Tag: tributos

Fique de olho: Calendário de Restituição do Imposto de Renda 2018

Fique de olho: Calendário de Restituição do Imposto de Renda 2018

Destaques, Fique Sabendo
Com o fim do prazo de entrega da Declaração Anual de Imposto de Renda, é hora de ficar de olho nos prazos para receber a restituição em 2018. Passado o período de entrega da Declaração Anual de Imposto de Renda, é chegada a hora para muitos de ficar de olho no calendário de restituição do Imposto de Renda 2018. Como acontece todos os anos, a restituição é feita em lotes, mês a mês. Cursos da área fiscal 100% online à partir de R$ 18,32 por mês, clique e conheça! Para 2018, a previsão é que as restituições começam a ser pagas a partir do dia 15 de junho. Estão previstos sete lotes no total, sendo que o último deles deve ter o pagamento realizado no dia 17 de dezembro 2018. Confira abaixo qual é o calendário de restituição do Imposto de Renda para este ano. Calendário de Restituição do I
Novidade: Empresa que contratar pessoas que recebem Bolsa Família poderá pagar menos tributos

Novidade: Empresa que contratar pessoas que recebem Bolsa Família poderá pagar menos tributos

Carreira, Destaques
Empresas que contratarem empregados que recebem Bolsa Família poderão ter um regime especial de tributação, com redução de 40% a 100% em quatro tributos(IRPJ, CSLL, PIS e Cofins). O abatimento vai variar de acordo com o percentual de trabalhadores no programa e só será concedido para empresas que tenham pelo menos 40% dos profissionais oriundos de famílias beneficiárias. Essa proposta foi aprovada pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara dos Deputados, e ainda será analisada pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Segundo o Projeto de Lei 7563/17, para companhias com 40% de funcionários que recebiam a bolsa, por exemplo, a redução será de 40%. O pagamento desses tributos poderá ser totalmente dispen
Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) você sabe o que é esse tributo?

Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) você sabe o que é esse tributo?

Destaques, Fique Sabendo
CSLL – Contribuição Social sobre Lucro Líquido Sempre que calculamos os resultados da empresa no período precisamos considerar aCSLL – Contribuição Social sobre Lucro Líquido, certo? Mas você sabe o que é, exatamente, esse tributo? O Brasil possui uma alta carga tributária – com tributos de competência federal, estadual e municipal. O conhecimento sobre esses impostos, taxas e contribuições é muito importante para entender o que a sua empresa está pagando e buscar minimizar o impacto da carga tributária nas despesas, certo? Neste artigo veremos as principais informações sobre a CSLL – Contribuição Social sobre Lucro Líquido. Confira. O que é CSLL? A CSLL é um tributo de competência federal destinado ao financiamento da Seguridade Social que incide sobre o lucro líquido do perí
Substituição tributária: saiba como funciona e a quem se aplica

Substituição tributária: saiba como funciona e a quem se aplica

+ Lidas, Destaques
Quem atua na venda de produtos deve saber o que é substituição tributária. Mas não apenas entender o conceito, como também as regras que se aplicam ao recolhimento de impostos nessas operações. Como você deve saber, o cálculo e pagamento de tributos está diretamente relacionado com as finanças da empresa. Qualquer equívoco nessa hora pode resultar em prejuízos no caixa. Isso acontece tanto ao pagar mais impostos do que a legislação prevê ou menos do que lhe é exigido. Nesse segundo caso, juros e multas são uma penalidade óbvia, mas nunca se pode esquecer que a sonegação é crime. Ou seja, o que é ruim sempre pode piorar. É por isso que você precisa saber as regras do jogo. Afinal, quem quem paga substituição tributária? Como funciona a substituição tributária no S
Posso dar baixa em empresa inativa mesmo com dívidas?

Posso dar baixa em empresa inativa mesmo com dívidas?

Destaques, Fique Sabendo
O empresário passa por muitas dificuldades durante sua trajetória e é comum ainda hoje sofrer efeitos de crises antigas, pois o fisco segue lhes executando dívidas fiscais antigas. Além de ter necessitado abandonar muitas vezes a atividade, ainda ficou devendo ao Estado por dívidas como de ICMS ou ainda Federal como Impostos de renda ou dívidas do Simples Nacional. Atualmente estes empresários sequer podem possuir um automóvel em seu nome que o Fisco vai lá e o penhora para pagamento da dívida. E pior, você ficou apenas com a dívida junto ao governo, e por este motivo não consegue de maneira alguma dar baixa em seu CNPJ, pois eles exigem a quitação. Pois bem, é diante de situações iguais, semelhantes ou até pouco parecidas que muitas empresas inativas a muitos anos ou até algum
Contribuição sindical obrigatória: um embate econômico sem suporte jurídico

Contribuição sindical obrigatória: um embate econômico sem suporte jurídico

Destaques, Fique Sabendo
Possivelmente uma das maiores polêmicas que acompanham a tão noticiada reforma trabalhista, levada à existência pela Lei nº 13.467/2017, seja a revogação da contribuição sindical obrigatória. Cursos da área fiscal a partir de R$ 18,32 ao mês e sem juros? Clique aqui e conheça! De acordo com o regramento que prevaleceu até a reforma trabalhista, o empregador deveria, anualmente, descontar da remuneração de seu empregado o equivalente à remuneração por um dia de trabalho e repassar esses valores ao sindicato correspondente. Para se ter uma ideia, tal arrecadação significou, no ano de 2016, receita equivalente a R$ 3,5 bilhões, segundo o Ministério do Trabalho e Emprego. Com a nova regra, o desconto apenas pode ser feito se expressamente autorizado pelo empregado, ou seja: a contribuição
Capital de Giro e Empréstimos para Empresas: Como funciona?

Capital de Giro e Empréstimos para Empresas: Como funciona?

Destaques, Fique Sabendo
Entender sobre finanças é um desafio para muitas pessoas. Se já é difícil fazer isso na sua vida pessoal, imagina então fazer isso abrindo uma nova empresa. Nesses casos, suas finanças passam a depender não somente de você, mas de toda a gestão do negócio. Entenda o que é capital de giro, como gerenciar suas finanças e saiba como obter empréstimos para empresas pode te ajudar a manter uma boa saúde financeira em seu negócio. Cursos da área fiscal a partir de R$ 18,32 ao mês e sem juros? Clique aqui e conheça! Capital de Giro – o que é? Capital de Giro é, resumidamente, o dinheiro que você precisa ter para conseguir gerenciar seu negócio de forma saudável, pagando todas as contas em dia e tendo dinheiro suficiente para aceitar compras parceladas e cumprir com suas obrigações financeiras
Você conhece os tributos que está pagando?

Você conhece os tributos que está pagando?

Destaques, Fique Sabendo
Nesta semana nós vamos falar sobre impostos, taxas e contribuições de melhorias. Impostos são comuns em todos os países. Ocorre que o Brasil está entre os dez países que mais paga imposto no mundo. Tudo a nossa volta tem imposto. O maior problema é que os valores recebidos com os impostos não são repassados de forma correta aos brasileiros, que precisam pagar por serviços que deveriam ser garantidos pelo Estado, como saúde e educação. Cursos da área fiscal a partir de R$ 18,32 ao mês e sem juros? Clique aqui e conheça! Em via de regra, imposto é todo o montante de dinheiro que os cidadãos de um país devem pagar ao Estado para garantir a funcionalidade de serviços públicos e coletivos. Acontece que nós, brasileiros, trabalhamos em média 04 meses do ano só para pagarmos imposto e não ve
Vantagens e desvantagens do Lucro Presumido e do Lucro Real

Vantagens e desvantagens do Lucro Presumido e do Lucro Real

Destaques, Fique Sabendo
Está na dúvida sobre qual regime adotar? Lucro Real ou Lucro Presumido? Bem, os dois apresentam vantagens e desvantagens. Neste artigo, vamos apresentar de forma simples e clara os melhores pontos de cada regime tributário. Afinal, não se engane. Após atingir o teto do Simples Nacional nem sempre o Lucro Presumido é o melhor caminho. O Lucro Real, apesar de sua complexidade maior, pode acabar compensando e ser a escolha que irá favorecer mais a economia tributária da sua empresa. Cursos da área fiscal a partir de R$ 18,32 ao mês e sem juros? Clique aqui e conheça! A grande vantagem do Lucro Real é que o  IRPJ e CSLL são calculados com base no resultado real de uma empresa, isso diminui distorções. É possível ainda compensar  prejuízos realizados em apurações futuras de lucro na base de c
Quais são os impostos pagos na emissão de nota fiscal eletrônica?

Quais são os impostos pagos na emissão de nota fiscal eletrônica?

+ Lidas, Destaques
A NF-e é um documento muito prático, rápido e seguro para os empresários. Ela é emitida e armazenada eletronicamente para registrar as operações de circulação de mercadorias ou de prestação de serviços, e tem a mesma validade jurídica que a nota impressa. Em se tratando dos impostos da nota fiscal eletrônica para micro e pequenos empreendedores, não existem diferenças entre a nota de papel e a eletrônica. O emissor continua sujeito aos mesmos impostos, sejam eles municipais, estaduais ou federais. Cursos da área fiscal a partir de R$ 18,32 ao mês e sem juros? Clique aqui e conheça! Em uma mesma alíquota, os seguintes impostos são recolhidos se o empreendedor estiver enquadrado no Simples Nacional: ICMS, IPI, COFINS, ISS, IRPJ e CSLL. Confira a seguir mais informações sobre esses im
Qual é a diferença entre lucro real e lucro presumido?

Qual é a diferença entre lucro real e lucro presumido?

Destaques, Fique Sabendo
Se existe um assunto que costuma deixar qualquer empreendedor de cabelo em pé é a questão da tributação, principalmente quando consideramos a complexa legislação do nosso país. Apesar de não ser o mais legal dos temas, é preciso que o gestor se mantenha atento e informado, pois qualquer detalhe pode alterar o valor dos tributos. Cursos da área fiscal a partir de R$ 18,32 ao mês e sem juros? Clique aqui e conheça! Um desses pontos de atenção é a questão dos tributos calculados por lucro real e lucro presumido. Ambos os modelos apresentam suas vantagens, dependendo apenas das necessidades e das características do seu negócio. É preciso, portanto, fazer uma escolha sábia nesse momento, de preferência com o auxílio de um contador. Para trazer informações importantes sobre esse assunto, cr
Sublimite do Simples Nacional – ICMS e ISS

Sublimite do Simples Nacional – ICMS e ISS

Destaques, Fique Sabendo
O QUE É São limites diferenciados de Receita Bruta Anual – RBA, válidos apenas para efeito de recolhimento do ICMS e do ISS. No estado de São Paulo o sublimite é de R$ 3,6 milhões. O QUE MUDA Se em 2018, sua empresa ultrapassar o Sublimite/Receita Bruta Anual – RBA de 3,6 milhões: ● em até 20% (R$ 4.320.000,00), desde que não ultrapasse o teto de R$ 4,8 milhões: continuará recolhendo no Simples Nacional os tributos federais, mas estará impedida de recolher o ICMS/ISS no Simples Nacional a partir do ano seguinte; ● em mais de 20% (R$ 4.320.000,00), desde que não ultrapasse o teto de R$ 4,8 milhões: a empresa continuará recolhendo no Simples Nacional os tributos federais, mas estará impedida de recolher o ICMS/ISS no Simples Nacional a partir do mês seguinte. Se em 2018, su
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.