“Trabalho e Projeto de Vida” fará parte do novo Ensino Médio

O aluno terá em sua grade as quatro áreas do conhecimento divididas por ano ou por semestre

“Trabalho e Projeto de Vida” é uma nova disciplina obrigatória que fará parte do novo Ensino Médio a partir de 2022. A nova disciplina tem como objetivo ensinar os jovens a pensar sobre o futuro e a carreira que desejam para o futuro.

O Ensino Médio vai passar por grandes mudanças partir do ano que vem, através de um projeto aprovado que foi aprovado ainda no governo do presidente Michel Temer.As instituições de ensino público e particular vão ter que realizar adaptações para garantir ao aluno além das matérias obrigatórias, o currículo escolar terá disciplinas optativas para o estudante escolher qual vai fazer.

O “Trabalho e Projeto de Vida” vai trabalhar o lado social dos jovens, criando um caminho profissional para o aluno escolher como carreira. O aluno terá a chance de se questionar o que são e o que querem para o futuro.

São Paulo já implantou essa nova matéria e outras mudanças da Base Nacional Comum Curricular em 2021. No estado, os alunos estão se adaptando às regras atuais.

No ano que vem, o Ensino Médio será dividido em duas partes, a primeira parte, terá uma grade voltada para a Formação Geral (FGB), ocupando 60% do tempo com disciplinas que seguem a área do conhecimento propostas pela Base Nacional Comum Curricular. A segunda parte, terá 40% ocupada por oficinas , projetos e núcleos de estudo que tem como intenção aprofundar os temas que foram tratados na Formação Geral Básica.

Com isso, a carga horária será maior, passando das 800 horas para 1000 horas anuais, ou seja, o aluno ficará em tempo integral na escola.

Novas disciplinas:

  • Linguagens e suas Tecnologias;
  • matemática e suas tecnologias;
  • ciências da natureza e suas tecnologias;
  • ciências humanas e sociais aplicadas.

Essas divisões vão abranger:

Língua Portuguesa, Arte, Educação Física, Língua Inglesa, Matemática, Biologia, Física, Química, Filosofia, Geografia, História e Sociologia. Se você observou, nenhuma disciplina foi excluída do currículo atual, o que vai acontecer a partir do ano que vem, é que estas disciplinas serão trabalhadas de uma nova maneira do que vinha sendo feito.

A mudança deixa claro que durante os três anos do ensino médio, somente Língua Portuguesa e Matemática serão obrigatórias.

Itinerários formativos

Essa é a maior novidade das mudanças no ensino médio. O aluno terá a opção de escolher matérias que queira fazer e que a instituição de ensino ofereça. São elas:

Linguagens e suas Tecnologias;
matemática e suas tecnologias;
ciências da natureza e suas tecnologias;
ciências humanas e sociais aplicadas;
Formação técnica e profissional.

O aluno terá em sua grade as quatro áreas do conhecimento divididas por ano ou por semestre, dependo do que a escola oferecer, o aluno poderá escolher uma disciplina extra para se aprofundar em uma das áreas ou formação técnica e profissional.

Desta forma o aluno sairá do ensino médio com uma formação ou conhecimentos específicos que vão ajudá-lo a adentrar no mercado de trabalho sem precisar de diploma de formação superior.

Comentários estão fechados.