Nos últimos anos, o interesse do brasileiro pelos investimentos aumentou consideravelmente. Isso porque, aumentaram também as formas de consumo de conteúdos relacionados à educação financeira. 

A cada dia surgem novos ‘gurus’ especialistas no assunto e a popularização de vídeos sobre investimentos e formas de rentabilizar o dinheiro tem sido cada vez maior. 

Muitas pessoas buscam este tipo de conteúdo para entender qual o melhor investimento para o seu perfil, além de uma forma segura de aplicar o suado dinheirinho de suas economias. 

Neste sentido, os títulos públicos têm se destacado dentre as opções disponíveis justamente por atender à esses requisitos.

Ainda não sabe como eles funcionam? Acompanhe as informações que separamos a seguir e descubra os principais motivos para a alta popularidade desta modalidade.

O que são títulos públicos?

Em linhas gerais, os títulos públicos são emitidos pela União, com o objetivo de captar recursos financeiros para pagar a dívida pública e financiar as atividades do Governo Federal. 

Basicamente, você empresta o seu dinheiro para o Governo e, depois de algum tempo recebe o valor investido, mais um juros sobre o valor contratado. 

Esses ativos, são considerados investimentos de renda fixa, pois possuem condições de remuneração e prazo pré-estabelecidos, sendo uma opção de baixo risco para os investidores, uma vez que dificilmente o Governo poderá quebrar. 

Principais títulos públicos

Existem uma série de títulos públicos disponíveis para compra nos sites das corretoras. No entanto, há algumas modalidades que são mais comum entre os investidores: 

Títulos prefixados

Nesta modalidade, o investidor sabe exatamente o quanto vai ganhar no vencimento no momento da contratação. Existem hoje, dois tipos deles:

  • Tesouro Prefixado: possui rentabilidade de taxa fixa e o pagamento é feito uma única vez na data do vencimento;
  • Tesouro Prefixado com Juros Semestrais: rendimento fixo que paga os juros a cada 6 meses. 

Títulos pós-fixados

Sua rentabilidade acompanha um indexador variável. Normalmente é utilizado a taxa de juros (Selic) ou a inflação (IPCA). 

Tesouro Selic

Outra modalidade de investimento bem conhecida, o Tesouro Selic rende a taxa básico de juros e é muito mais vantajoso para o investidor do que a poupança, por exemplo. 

Uma das principais vantagens está justamente no fato de que você pode resgatar os valores sempre que precisar, sem que isso afete a taxa acumulada no período, sendo ideal para quem busca um investimento a curto prazo.

Tesouro IPCA+ 

Já o Tesouro IPCA+ refere-se a uma família de títulos de renda fixa que paga um juro anual acrescido da variação da inflação oficial do país, sendo um investimento mais para quem quer algo a longo prazo.

Como investir nos títulos públicos?

Antes de mais nada, é preciso ressaltar que assim como os demais investimentos será necessário escolher uma corretora de valores confiável e segura. 

Existem uma série de empresas disponíveis e você pode escolher a que mais te agrada.

contadores

Após realizar o seu cadastro, você precisará transferir o dinheiro que deseja investir para sua conta na corretora. Feito isso, é hora de encontrar o título disponível que mais te agrada. 

Ao escolher a opção, basta definir o valor destinado ao investimento e realizar o pagamento. Simples assim. 

Hoje em dia, todo o processo é basicamente digital, sem qualquer complicação ou burocracia. 

Quais as vantagens em investir nesta categoria?

Seja qual for o título público escolhido, o fato é que existem uma série de vantagens em optar por este tipo de investimento, sendo que muitas delas estão relacionadas principalmente à segurança, boa rentabilidade, dentre outros fatores. 

1 – Baixo investimento

Os títulos públicos são ideais para quem quer começar a investir, mas não tem disponível uma grande quantia. 

Isso porque, os valores iniciais de investimento são de R$30 reais, favorecendo inclusive, pessoas com renda mais baixa que querem se organizar financeiramente. 

2 – Alta liquidez

Com um dos menores prazos do mercado, quando você precisa resgatar o investimento feito em um título público, os valores ficam disponíveis na sua conta em até um dia útil.

Essa rapidez se deve a recompra dos títulos feita diariamente pelo Tesouro Nacional, possibilitando que o investidor venda seus ativos e receba os recursos quando desejar.

3 – Maior segurança

Se você ainda não sabe muito bem como investir no Tesouro Direto, uma das principais informações que você precisa ter é de que se trata de um dos investimentos mais seguros do País. 

Por se tratar de um título do Governo, as chances de que ele não te pague são praticamente nulas. Esse tipo de investimento é ideal para perfis mais conservadores ou que não tenham muito dinheiro à perder.

4 – Taxas mais baixas

Outra vantagem está justamente relacionada às baixas taxas cobradas dos investidores. Normalmente, é cobrado apenas uma tarifa de 0,3% ao ano pela guarda do ativo. 

5 – Facilidade no acompanhamento

Pelo site do Tesouro Direto, é possível acompanhar suas aplicações e o andamento delas, tornando mais fácil acesso e controle do seu patrimônio. 

Sendo assim, agora que você já conhece as vantagens de investir nos títulos públicos, não deixe de pesquisar sobre o assunto e finalmente, ver o seu dinheiro render muito mais do que se estivesse parado na poupança!