Veja 5 dicas que podem te ajudar a encontrar sua paixão e guiar sua carreira

Uma paixão não necessariamente precisa estar atrelada ao trabalho, mas é possível unir ambos. Veja 5 dicas que podem ajudar

Quando perguntamos às pessoas sobre o que é mais significativo em suas vidas, a família, a saúde e o trabalho muitas vezes estão no topo. Escolher a qual trabalho vai se dedicar, portanto, é sem dúvida uma decisão importante a ser tomada. Um conselho comum que as pessoas podem ouvir quando procuram emprego é “siga sua paixão”. Embora a ideia pareça simples, pode ser difícil definir e seguir exatamente o que lhe apaixona.

Encontrar uma paixão é uma jornada contínua, pode durar a vida inteira. São necessários momentos de reflexão, atenção e ação para encontrar os tópicos, tarefas e setores que nos entusiasmam. E enquanto algumas pessoas escolhem perseguir suas paixões durante seu tempo livre fora do trabalho, outras preferem dedicar seu dia-a-dia de trabalho a suas paixões. Quando este é o caso, o trabalho pode se tornar menos uma simples tarefa e mais uma peça para uma vida plena. 

“A escolha dependerá de qual é a sua paixão, se ela é ou não facilmente aplicável para uma vida sustentável e se você quer ou não que seu salário seja vinculado a isso. Mas, se alguém quer descobrir e combinar um interesse pessoal com uma carreira, seja uma pessoa que esteja entrando no mercado de trabalho agora, sentindo-se presa em um emprego que não traz alegria ou querendo dar um up em uma carreira já existente, nunca é tarde ou cedo demais para começar a descobrir quais são suas paixões”, diz Felipe Calbucci, Diretor de Vendas da Indeed no Brasil. 

Dito isto, o Indeed, site de empregos número 1 no mundo, listou 5 passos que podem ajudar quem quer identificar uma paixão e, talvez, combiná-la com uma carreira.

Procurar pontos altos no dia a dia

Preste atenção às coisas que você considera o auge de seu dia. Talvez seja uma tarefa específica ou um tempo que você tem para você. Note se certas surpresas ou momentos inesperados podem acabar sendo a melhor parte do seu dia. 

Embora muitos desses pontos altos possam acontecer durante o trabalho, você pode notar que eles podem ocorrer fora do horário de trabalho, no tempo que você tem para si mesmo, amigos e família. Anotar de onde e com quem seus pontos altos acontecem ajuda a saber se suas paixões estão relacionadas à sua carreira ou a outras partes da vida.

Considerar tópicos de interesse 

Considere suas interações com os outros. Que tipos de conversas você mais gosta? Você se vê particularmente animado quando fala de um assunto específico? Também pode ser útil considerar se há uma tarefa específica ou tópicos que você domina e tende a ensinar aos outros. Estas são muitas vezes as coisas que achamos mais importantes para nós.

Pensar em seus pontos fortes

Identificar suas habilidades técnicas e também as chamadas soft skiills pode ajudar a entender em que você tem investido tempo e recursos suficientes para desenvolver um talento. Por outro lado, você pode ter uma habilidade natural que te dê confiança e motivação para completar certas tarefas.

Atenção aos detalhes

Ao explorar as coisas que naturalmente chamam sua atenção no dia a dia, você também pode levar tempo para descobrir o que exatamente te interessa sobre essas. Por exemplo, você pode descobrir que o ponto alto de seu dia é o voluntariado como professor para ensinar adultos a ler e escrever. Pergunte-se: “Por que esta atividade me deixa feliz?”. Algumas das respostas que você pode encontrar podem ser: o ato de ensinar, passar tempo explorando determinado assunto, ser um líder em sua comunidade ou ajudar os outros, por exemplo.

Explorar profundamente estes fatores pode levar tempo, mas o ajudará a identificar exatamente o que o motiva e talvez encontrar oportunidades de trabalho específicas que atendam aos seus interesses.

Explorar diferentes carreiras

Uma vez que tenha identificado algumas áreas de interesse, passe tempo pesquisando diferentes empregos. Ler as descrições das vagas pode ajudar a encontrar funções que te atraiam ou mesmo pesquisar por outros empregos relacionados que possam ser ainda mais adequados.

Se você já está trabalhando em uma empresa, considere conversar com seu gerente ou empregador sobre suas áreas de interesse e o que você descobriu que te motiva. Se você gosta de sua empresa mas se sente desmotivado, pode haver espaço para assumir novas responsabilidades que se alinhem com seus interesses.

É importante saber que sua paixão nem sempre tem que estar diretamente ligada ao seu trabalho, mas pode ajudá-lo a escolher uma carreira de qualquer maneira. “Se você descobriu que sua paixão não é algo que você quer seguir como carreira, você ainda pode usar o que aprendeu para orientar sua busca de emprego, pois também pode ajudá-lo a determinar qual nível salarial, benefícios ou outros atributos de trabalho você precisa para sustentar seu estilo de vida”, conclui Calbucci. 

Mais pessoas encontram empregos no Indeed do que em qualquer outro lugar.

Comentários estão fechados.