Último dia para regularizar, tirar e transferir título de eleitor

O voto é obrigatório a partir dos 18 anos até aos 70 anos

Termina nesta quarta-feira (4) o prazo para regularizar, tirar ou transferir o título de eleitor. Você pode fazer tudo pela internet, sem precisar ir a um cartório eleitoral. No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), você consegue emitir o título para votar pela primeira vez, dar entrada em um pedido de para regularizar sua situação pagando eventuais multas. O pagamento pode ser via Pix ou transferir o domecílio eleitoral.

Lembrando que neste caso, pode acontecer de você ter que tirar fotos de rosto e de documentos, entre eles RG e comprovante de residência, para solicitar determinados procedimentos. Todas as informações estão disponíveis no portal da Justiça Eleitoral.

Também será permitido que pessoas transgênero e travestis possam adicionar o nome  social no documento. Você pode votar tendo o seu título em ordem e estando de posse de um documento de identificação em mãos.

O voto é obrigatório a partir dos 18 anos até aos 70 anos. Os jovens a partir dos 16 anos, se desejarem, também podem votar nas próximas eleições que vão ocorrer no dia 2 de outubro.

A data vale também para idosos e pessoas com mobilidade reduzida solicitarem a transferência do local de votação para uma seção acessível.

De acordo com a Justiça Eleitoral, mais de 6 milhões de títulos foram cancelados de 2018 a 2021.  Geralemente isso acontece quando o eleitor não comparece para votar durante um período de três eleições consecutivas, apesar de se enquadrar nos critérios de obrigatoriedade do voto.

O TSE informa que quem teve o título cancelado por ter faltado à revisão do eleitorado e à coleta de biometria em seu estado não precisa se preocupar. Isso porque o Tribunal suspendeu os efeitos do cancelamento devido à continuidade da pandemia de covid-19.  Os eleitores nessa situação poderão votar normalmente em outubro.

Fique atento que o prazo para você ficar em dia com a Justiça Eleitoral termina nesta quarta-feira, 4 de maio.

Os atendimentos são realizados tanto na forma presencial nos cartórios eleitorais quanto pelo sistema virtual disponibilizado pelo Judiciário.

Neste ano de 2022 os brasileiros voltarão às urnas no dia 2 de outubro para escolher:

  • Presidente da República;
  • Governadores;
  • Senadores;
  • Deputados Federais;
  • Deputados Estaduais; e
  • Distritais.

Comentários estão fechados.