Ticket Médio: Como funciona e como fazer o cálculo?

0

O sucesso da sua empresa é algo que se pode medir de muitas formas. Uma delas é pelo ticket médio, um importante indicador de desempenho que pode ser aplicado inclusive a diferentes setores da organização.

Saiba mais a seguir e aprenda a calculá-lo!

O que é o ticket médio?

O ticket médio é um indicador de desempenho das atividades do negócio.

Desta forma, ele indica o valor médio, por exemplo, das vendas por cliente, apontando a quantidade de produtos ou serviços contratados por cada cliente a partir de um período definido com todas as vendas ou negociações feitas.

Por isso, ele considera como base o valor do faturamento total em relação ao número de vendas realizadas por períodos. 

Então, ao calcular o desempenho de uma campanha de marketing, por exemplo, em determinado período, é preciso levar em conta apenas o período das ações, seja para determinadas operações ou simplesmente para determinados produtos ou serviços.

Desta foma, o ticket médio é um indicativo poderoso, que com outros, pode oferecer dados muito importante sobre as suas decisões passadas, sobre o retorno do investimento e das ações e permite ainda planejar melhor as suas vendas futuras.

O que é preciso considerar para calcular o ticket médio?

Vale ressaltar, incialmente, é que os tickets médios não devem ser interpretados isoladamente.

Do contrário, os resultados serão inconclusivos se não comparados com outros dados do período.

Além disso, com o ticket médio é possível comparar diversos resultados por meio de uma frequência medições de produtos do mesmo tipo ou gênero.

Como funciona?

A grosso modo, quando o ticket médio aumenta é pode significar que um mesmo cliente está realizando compras mais expressivas e está também gastando mais.

Desta forma, uma estratégia seria focar em vender mais para um cliente do que engajar um novo público, por exemplo.

Além disso, a empresa gastaria menos com este cliente que já é comprador, já que os custos seriam menores em frete e novos clientes.

CLT

O ticket médio pode ainda ajudar a avaliar a rentabilidade, a lucratividade, a produtividade, as conversões, entre outros dados.

No entanto, para que isso aconteça, é preciso fazer a medição com certa frequência.

Como realizar o cálculo?

É muito simples calcular o ticket médio do seu negócio.

O primeiro passo é definir o período de análise – pode ser um dia, um mês, uma quinzena ou algum período de ação da empresa.

O segundo passo é definir o número de clientes que foram atendidos, as conversões em vendas destes atendimentos, o valor gasto por cada consumidor e outros dados relevantes.

Depois, divide-se o número de clientes (ou outros dados acima citados) pelo tempo destacado.

E pronto, este será o ticket médio.

Aplica-se este resultado às ações tomadas – em vendas, no marketing, na produção, etc. – para aumentar ainda mais as vendas num próximo período de medição.

E em seguida, faz-se a comparação com outros indicadores e aspectos do negócio.

Sabendo o ticket médio, é possível investir melhor em treinamento, mudar a equipe de vendas, priorizar determinadas estratégias em relação a outras, dedicar melhor o orçamento para novas ações, criar ofertas mais segmentadas, otimizar o processo de satisfação e experiência do cliente, e muito mais.

Veja também: Tributação monofásica – O que é? Saiba mais!

Por: Guilherme Pagotto, Sócio da O|S|P Contabilidade, responsável por novos negócios.

Fonte: OSP Assessoria Contábil

Imagem: OSP Assessoria Contábil