Tag: FISCO

Governo prevê R$ 283 bilhões de desconto em impostos

Governo prevê R$ 283 bilhões de desconto em impostos

Destaques, News
Concessão de benefícios de forma indiscriminada e sem verificação de resultados prejudica a eficácia das medidas de redução de impostos Em meio ao debate infindável sobre a necessidade de uma reforma fiscal no país, o governo federal prevê conceder R$ 283,4 bilhões em incentivos e benefícios fiscais em 2018 a vários setores da economia. Esse montante, que representa cerca de 20% da arrecadação da União, 4% do PIB nacional e supera o déficit previsto de R$ 159 bilhões nas contas da União neste ano, pode chegar a R$ 400 bilhões quando somados os chamados benefícios financeiros e creditícios. Cursos da área fiscal 100% online à partir de R$ 18,32 por mês, clique e conheça! Reconhecidas como uma forma de promover o desenvolvimento e a geração de empregos em vários países mundo afora, no B
Declaração de Imposto de Renda fora do prazo requer atenção

Declaração de Imposto de Renda fora do prazo requer atenção

Destaques, Fique Sabendo
Quem não entregou a declaração do Imposto de Renda (IR) 2018 (ano-base 2017) no prazo pode enviar o documento com atraso desde quarta-feira passada, mas está sujeito a multa. A penalidade mínima é de R$ 165,74, e a máxima chega a 20% sobre o tributo a pagar. Não é preciso baixar um novo programa para enviar a declaração fora do prazo. Quando a prestação de contas é feita, o próprio sistema gera automaticamente a guia para pagamento do tributo já considerando a multa. Cursos da área fiscal 100% online à partir de R$ 18,32 por mês, clique e conheça! Neste ano, a Receita Federal recebeu 29.269.987 declarações, acima da expectativa de 28,8 milhões do Fisco. O pagamento das restituições começa em 15 de junho e vai até 17 de dezembro, em sete lotes mensais. Quanto antes o contribuinte decla
Receita fecha o cerco às empresa, veja como estão cruzando as informações

Receita fecha o cerco às empresa, veja como estão cruzando as informações

Destaques, SPED
O Brasil é uma das nações mais burocráticas e complicadas de se fazer negócio no mundo. Segundo o Índice de Complexidade Financeira 2018 da TMF Group, o País é o segundo mais complexo entre 94 regiões analisadas, perdendo apenas para a China . E as maiores dificuldades observadas no levantamento estão relacionadas ao cumprimento das obrigações referentes às áreas de compliance ,fiscal e contábil , causado especialmente pelas constantes alterações emleis vigentes e ao frequente surgimento de novas regras . Para tentar reduzir essa complexidade - e aumentar o controle sobre informações fiscais relacionadas a retenções de impostos -, a Receita Federal institui a partir de maio a Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais (EFD-Reinf) . "O objetivo do projeto é int
Risco de autuação do fisco em vendas interestaduais

Risco de autuação do fisco em vendas interestaduais

Destaques
É comum, por parte das empresas paulistas, a venda de mercadorias para clientes localizados em outros estados. Esta operação é configurada como “venda interestadual”, com a alíquota de ICMS destacada na nota fiscal: 7% para estados da região Norte, Nordeste e Espírito Santo; 12% para estados da região Sul e Sudeste (exceto Espírito Santo); e 4% quando o produto for importado (importação direta ou indireta). Muito embora a venda interestadual seja legal e corriqueira, é necessário que os contribuintes fiquem atentos com possíveis autuações por parte do fisco paulista. Segundo o Regulamento do ICMS do Estado de São Paulo, a venda poderá ser presumida como uma operação interna quando o contribuinte não comprovar a saída da mercadoria para o outro estado (artigo 36, §4º, RICMS/SP). Podem
Começa hoje envio de declarações do IR fora do prazo

Começa hoje envio de declarações do IR fora do prazo

Destaques, Fique Sabendo
Quem perdeu o prazo para enviar a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física poderá fazê-lo a partir das 8h de hoje (2). O contribuinte será multado em 1% do imposto devido por mês de atraso (limitado a 20% do imposto total) ou em R$ 165,74, prevalecendo o maior valor. Não será necessário baixar um novo programa. O sistema automaticamente gerará a guia para o pagamento do tributo, acrescido da multa. Neste ano, o total de contribuintes que enviaram a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) foi 29.269.987, um crescimento de 1,63% em relação ao ano passado. O número superou a expectativa do Fisco de receber 28.800.000 declarações. Em 2017, 28.524.560 contribuintes haviam entregado o documento dentro do prazo. Restituições O pagamento das restituições começa em 15 de ju
6 passos para evitar autuações do fisco

6 passos para evitar autuações do fisco

Destaques, Dicas Jornal Contábil
Não importa se sua empresa faz parte do SIMPLES Nacional, se está no regime de Lucro Presumido ou Lucro Real: lidar com o fisco é um desafio. Afinal de contas, como se não bastasse o sistema tributário brasileiro ser bastante complexo, ele ainda está sempre passando por mudanças. A dor de cabeça surge quando o negócio não consegue lidar com os problemas, recebendo multas. Saiba desde já: é mais que possível escapar das autuações do fisco sem entrar na ilegalidade. Não acredita? Então acompanhe agora mesmo nossas dicas para melhorar seu controle fiscal e não ter que lidar com punições! 1. Elabore um calendário fiscal A verdade é que o fisco simplesmente não tolera atrasos. Por isso, por melhor que seja a justificativa da empresa ao perder um prazo, o resultado será o mesmo: multas e at
O que você precisa saber sobre o imposto de renda para empresas?

O que você precisa saber sobre o imposto de renda para empresas?

Destaques, Fique Sabendo
O imposto de renda para empresas é uma obrigação atribuída pela Receita Federal do Brasil — RFB às pessoas jurídicas. Geralmente, os jornais e a grande imprensa noticiam e falam bastante sobre a tributação para as pessoas físicas, deixando muitos empreendedores confusos a respeito do tipo de declaração que devem fazer. Para quem está iniciando a relação da empresa com o Leão, as dúvidas costumam ser mais frequentes. E mesmo aqueles que já estão acostumados com o procedimento podem ficar perdidos, pois a legislação é complexa e exige bastante atenção na hora de preencher formulários do Fisco. Apesar de parecer algo simples em um primeiro momento, esse tributo ainda gera confusão por parte dos contribuintes, especialmente os pequenos e médios empresários. Por isso, no artigo de hoje,
Posso dar baixa em empresa inativa mesmo com dívidas?

Posso dar baixa em empresa inativa mesmo com dívidas?

Destaques, Fique Sabendo
O empresário passa por muitas dificuldades durante sua trajetória e é comum ainda hoje sofrer efeitos de crises antigas, pois o fisco segue lhes executando dívidas fiscais antigas. Além de ter necessitado abandonar muitas vezes a atividade, ainda ficou devendo ao Estado por dívidas como de ICMS ou ainda Federal como Impostos de renda ou dívidas do Simples Nacional. Atualmente estes empresários sequer podem possuir um automóvel em seu nome que o Fisco vai lá e o penhora para pagamento da dívida. E pior, você ficou apenas com a dívida junto ao governo, e por este motivo não consegue de maneira alguma dar baixa em seu CNPJ, pois eles exigem a quitação. Pois bem, é diante de situações iguais, semelhantes ou até pouco parecidas que muitas empresas inativas a muitos anos ou até algum
Inovação e tecnologia modifica rotina do Fisco e de Contadores

Inovação e tecnologia modifica rotina do Fisco e de Contadores

Destaques, Fique Sabendo
Tecnologia automatiza processos repetitivos e transforma o profissional da contabilidade em consultor estratégico no aperfeiçoamento da gestão A inteligência artificial, que até pouco tempo atrás parecia possível apenas nas telas de cinema ou para departamentos mega sigilosos nas empresas, está cada vez mais presente na vida das pessoas: de smartphones a astutos eletrodomésticos, qualquer pessoa já sabe hoje o que é estar na mira do Big Brother. Na prática, isto significa ter suas movimentações (sejam estas físicas, financeiras ou tributárias, entre outras) sendo acompanhadas praticamente em tempo real , acrescidas de cruzamentos de informações pessoais ou corporativas, que muitas vezes revelam mais do que se gostaria. No mundo empresarial não é diferente: a tecnologia vem avançan
Saiba quais são os riscos no atraso de pagamento de impostos

Saiba quais são os riscos no atraso de pagamento de impostos

+ Lidas, Destaques
Estão previstos nas leis e nos códigos tributários fatos geradores que criam uma obrigação tributária ao contribuinte, seja ele pessoa física ou pessoa jurídica. Essas obrigações se traduzem, muitas vezes, em impostos a serem pagos, gerando uma dívida com o Fisco, que possui mecanismos de cobrança. Cursos da área fiscal a partir de R$ 18,32 ao mês e sem juros? Clique aqui e conheça! O não-pagamento em dia dos tributos, seja por desconhecimento, desorganização ou negligência, gera consequências. Hoje o blog do Tax Group cita algumas: Juros e multas Como citamos, o Fisco possui mecanismos para cobrar as dívidas dos contribuintes. Um dos recursos é a aplicação de juros e multas proporcional ao atraso do pagamento. No caso da Receita Federal, por exemplo, o site da instituição esclarece
EFD-Reinf: do mapeamento de informações à entrega ao Fisco

EFD-Reinf: do mapeamento de informações à entrega ao Fisco

Destaques
A EFD-Reinf (Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais) tem por objetivo a escrituração de rendimentos pagos e retenções de Imposto de Renda, Contribuição Social do contribuinte - exceto aquelas relacionadas ao trabalho - e informações sobre a receita bruta para a apuração das contribuições previdenciárias substituídas. Em conjunto com o eSocial, a EFD-Reinf irá substituir diversas obrigações acessórias, tais como a GFIP (Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social), a DIRF (Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte) e a DCTF (Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais Previdenciários e de Outras Entidades e Fundos). Substituirá também o módulo da EFD-Contribuições (Bloco P) que apura a CPRB (Contribuição Previdenciária sobre
Você sabe o que é a Contabilidade Tributária?

Você sabe o que é a Contabilidade Tributária?

Carreira, Destaques
Contabilidade tributária é uma especialização das ciências contábeis, responsável pela administração e controle de tributos dentro de empresas e organizações. Esse ramo profissional é importante para a saúde financeira de empresas de todos os portes e torna-se ainda mais essencial para companhias enquadradas nos regimes tributários de Lucro Real e Lucro Presumido. Cursos da área fiscal a partir de R$ 18,32 ao mês e sem juros? Clique aqui e conheça! A contabilidade tributária se apropria de conhecimentos do direito tributário para aplicar a normatização às atividades e operações da empresa em que atua. Além disso, utiliza também conceitos da economia para realizar análises de mercado. Trata-se de uma tarefa que inclui planejamento, interpretação e conhecimento técnico multidisciplinar. P
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.