Tokens de precatório: Garantia de segurança e lucro mesmo fora da renda fixa

0

Esse ano o Brasil entrou para a lista de países que possuem juros negativos, ou seja, que são menores do que a inflação anual.

Atualmente a taxa selic está em 2,25% ao ano, e essa nova realidade transforma a maneira de fazer investimentos no Brasil.

O brasileiro, que até então sempre esteve acostumado com investimentos conservadores em renda fixa, terá de se acostumar com uma nova realidade. 

No que diz respeito à segurança e liquidez, os produtos de renda fixa sempre saem na frente, mas o seu potencial de rentabilidade é o que afasta investidores que possuem maiores ambições.

Neste contexto, será que é possível encontrar um equilíbrio entre estes fatores determinantes dentro do mercado de moedas digitais? A resposta está em desbravar novos mercados e conhecer o universo dos ativos digitais como, por exemplo, os tokens de precatório.

De forma simples e objetiva, os tokens de precatórios são ativos digitais que representam frações criptografadas de títulos do governos federal e estadual.

Os precatórios são ordens de pagamento de dívidas públicas que já encerraram seu trânsito em julgado e não podem mais serem contestados judicialmente.

Atualmente, já é possível negociar e adquirir precatórios. Mas esse é um papel que está inacessível para a maioria das pessoas já que você precisa comprar o título inteiro ao custo de milhões de reais.

Com a tokenização dos títulos por meio da blockchain, é possível democratizar o acesso, fazendo com que seja viável comprar frações do papel com apenas R$ 100 reais. 

Olhando sob o aspecto do risco, os tokens lastreados em precatórios são ativos tão seguros quanto os investimentos tradicionais de renda fixa, como CDB, poupança e Tesouro Direto.

Afinal o investidor não adquire a dívida, mas a sua execução de pagamento que é obrigatória e assegurada pelo Art. 100 da Constituição Federal.

Com isso, a chance do pagamento não ser concretizado é praticamente nula, já que a ordem é emitida pelo poder judiciário o que torna os tokens de precatório uma escolha adequada para investidores com perfil conservador e moderado. 

Para mitigar ainda mais os riscos em relação ao ativo digital, o investidor deve checar a empresa que está fazendo a emissão e controle dos tokens.

É importante verificar não só o histórico da empresa, mas também qual a tecnologia blockchain utilizada por trás dessa emissão.

Checar também os precatórios que estão em nome da companhia e que irão compor o lastro do token, conferir o número do processo e a origem dos papéis.

A transparência da empresa na hora de disponibilizar essas informações também é crucial para não tornar a aquisição do ativo onerosa.

Outro ponto de atenção é verificar se a empresa possui uma diversificação interna na hora de compor sua bolsa de precatórios. D

essa forma quando o token é adquirido você não está comprando parte de um papel e sim participação na cesta de precatórios.

A rentabilidade é um fator determinante para escolha dos tokens de precatórios. A valorização destes ativos digitais podem chegar até 25% ao ano, baseada na negociação dos título com deságio e em seus prazos de vencimento.

Para efeito de comparação, hoje a poupança possui valorização de apenas 1,57% ao ano, conforme a regra de rendimento de 70% da taxa Selic.

Ou seja, nessa balança de comparação, os tokens de precatórios são aproximadamente 20 vezes mais rentáveis do que transferir o dinheiro para poupança do banco.  

Outro bom motivo para escolher os tokens é a sua capacidade de liquidação. Antes restrito a um mercado fechado e milionário, os precatórios não podiam ser negociados com tanta facilidade, mas o processo de tokenização facilitou a liquidez dos títulos, sendo possível vender a titularidade de uma cota, já que os preços são muito mais acessíveis agora.

Isso quer dizer que quando um proprietário de um token precisa do valor investido antes do seu prazo de liquidação determinado, ele poderá negociar a sua venda em uma plataforma própria.

Com todas essas características, comprar tokens de precatórios hoje se tornou uma alternativa para aplicar o seu dinheiro com segurança, ótima rentabilidade e liquidez.

Caso ainda não invista ou não conheça muito sobre o mercado de ativos digitais, essa opção é uma excelente maneira de começar a destinar o seu dinheiro e fazer ele trabalhar de fato para você.

Por Roberto Cardassi é fundador e CEO da BlueBenx, fintech especializada em produtos e negócios com Blockchain, Cripto Ativos e Security Tokens.