Terceirizar ou Não? Quanto custa um colaborador para uma Microempresa

0

Se você tem uma empresa que está em crescimento, já deve ter se perguntando se deve terceirizar ou não. Mas, afinal, quanto custa um funcionário para uma microempresa

A contratação de funcionários internos – que não são terceirizados – envolve diversos custos, inclusive com benefícios, como plano de saúde corporativo, por exemplo. 

Por esse motivo, alguns empreendedores, principalmente de pequenas empresas, ficam se questionando se a terceirização é uma boa opção. 

A diferença entre trazer um funcionário para a equipe e terceirizar a função tem um grande impacto em suas atividades de trabalho do dia-a-dia, no resultado de seu projeto e – é claro – em seus resultados financeiros.

A má notícia: não há uma definição clara de quando terceirizar e quando manter o trabalho internamente; cada situação é única e você deve avaliar cada decisão com base em suas próprias características para garantir que tenha o ajuste certo.

A boa notícia: existem definições claras dos benefícios entre as duas opções; portanto, tomar uma decisão é meramente um processo de descobrir o que você precisa.

Continue a leitura para saber mais sobre a questão de terceirizar ou não e quanto custa um funcionário para uma microempresa!

Contratação Interna x Terceirização 

A primeira coisa necessária para tomar a decisão de terceirizar ou não é compreender quais são os benefícios de cada opção e você confere isso a seguir. 

Benefícios da Contratação Interna 

  • Um funcionário terá maior adesão à sua empresa;
  • O conhecimento e as habilidades desenvolvidas ao trabalhar em seus projetos são mantidos internamente e estão disponíveis para uso posterior;
  • Um funcionário tem mais familiaridade com sua organização, simplesmente porque está no local o tempo todo. Isso pode ser útil quando você precisa lançar um projeto rapidamente. Também pode evitar a duplicação dos esforços de trabalho que podem ocorrer na comunicação de seus funcionários para o contratante;
  • Ao contratar alguém, você tem maior controle de custos. Se um projeto vai além do prazo e alguém volta depois do expediente, os custos permanecem os mesmos.

Sinais que você deve contratar alguém internamente

  • Você tem uma cultura de trabalho específica que deve ser evidente em tudo o que você faz e em todas as pessoas com quem trabalha;
  • Esta função é uma competência chave do seu negócio;
  • Você é uma grande organização com uma forte marca de empregador;
  • As atividades envolvem segredos comerciais ou altamente confidenciais que podem prejudicar o seu negócio se forem divulgados.

Benefícios da Terceirização

  • Processo de integração mais simples. Encontrar a empresa certa para terceirizar é um processo mais fácil do que encontrar um novo funcionário, porque a maioria das empresas deseja o seu negócio. Em vez de gerenciar o treinamento e o pagamento de um funcionário, incluindo férias, licença médica e o aumento inevitável, uma empresa externa é um simples contrato de trabalho.
  • Continuação garantida e sem tempo de inatividade. A menos que você esteja trabalhando com uma pequena agência, a terceirização do seu trabalho garante que não haja paradas não programadas, como férias, doença ou luta por uma substituição em uma licença por serviço prolongado.
  • Experiência concentrada. As empresas especializadas geralmente são capazes de recrutar especialistas com experiência mais profunda. Por trabalharem em diversos projetos, eles têm um conhecimento mais amplo do assunto, o que beneficiará a qualidade do seu projeto.
  • Não há necessidade de investir em equipamentos. Se a função exigir equipamento especializado, como ferramentas de design ou software, você será responsável por fornecê-los para um funcionário. Quando você terceiriza, o contratante arca com essa despesa.

Sinais que você deve considerar Terceirizar

  • Você não tem certeza se o trabalho continuará após este projeto ou se há trabalho suficiente para justificar uma posição contínua;
  • Você é uma empresa menor se estabelecendo no mercado;
  • A função não é uma competência central do seu modelo de negócios. Para tornar isso um pouco mais fácil para você, reunimos uma lista das etapas a serem seguidas para decidir entre internar e terceirizar uma função.

Etapas para decidir entre contratação interna e terceirizar

Aqui estão algumas etapas importantes para decidir entre a contratação interna e terceirizar funcionários. 

Identifique quais áreas você pode terceirizar 

Antes de decidir se vai tercerizar, você precisa identificar quais áreas pode terceirizar e onde você precisa de ajuda agora . Essas áreas podem incluir:

  • Marketing online, especialmente SEO, campanhas PPC, site para celular e todo o marketing de entrada;
  • Manutenção e desenvolvimento de sites;
  • Administração virtual, através de sites freelancers;
  • Contabilidade;
  • Pedidos (utilizar um sistema de pedidos);
  • Desenvolvimento e programação de software;
  • Call centers / suporte online;
  • Manutenção de TI.

Identifique todos os custos

Ao considerar a diferença financeira entre as duas opções, lembre-se de incluir os custos de seu tempo e energia emocional. 

Embora a contratação interna seja geralmente mais barata no papel, há uma série de responsabilidades que acompanham o gerenciamento de um novo membro da equipe. 

Isso inclui garantir que você tenha trabalho suficiente em uma base contínua e fornecer treinamento e oportunidades de avanço. Não se esqueça que você também precisará investir em equipamentos e um local para sentar para o novo funcionário!

Identifique funções críticas de negócios 

Algumas funções que precisam ser desempenhadas por uma empresa não fazem realmente parte do modelo de negócios; em vez disso, eles fazem parte da gestão do próprio negócio. 

Por exemplo, para algumas empresas, as atividades de marketing online são uma parte importante de sua vantagem competitiva, e sua capacidade de movimentar milhões de dólares depende desse desempenho. 

Para outros, o marketing online é simplesmente o que eles fazem para manter as vendas, mas seus principais recursos estão na fabricação ou no design. 

Se a função na qual você precisa de ajuda não for uma função central do seu modelo de negócios, a terceirização provavelmente criará menos dores de cabeça para você.

Identifique o quanto a cultura é importante

Você tem uma cultura única em sua organização que realmente define por que seus clientes o amam? 

Cada empresa cria sua própria cultura e, mesmo que você encontre alguém que se aproxime de uma agência externa ou freelancer, eles nunca serão 100% seus. Você pode incutir cultura com mais facilidade em um funcionário em tempo integral

Quanto custa um funcionário para uma microempresa?

Agora que você já sabe o que deve considerar para escolher entre fazer contratação de internet e terceirização, quanto será que custa um funcionário para a empresa?

De acordo com as regras da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), o colaborador tem direito a: 

  • Férias;
  • 13° salário;
  • Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Também existem os encargos sociais, que a empresa paga para órgãos diversos. Esses encargos vão variar de acordo com o regime tributário. 

Vale dizer que o vale-transporte é uma obrigação coletiva. Portanto, ele não deve ser incluído no salário do funcionário, mas sim pago a parte. 

Os benefícios como vale-refeição e vale alimentação não são obrigatórios e também são definidos de acordo com a categoria. 

Outra coisa importante a dizer é que a empresa pode oferecer e arcar com outros benefícios, como plano odontológico, auxílio creche, plano de saúde e assim por diante. 

Saber o valor exato de quanto custa um funcionário para empresa é um pouco complicado, já que cada negócio tem as suas necessidades. Além disso, as taxas e valores a serem pagos vai depender do regime tributário que a sua empresa segue. 

Conclusão

Os custos de um funcionário para uma empresa depende muito do que você está disposto a oferecer a seus colaboradores. 

O que podemos dizer é que existem algumas taxas e valores que devem ser pagos quando falamos em contratação interna. 

De modo geral, teoricamente, a contratação terceirizada é mais barata, já que não tem os gastos que são obrigados por lei e um convite a despesas. Porém, é esse o tipo de negócio que você quer ter? Vale a pena deixar a contratação interna de lado? 

Faça uma avaliação das duas opções, compreenda quais são os cálculos necessários para saber o quanto custa um funcionário e tome a sua decisão.