Existem muitos pontos que devem ser observados para que os processos na área de logística alcancem o sucesso esperado, mas algo que tem um grande peso e que requer cautela é a escolha dos fornecedores, essenciais para que os procedimentos aconteçam da forma certa.

Ainda que boa parte da responsabilidade seja da empresa, o fornecedor deve garantir o bom andamento da cadeia de processos e gestão do negócio como um todo, colaborando desta forma para um serviço de qualidade com prazos bem definidos.

Em contrapartida, quando não provém um bom serviço, pode ocorrer o efeito contrário, com atrasos, má gestão de envios e valores que não condizem com o mercado.

Por essa razão, é extremamente importante fazer uma boa pesquisa das empresas qualificadas para trabalhar, para que não impacte de forma negativa na sua operação.

Confira algumas dicas para fazer uma boa escolha de fornecedores

Faça uma busca completa

‍Esse é um processo que requer muita pesquisa e determinação, além de uma boa dose de paciência. É fundamental que o fornecedor atue dentro das leis e trabalhe com valores que condizem com o que o mercado pede.

Os valores praticados impactam diretamente nos lucros da empresa, então é ideal estar atento com esse fator.

Além disso, com um preço abaixo do mercado, pode indicar que a qualidade dos produtos é aquém do esperado.

Algo que pode ajudar nessa análise é uma conversa franca com os clientes dessa empresa, mostrando os prós e contras de uma possível contratação

Transparência

Para que tudo funcione como deve, as reivindicações devem ser claras e objetivas, assim como a resposta do fornecedor, para que os prazos e os valores sejam negociados de maneira que beneficiem ambos os lados.

Além do preço desse serviço impactar nos lucros, atrasos podem prejudicar a imagem da empresa. Todos esses detalhes precisam estar discriminados em contrato, evitando qualquer margem para erros.

Evite depender de um único fornecedor 

Embora seja necessário manter uma relação de confiança, é importante se lembrar que imprevistos acontecem.

Essas situações podem contribuir para experiências negativas, o que não é nada bom para a empresa e os clientes também.

Elabore contratos detalhados

‍Todas as decisões e acordos precisam ser expressos em contratos. Isso porque todo o processo logístico é delicado e erros podem gerar problemas maiores, mas que poderiam ser evitados por alguns tópicos contratuais envolvendo prazos de entrega, perda ou extravio de produtos, entre outras coisas.

Seguindo esses passos é possível criar relações mais eficientes com esse elo essencial para todo o processo logístico, aplicando boa técnicas para manter um ritmo de trabalho bem feito.

Por Helmuth Hofstatter, Empreendedor apaixonado por tecnologia e inovação, possui mais de 12 anos de experiência no segmento de logística internacional, fundador da LogComex, startup de big data, inteligência e automação para logística internacional.