Tag: declaração

MEI: Não erre na sua declaração à Receita

MEI: Não erre na sua declaração à Receita

Destaques
O prazo final para a entrega da declaração anual do MEI está marcado para o dia 31 de maio. Enquanto muitos correm para colocar a documentação em dia, é importante lembrar quais são os principais erros da declaração anual do MEI cometidos pelos empresários. Para evitar fazer parte na estatística daqueles que entregam a declaração anual com erros, foi feita uma lista com as falhas mais comuns cometidas pelos contribuintes. Saiba quais são e evite dor de cabeça. 1. Omissão de rendimentos Esse é o erro mais comum encontrado entre aqueles que fazem a declaração anual do MEI pela primeira vez. Omitir algum rendimento, seja lá por qual razão for, é o maior dos problemas. Para aqueles que emitem notas fiscais, o trabalho é mais simples: basta somar as notas emitidas e verificar qual é o
Sefaz-SP reduz burocracia para empresas optantes do Simples Nacional

Sefaz-SP reduz burocracia para empresas optantes do Simples Nacional

Destaques, News
A Secretaria da Fazenda implementou recentemente duas importantes iniciativas em benefício dos contribuintes optantes pelo regime do Simples Nacional. A Portaria CAT nº 38/2018, publicada em 05 de maio no Diário Oficial do Estado, retirou do rol de obrigados a apresentar a Declaração de Substituição Tributária, Diferencial de Alíquota e Antecipação (DeSTDA) os contribuintes que não tenham realizado operações no mês de referência. Cursos da área fiscal 100% online à partir de R$ 18,32 ao mês sem juros, clique e conheça! Desta forma, as empresas que não tenham valores a declarar não serão mais obrigadas a entregar a DeSTDA. Vale ressaltar que o contribuinte continuará a apresentar a declaração quando estiver inscrito como substituto tributário em outros Estados que exijam a entrega da o
Veja os 5 principais erros da declaração anual do MEI e como evitá-los

Veja os 5 principais erros da declaração anual do MEI e como evitá-los

+ Lidas, Destaques
Saiba quais são as falhas mais comuns na entrega da declaração e veja como corrigir seus erros antes do envio. O dia 31 de maio é o prazo final para a entrega da declaração anual do MEI. Enquanto muitos correm para colocar a documentação em dia, é importante lembrar quais são os principais erros da declaração anual do MEI cometidos pelos empresários. Cursos da área fiscal 100% online à partir de R$ 18,32 por mês, clique e conheça! Para evitar que você seja mais um na estatística daqueles que entregam a declaração anual com erros, listamos aqui quais são as falhas mais comuns cometidas pelos contribuintes. A ideia é que você possa reconhecê-los e evitá-los, corrigindo a sua declaração à tempo para que não haja dores de cabeça no futuro: 1. Omissão de rendimentos Esse é o erro mais comu
Como posso saber se está tudo certo com minha declaração do IRPF?

Como posso saber se está tudo certo com minha declaração do IRPF?

Destaques, Fique Sabendo
Após a entrega, a Receita Federal, através do serviço e-CAC, informa ao contribuinte a situação de sua declaração. Para acessar o Extrato da DIRPF, é necessário possuir certificado digital ou código de acesso. Cursos da área fiscal 100% online à partir de R$ 18,32 por mês, clique e conheça! No Extrato da DIRPF, também é possível: Verificar se o pagamento mensal das quotas do IRPF está sendo feito corretamente; Imprimir o Darf atualizado para pagamentos das quotas; Solicitar, alterar ou cancelar o débito automático das quotas; Identificar e parcelar débitos que estiverem em atraso; Solicitar o Pedido de Pagamento de Restituição (PERES). Principais situações das declarações apresentadas no Extrato da DIRPF Situação Significado Em processamento
DeSTDA Simples Nacional: Detalhes que você precisa conhecer

DeSTDA Simples Nacional: Detalhes que você precisa conhecer

CLT, Destaques
Se a sua empresa realiza operações interestaduais e é optante do Simples Nacional, é necessário se atualizar: o reconhecimento de  ICMS foi alterado. O DeSTDA para o Simples Nacional é a nova forma de declarar o imposto quando ocorre a substituição tributária, antecipação ou diferencial de alíquotas. Mas fique ligado: as regras variam de estado para estado, e nem todas as empresas estão obrigadas, como é o caso das empresas do DF. DeSTDA para o Simples Nacional: tire suas dúvidas A sigla é complicada, mas sua finalidade é simplificar uma obrigação tributária. Agora, se a sua empresa realiza operações interestaduais, como a venda de produtos para clientes de outros estados, fará o pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em um único arquivo digital, transmiti
MEI já fez sua declaração anual? Prazo encerra dia 31/05

MEI já fez sua declaração anual? Prazo encerra dia 31/05

Destaques, Fique Sabendo
Declaração Anual de Faturamento deve ser enviada para informar que o Microempreendedor segue operando e enquadrado como MEI Quem é Microempreendedor Individual (MEI) tem até o dia 31 de maio para enviar a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-Simei), que serve como uma espécie de renovação do CNPJ. Quem não protocolar o documento fica em situação irregular e sujeito a multa no valor mínimo de R$ 50. Cursos da área fiscal 100% online à partir de R$ 18,32 por mês, clique e conheça! A Declaração Anual do MEI deve ser entregue pela internet, pelo Portal do Empreendedor. Diferente do que acontece com o Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF), não é preciso ter em mãos nenhum documento além do cadastro da empresa, para fazer o envio. A DASN-Simei que precisa ser protocolada até 31 de
Não entregou a declaração do Imposto de Renda? Saiba o que fazer

Não entregou a declaração do Imposto de Renda? Saiba o que fazer

Destaques, Fique Sabendo
Se você não apresentou a Declaração de Imposto de Renda – Pessoa Física (DIRPF), no  prazo previsto, está sujeito ao pagamento de multa por atraso, calculada da seguinte forma: Cursos da área fiscal 100% online à partir de R$ 18,32 por mês, clique e conheça! – existindo imposto devido, multa de 1% ao mês-calendário ou fração de atraso, incidente sobre o imposto devido, ainda que integralmente pago, observados os valores mínimo de R$ 165,74 e máximo de 20% do imposto devido; – inexistindo imposto devido, multa de R$ 165,74. A multa terá por termo inicial o primeiro dia subsequente ao fixado para a entrega da declaração e por termo final o mês da entrega ou, no caso de não-apresentação, do lançamento de ofício. Portanto, a recomendação é: entregue a declaração ainda este mês! Caso
Atenção as novas cobranças do IRPF 2019

Atenção as novas cobranças do IRPF 2019

Destaques, Fique Sabendo
O prazo para a apresentação da declaração de imposto de renda de 2018 está chegando ao fim. No entanto, o Governo Federal já está pensando sobre quais serão as regras do próximo ano, e espera-se que o contribuinte apresente novas informações à Receita Federal (RFB) no IRPF de 2019. Esta informação foi publicada desde novembro de 2017 e parte dela começou a ser válida já este ano. No entanto, o ciclo de novidades deve ser concluído apenas para a declaração do ano seguinte em 2019. Vamos saber que informações extras serão cobradas e saber se você precisa se preparar para não ser surpreendido no próximo ano: 1. CPF dos dependentes A primeira mudança na quantidade de informação está relacionada aos dependentes. Até o ano passado, era obrigatório informar o CPF apenas dos que tinham 12 ano
Está chegando ao fim prazo para prestar contas ao Leão

Está chegando ao fim prazo para prestar contas ao Leão

Destaques, Fique Sabendo
O prazo para o envio da Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física teve início no dia 1.º de março de 2018, atingindo sua data limite no próximo dia 30 de abril. A Receita Federal liberou alguns programas para a Declaração de IR 2018, visando auxiliar os contribuintes no cumprimento de suas obrigações acessórias, disponibilizando o programa de envio da Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física para o exercício de 2018, ano-calendário 2017, para aplicativos de celular e tablet. A expectativa da Receita é de receber 28,8 milhões de declarações neste ano, 340 mil a mais do que o registrado no ano passado. A advogada tributarista Larissa de Castro Silveira, associada da Rocha, Marinho e Sales Advogados, explica que entre as novidades da Declaração de IR 2018, destaca-se o
Você sabe quais são as obrigações do MEI?

Você sabe quais são as obrigações do MEI?

Destaques, Fique Sabendo
Mesmo sendo o regime mais simplificado para uma empresa, existem algumas obrigações (não muito divulgadas) que às vezes acabam pegando os microempreendedores individuais de surpresa. Para que isso não aconteça com você, fizemos aqui um post descrevendo tudo com o que você, enquanto MEI, precisa ficar atento. Vamos lá? Cursos da área fiscal a partir de R$ 18,32 ao mês e sem juros? Clique aqui e conheça! Pagamento da DAS; Relatório mensal de receitas; Declaração anual (consolidando o faturamento); Entrega mensal de SEFIP (caso tenha um funcionário registrado), ou anual zerada, caso não possua funcionários. Pagamento da DAS: A DAS é o Documento de Arrecadação do MEI. Se dá por meio de uma única guia mensal, pela qual o Microempreendedor paga todos os impostos referentes à
História e as curiosidades (bizarras) por trás do Imposto de Renda da RFB

História e as curiosidades (bizarras) por trás do Imposto de Renda da RFB

Destaques, Fique Sabendo
Imposto adicional para solteiros, isenção de Imposto de Renda para escritor, a origem do Leão e outras bizarrices por trás da história do IR da RFB. No Brasil, a primeira tentativa de efetivação da taxa data o ano de 1843. Porém, a imposição colocada pelo setor empresarial do país levou o IR a ser fundado apenas em 1922, através da Lei 317. Até 1964, por sua vez, escritores, jornalistas e professores eram isentos da tributação e o status de relacionamento era um critério sobre o quanto de imposto o contribuinte seria obrigado a pagar. Confira os itens de algumas das normas mais bizarras da história do Imposto de Renda, indicadas segundo informações da própria RFB. Comparado às leis do passado, provavelmente você vai concordar que as regras de hoje talvez não sejam assim tão desagradávei
Novas mudanças na DIRF 2018

Novas mudanças na DIRF 2018

Destaques, Fique Sabendo
Todo ano no mesmo período o contribuinte precisa prestar contas ao Governo por meio da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (DIRF). No entanto, é comum algumas mudanças ocorrerem de um ano para o outro, algumas sutis, outras mais drásticas. De acordo com o advogado consultor do Sescap-Ldr, especialista em Causas Fiscais e Tributárias, Paulo Pimenta, a declaração para 2018 passa por algumas alterações que o contribuinte precisa se atentar. "Logo no início, com o objetivo de facilitar o preenchimento, o layout do programa foi remodelado e agora possui um Painel inicial que contém as fichas identificadas como as mais relevantes (a partir do histórico de utilização) para o preenchimento de sua declaração", ressalta o especialista. Pimenta reforça outra modificação importante para
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.