O Brasil é o país onde as pessoas mais perdem tempo tentando entender como pagar os impostos, de acordo com o relatório Doing Business do Banco Mundial. Afinal, estima-se que no país existam cerca de 1 bilhão de cenários tributários diferentes, sendo considerado um dos sistemas mais complexos do mundo. 

Caroline de Souza, sócia tributarista da Aitax Consultoria, acredita que o caos de legislações tributárias é tão intenso no país que resulta normalmente em diversas formas de cálculos para fins de planejamento tributário.

Foto: Divulgação

Ao meu ver, se o contribuinte não possui governança interna e não detém informações confiáveis, ele não está preparado para se planejar corretamente, e isto acarreta em uma tributação muitas vezes mais onerosa do que a originalmente devida ao fisco”, esclarece.

Contudo, o mercado espera uma mudança significativa ainda para este ano. Isso porque, há um movimento favorável às reformas, de acordo com Caroline. O ano passado ficou marcado por grandes movimentações na esfera tributária, como a aprovação da Reforma da Previdência, por exemplo. E para 2020, destaca-se a Reforma Tributária, objeto das Propostas de Emenda Constitucional (“PEC”) nº. 45/2019 e nº. 110/2019, que tramitam, respectivamente, na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. Ambos os projetos têm como propósito criar um sistema tributário mais simplificado propondo a unificação de diversos  via sistema IBS -- Imposto sobre Bens e Serviços.

“O sistema baseado na simplificação tributária via IBS -- Imposto sobre bens e serviços, já é muito similar a ideia do IVA -- Imposto sobre Valor Agregado, que é um sistema utilizado por vários países desenvolvidos da Europa, como a Espanha por exemplo. Além de simplificar, torna mais global o sistema tributário e trará expectativas de maior internacionalização comercial do Brasil com diversos países do mundo, aquecendo assim nossa economia”, explica Caroline de Souza.

Para a especialista da Aitax, a reforma tributária é uma necessidade de extrema urgência e atenção, principalmente para trazer segurança jurídica aos investidores brasileiros e estrangeiros. É importante também analisar a carga tributária elevada que desacelera o desenvolvimento, reprime a iniciativa privada, e afeta diretamente diversos setores, como investidores, poupadores, empreendedores, empregadores e trabalhadores em geral. “Tudo é interligado: as leis complicadas perturbam o ambiente de negócios para o empresariado, que acaba transferindo a conta para o consumidor”, conclui.

DICA EXTRA! Conheça o maior treinamento de Analista Fiscal do Brasil! O Programa de Formação em Analista Fiscal é o curso online mais completo, prático e atualizado sobre o setor fiscal e tributário do Brasil.Você que trabalha no setor fiscal precisa ter em mente que NÃO HÁ MAIS ESPAÇO PARA AMADORES. Você vai aprender de maneira aprofundada, assuntos que não são abordados dentro das salas de aula das faculdades, o que é de fato cobrado dentro da realidade dos profissionais de contabilidade. Ou seja, você vai aprender de forma prática e aprofundada, a nossa legislação tributária, e como entender os principais do nosso país e assim dominar totalmente o setor fiscal/tributário. Essa é a última chamada, as vagas estão se encerrando, e se matriculando hoje você ainda ganha inteiramente grátis os cursos de Analista em eSocial, Especialista em SPED, curso de Contabilidade na Prática, o livro digital Descomplicando o SPED e muito mais. Corra as vagas já estão acabando. Clique aqui e garanta a sua!