Tag: OBRIGAÇÃO

Bloco K: Escrituração será obrigatória para controle de estoque referente a 2018

Bloco K: Escrituração será obrigatória para controle de estoque referente a 2018

Destaques, Fique Sabendo
Parte constituinte da EFD, o Bloco K consiste no livro registro de controle de produção e estoque na versão digital. Apresentando uma fiscalização mais rigorosa, a norma contribui para que a Receita Federal tenha um maior acesso a cada operação exercida, como da projeção do estoque de matéria-prima até o produto acabado, bem como a industrialização realizada, o que dificulta a ação de empresas que tentam burlar o Fisco. Cursos da área fiscal a partir de R$ 18,32 ao mês e sem juros? Clique aqui e conheça! A obrigação referente ao Bloco K foi instituída e começou a valer em 2017, com o objetivo de abolir a sonegação por parte das indústrias. Entretanto, empresas idôneas que não apresentam um controle efetivo da produção e estoque, também são penalizadas. Porém, é interessante ressaltar
MEI precisa declarar imposto como pessoa física

MEI precisa declarar imposto como pessoa física

+ Lidas, Destaques
Uma questão que deixa muitos empreendedores em dúvida é a da obrigatoriedade ou não de declaração de rendimento para os inscritos no cadastro de microempreendedor individual, conhecido como MEI. A dúvida persiste porque muitas informações circulam por aí. Alguns dizem que não há essa obrigação. Já outros afirmam que, assim como ocorre com todas as empresas, é imprescindível que a declaração seja feita no prazo — e por aí vai. Porém, é importante ter em mente que muitas referências divulgadas na internet e passadas de uma pessoa para outra não são corretas. Isso sem contar que, na maior parte das vezes, elas são incompletas. Com o objetivo de contribuir para que você entenda de uma vez por todas como funciona a declaração de rendimento para o MEI, o artigo de hoje abordará o assunto d
O que a contabilidade pode fazer pela sua empresa?

O que a contabilidade pode fazer pela sua empresa?

Destaques, Fique Sabendo
Muitos empresários e empreendedores, seja em ascensão ou com a carreira já consolidada, já se perguntaram, pelo menos uma vez na vida, sobre o que a contabilidade pode fazer pela sua empresa. Esse tipo de pensamento não é incomum, e nem mesmo errado. Hoje, discutirei com você sobre esse assunto, que é de suma importância não só para o mundo contábil, mas também para a gestão de qualquer negócio, visto que a contabilidade sempre se mostra como um dos pontos principais para o desenvolvimento de uma atividade, seja ela comercial ou sem fins lucrativos. O contador é o melhor amigo do homem (de negócios) Não pude evitar de fazer este jogo de palavras com a frase clássica. O contador é o grande aliado para os empresários e empresárias do Brasil, pois é ele quem auxilia na gestão da empresa de
Salário de Síndico? Lei, Tributação e Obrigações do Condomínio

Salário de Síndico? Lei, Tributação e Obrigações do Condomínio

Destaques, Fique Sabendo
O responsável pela administração do condomínio pode receber a isenção de taxa condominial ou uma remuneração Não é por acaso que Jorge Ben, na música W/Brasil, manda chamar o síndico. É ele o responsável por organizar e manter a ordem do condomínio. O cargo exige uma capacidade administrativa, relacionamento interpessoal e, principalmente, comprometimento com as regras estabelecidas pela convenção do condomínio. As exigências para a função vêm aumentado à medida que são estabelecidos os condomínios maiores e mais complexos. Antes os prédios com poucos andares permitiam que um dos moradores tomasse a frente da função, constituindo essa relação diária de convivência com a comunidade local. Hoje, com condomínios maiores onde áreas de uso comum são mais extensas e com mais opções, o trabalho
Prazo Para a Entrega do Comprovante de Rendimentos de 2017 Vence em 28.02.2018

Prazo Para a Entrega do Comprovante de Rendimentos de 2017 Vence em 28.02.2018

Destaques, News
O Comprovante de Rendimentos pagos e de retenção do imposto de renda é uma obrigação acessória devida por todas as pessoas físicas ou jurídicas, à pessoa física beneficiária que tenha recebido rendimentos sujeitos à retenção do imposto de renda na fonte durante o ano de 2017. O Comprovante de Rendimentos deverá ser impresso na cor preta, em papel branco, no formato 210 x 297 mm, com as características do modelo aprovado, devendo conter, no rodapé, o nome e o número de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica – CNPJ da empresa que os imprimir. A fonte pagadora que emitir o Comprovante de Rendimentos por meio de processamento eletrônico poderá adotar layout diferente do estabelecido pela Instrução Normativa RFB 1.682/2016, desde que contenha todas as informações nela previstas, se
Retificar a Dirf 2018? Saiba como e quando fazer a correção

Retificar a Dirf 2018? Saiba como e quando fazer a correção

Destaques, Dicas Jornal Contábil
A Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte é uma obrigação que as empresas devem entregar todos os anos para a Secretaria da Receita Federal. O prazo final para entregá-la está chegando: 28 de fevereiro é o último dia! Bom, como você já sabe, o preenchimento dessa Declaração é uma obrigação do contador. Mas, muitas vezes os seus clientes podem mandar informações erradas ou você mesmo pode acabar cometendo algum erro. Por isso, a Receita Federal do Brasil (RFB) permite a retificação da Declaração. Mas você sabe como fazer isso? No artigo de hoje, vamos te mostrar como retificar a Dirf e como um software de gestão contábil pode te ajudar nessa tarefa. Não perca tempo e continue a leitura! Quando você deve retificar a Dirf? Quando a entrega da Declaração é feita pelo Receitanet,
Vai pagar o IPTU? Veja 4 pontos importantes sobre o assunto

Vai pagar o IPTU? Veja 4 pontos importantes sobre o assunto

+ Lidas, Destaques
Chegou janeiro e com ele a cobrança do IPTU, você sabe o que é IPTU? Sabe quem te cobra o IPTU? E quais são os seus direitos como contribuinte? Qual o significado? IPTU significa: Imposto predial e Territorial urbano. Como dispõe o art. 32 do Código tributário nacional: Art. 32. O imposto, de competência dos Municípios, sobre a propriedade predial e territorial urbana tem como fato gerador a propriedade, o domínio útil ou a posse de bem imóvel por natureza ou por acessão física, como definido na lei civil, localizado na zona urbana do Município. Ou seja, Todo aquele que possui a propriedade, domínio útil ou posse de um bem imóvel, possui a obrigação do pagamento do imposto. Quem é competente para cobrar o IPTU? A competência da cobrança, determinação de valores e forma de pagamento
eSocial: entenda os prazos da obrigação

eSocial: entenda os prazos da obrigação

Destaques, eSocial
O eSocial tem como prazo oficial janeiro de 2018, para empresas com faturamento acima de 78 milhões e junho de 2018, para as demais. O eSocial Doméstico, já está em vigor desde outubro de 2015. O documento unificou o pagamento dos tributos e do FGTS. Importante: Os empregadores domésticos devem realizar o pagamento do Documento de Arrecadação do eSocial (DAE) referente à competência do mês anterior, no início do mês subsequente. Documentos gerados a partir do prazo final, serão calculados com multa de 0,33% por dia de atraso. O projeto eSocial tem como principal objetivo diminuir a burocracia que envolve a entrega de obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas, já teve sua data inicial prorrogada por diversas vezes. Prazos do eSocial Empresas   O sistema será
DCTF – Entrega das inativas e sem movimento de janeiro e fevereiro de 2017 poderá ser transmitida até 22 de maio

DCTF – Entrega das inativas e sem movimento de janeiro e fevereiro de 2017 poderá ser transmitida até 22 de maio

Destaques, Fique Sabendo
A Receita Federal prorrogou para 22 de maio deste ano, o prazo de entrega da DCTF das pessoas jurídicas inativas ou sem débito a declarar nos meses de janeiro e fevereiro de 2017 A alteração do prazo de entrega ocorreu com a publicação (DOU de 06/03) da Instrução Normativa nº 1.697/2017. O prazo de entrega DCTF da competência janeiro de 2017 tinha como vencimento dia 21 de março deste ano. A Receita Federal já havia através de nota divulgado que o prazo de entrega da obrigação para as inativas e sem movimento seria prorrogado. A prorrogação do prazo de entrega da DCTF dos meses de janeiro e fevereiro de 2017, das inativas ou que não tenham débitos a declarar para 22 de maio de 2017 "veio em boa hora”. Para alterar o prazo de entrega da obrigação, a Receita Federal acrescento
Nova obrigação acessória que coloca as multinacionais no alvo da fiscalização

Nova obrigação acessória que coloca as multinacionais no alvo da fiscalização

Fique Sabendo
Por Vanessa Miranda M. P. Cavazzana, Gerente da Consultoria Tributária da Thomson Reuters no Brasil Inserido no contexto da ação 13 do BEPS - Erosion and Profit Shifting, na sigla, em inglês, ou Erosão da Base e Transferência de Lucros, cujo objetivo é combater o desgaste da base tributária e o desvio de lucros, o Brasil promulgou o texto da Convenção sobre Assistência Mútua Administrativa em Matéria Tributária emendada pelo Protocolo de 1º de junho de 2010. Em linhas gerais, a Convenção dispõe sobre a assistência administrativa em matéria tributária, compreendendo: a) a troca de informações, incluindo fiscalizações tributárias simultâneas e a participação em fiscalizações tributárias levadas a efeito no estrangeiro; b) a cobrança de créditos tributários, incluindo as medidas cautela
Confira as 10 principais dúvidas sobre a DIRF

Confira as 10 principais dúvidas sobre a DIRF

Destaques, Fique Sabendo
São várias as obrigações tributárias acessórias devidas pelas empresas e cada uma delas tem suas peculiaridades e legislação específica. Por esse motivo, o domínio de suas regras representa um desafio para os profissionais dos departamentos fiscal, trabalhista e contábil. Dentre as inúmeras obrigações anuais da pessoa jurídica está a Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF), cujo preenchimento e transmissão podem gerar uma série de dúvidas. O objetivo de tal obrigação é informar corretamente à Receita Federal do Brasil os rendimentos pagos a pessoas físicas e jurídicas domiciliadas no país, o montante do Imposto de Renda e das Contribuições retidas na fonte, os pagamentos a planos de saúde contratados pela empresa em benefício de seus funcionários, além de informações relac
Você sabe o que é a moratória no crédito tributário?

Você sabe o que é a moratória no crédito tributário?

Destaques, Dicas Jornal Contábil
É sabido que o crédito tributário é o que confere exigibilidade à obrigação principal,  ou seja, o tributo ou penalidade pecuniária devidos ao Estado. Sabe-se também que o crédito tributário se constitui pelo lançamento, procedimento formal vinculado e privativo das autoridades fazendárias federais, estaduais, municipais ou distritais, por força da disposição do artigo 142 do CTN. É apenas com o lançamento que se confere certeza e liquidez à obrigação tributária, garantindo-lhe a exigibilidade por meio do crédito. No entanto, em algumas hipóteses previstas taxativamente no artigo 151 do mesmo diploma legal, tem a suspensão da exigibilidade do crédito tributário. In verbis: Art. 151. Suspendem a exigibilidade do crédito tributário: I – moratória; II – o depósito do seu montante
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.