A rotina de trabalho em um escritório de advocacia é, por si só, pesada e desgastante. Isso porque o advogado precisa lidar com prazos, atendimento ao cliente, preparação para audiência e sustentação oral de inúmeros processos ao mesmo tempo. Além, é claro, de estar sempre estudando, haja vista as constantes mudanças nas legislações brasileiras, e de estar sempre disponível para encontros com eventuais clientes. Enfim, trata-se de um trabalho que exige muito do profissional. Em razão disso, é interessante repensar as prioridades e delegar a outros profissionais as funções que exigem conhecimento específico e que sejam cruciais para o sucesso do empreendimento, como é o caso da contabilidade. Se o seu escritório ainda não conta com a assessoria de contabilidade para advogados, continue lendo o post para entender por que ela é tão importante.

1. Qual a importância da contabilidade para advogados?

A abertura de um escritório de advocacia requer a tomada de decisões importantes, como capital social, natureza jurídica, regime de tributação, porte do escritório e participação de sócios. Todas essas escolhas vão ter influência direta na carga tributária a ser recolhida pela banca. Iniciar esse processo de forma equivocada pode comprometer a lucratividade do negócio e, consequentemente, o seu sucesso.

Todavia, não é só no momento de abertura do negócio que a assessoria contábil se revela importante. Afinal, há uma relação de documentos contábeis que precisam ser devidamente completados para evitar erros, incidência de multas e de outros problemas administrativos. Entre esses documentos, destacam-se a escrituração contábil e fiscal, a preparação da folha de pagamento dos funcionários, o cálculo de tributos e a emissão de balancetes e outros demonstrativos contábeis.

Nesse sentido, transferir o trabalho de contabilidade do escritório para profissionais capacitados é ter a certeza de que a contabilidade está sendo feita da forma correta, de que os tributos estão sendo recolhidos na medida e de que não haverá problema com o fisco no futuro.

2. Quais funções podem ser desempenhadas por um escritório de contabilidade?

A assessoria contábil envolve o desempenho de diversas funções. Como ressaltado anteriormente, essa assessoria pode se fazer presente desde a abertura do negócio até o seu dia a dia.

Assim, em regra, são desempenhadas as atividades de escrituração contábil e fiscal, a emissão de balancetes e de demonstrativos de resultados, o preparo da folha de pagamento, assim como o cálculo e o consequente recolhimento dos tributos.

Anúncios

Todavia, existem outros serviços especializados que também podem ser oferecidos, tais como planejamento financeiro e tributário, verificação da possibilidade de redução de custos, análise dos balanços e demonstrativos de resultado, verificação dos resultados a fim de se identificar as margens de lucro ou prejuízo, além de atividades de legalização. Enfim, atividades que exigem conhecimento técnico e que, por isso, devem ser realizadas por um profissional competente.

3. Quais os benefícios de contratar esse serviço?

Uma das principais vantagens é ter a orientação profissional para escolher o regime de tributação do escritório. Isso porque a escolha correta do regime possibilita a otimização dos recursos e o recolhimento de tributos na medida, nem a mais e nem a menos. O ideal é que essa assessoria seja prestada antes da abertura do negócio. No entanto, se o seu escritório já está em funcionamento, ela pode ser prestada agora, e a escolha será feita com base nos estudos e projeções.

Além disso, como as legislações tributárias e trabalhistas têm passado por mudanças, é fundamental se manter atualizado sobre esses temas para não incorrer em erros. No entanto, isso nem sempre é possível quando se trata da área de atuação do advogado. Por isso, contar com o serviço de contabilidade para escritórios garante que as decisões e demonstrações estão sendo feitas de acordo com as regras atuais, evitando-se problemas futuros.

Há ainda que se ressaltar que a assessoria de contabilidade proporciona que o processo de gestão seja feito tendo, como base, dados diferenciados e específicos relacionados às receitas e despesas ou à projeção dos resultados, garantindo-se maior organização dos negócios.

4. Qual a importância do contador para o planejamento tributário?

Pagar impostos além do devido não é o desejo de nenhum profissional. No entanto, isso pode acontecer sempre que um planejamento tributário não é seguido. Nesse sentido, um contador pode aplicar corretamente as alíquotas referentes às atividades, evitando-se irregularidades, além de buscar maneiras para reduzir as obrigações, a partir das alternativas presentes na própria legislação.

Um contador ainda pode fazer constantemente a simulação das práticas tributárias, a fim de se certificar de que o regime enquadrado é o melhor para a empresa. E ainda entregar corretamente, e no prazo, as declarações obrigatórias.

Todas essas práticas são legais e devem ser exploradas por um profissional competente para garantir o cumprimento das obrigações.

5. Quais os principais pontos que merecem atenção?

Independentemente do tamanho do escritório, alguns pontos merecem atenção para garantir a saúde financeira do negócio. O primeiro deles é a separação de contas pessoais e profissionais, uma confusão muito comum, sobretudo, em bancas menores.

Assim, ao organizar as finanças do escritório, é preciso ter em mente quais valores pertencem à conta profissional e qual quantia pertence à conta pessoal. Para facilitar essa distinção, é interessante fazer planilhas que ajudem a visualizar as despesas de cada um e a controlar a gestão financeira.

Além disso, é preciso ter consciência sobre os gastos da empresa. Ao especificar a relação de gastos e de receitas, é possível perceber que algumas despesas são desnecessárias e que podem ser facilmente cortadas ou, pelo menos, reduzidas. Os gastos devem ser responsáveis e necessários para evitar o consumo de toda a lucratividade.

E para facilitar ambas as situações anteriores e tornar o escritório mais rentável, o ideal é fazer um planejamento estratégico, com objetivos de curto, médio e longo prazo. Traçar objetivos é uma forma de orientar os sócios e demais colaboradores para o alcance de resultados. No entanto, para isso, é fundamental ter uma gestão eficiente da área contábil.

6. O que considerar na hora de contratar um bom profissional da área de contabilidade?

Ao contratar um escritório de contabilidade para prestar assessoria para o seu escritório de advocacia, é fundamental que ele seja especializado em advogados e que atue com solidez no mercado. Para isso, é interessante saber a especialidade dos profissionais que prestam o serviço e o que os escritórios de advocacia que já recebem essa assessoria pensam sobre o trabalho prestado.

Outro ponto importante na hora de escolher o profissional de contabilidade é checar os canais de comunicação disponibilizados, a disponibilidade de atendimento e a velocidade de retorno. Afinal, é importante que os profissionais de contabilidade contratados estejam disponíveis sempre que surgirem dúvidas ou que forem necessários esclarecimentos sobre determinados assuntos.

Nesse sentido, também é interessante entender as funções que serão prestadas, o conteúdo e a periodicidade de relatórios entregues ao escritório, a fim de acompanhar todo o trabalho realizado.

Dessa forma, a contabilidade para advogados é essencial para garantir o correto recolhimento das obrigações, mas também a saúde financeira e a lucratividade da empresa.

Via Juris correspondente