Vantagens e desvantagens de investir em CFDs

Um dos derivados financeiros principais do mercado é o CFDs, conhecido como contratos por diferença.

São diversos os motivos que as pessoas começam a investir no mercado financeiro. As razões são as mais diversas possíveis, mas de forma geral se resume a obter uma fonte de renda extra. No mercado de investimentos encontramos as mais variadas nomenclaturas relativas a instrumentos para negociar seus ativos.

Um dos derivados financeiros principais do mercado é o CFDs, conhecido como contratos por diferença. Com esses contratos é possível negociar vários instrumentos tendo como base a operação da diferença do valor do ativo. Ao negociarmos na bolsa de valores precisamos conhecer todos os instrumentos para investirmos de forma mais segura.

Contratos por diferença: o que são?

Os contratos por diferença, também chamados de CFDs, com esses instrumentos negociamos a diferença de valores de um investimento, ou seja, se refere a movimentação do preço das dívidas, gerando assim perda ou lucro. Esses contratos permitem a negociação com diversos ativos, sendo contratos simples e baratos. Em termos de lucro o trading de CFDs é igual quando comparado com o trading de FOREX. 

Como funciona?

Com os CFDs é possível negociar ações, commodities (petróleo, ouro, entre outras matérias-primas), criptomoedas e índices, sem ter que possuí-los, ou seja, ao adquirir um contrato por diferenças de um comodities ou ação, você não os possuirá de fato, e sim um contrato que refletirá as oscilações da cotação. Dessa forma estará investindo na mudança do valor de ativo dentro de um período determinado afim de promover a lucro na diferença do valor a curto prazo.

Vantagens de investir em CFDs

Os contratos por diferenças oferecem custos reduzidos, flexibilidade e alavancagem, se tornando ótimas oportunidades de investimento. Aumentando as possibilidades de obter lucros maiores e investir em vários ativos. Diversificando assim a carteira e complementando outros tipos de negociação.

Desvantagens

Os CFDs são associados de maneira geral com as negociações a médio e curto prazo e é um investimento com um alto grau de risco, principalmente para investidores novatos e conservadores.

Como negociar em contratos por diferença

Para negociar com CFDs é necessário usar alguns recursos para auxiliar nas negociações por meio de corretoras de investimentos, algumas oferecem plataformas online como o metatrader 4 download pode ser feito em smartphones e computadores. 

As negociações dos contratos por diferenças são feitas por meio de estratégias que consideram o planejamento, o perfil e as necessidades de cada investidor. As principais estratégias para esse tipo de investimento são: 

– Considerar o valor de CFD subjacente que vai subir: é o momento de se posicionar como comprador CFDs;

– Considerar o valor de queda do CFD: momento ideal para a venda do CFD a curto prazo;

– Se manter informado: acompanhar de perto as noticias do mercado financeiro e possíveis impactos;

– Negociação a curto prazo: para iniciantes é uma boa alternativa, por consistir em verificar as tendencias dos valores dos ativos adicionando os períodos de melhor prospecção financeira.

Os índices de CFDs são ideais principalmente para os investidores iniciantes que não sabem quais instrumentos ou ações operar, mas querem negociar movimentos no mercado de maneira geral.

Ações x CFDs

Em alguns aspectos as ações normais são diferentes dos contratos por diferenças, sendo comum investidores usarem CFD para negociar ações, principalmente quando é para aproveitar oportunidades apresentadas no mercado.

Um dos pontos que diferem esses dois são as comissões que se aplicam, no CFD é a comissão é mais baixa além de ter a margem constituída por uma fração do valor final.

Assim como as ações os contratos de CFDs necessitam declarar o ativo na declaração de imposto de renda. Para declarar a renda variável no imposto de renda as corretoras emitem uma nota de corretagem e isso auxilia no momento da declaração, já que a receita exige alguns detalhes sobre as negociações.

Comentários estão fechados.