordo co
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.