Veja as regras e taxas de emissão do novo passaporte em 2022

No novo passaporte, as páginas possuem ilustrações que destacam elementos culturais de cada região do país

O novo passaporte brasileiro passou por mudanças visuais que vão tornar o documento mais seguro contra fraudes. O modelo deve substituir o atual, que está em vigor desde 2006, conforme informou o Governo Federal em 27 de junho deste ano.

No novo passaporte, as páginas possuem ilustrações que destacam elementos culturais de cada região do país. Também a tecnologia foi atualizada. Não houve mudança na taxa de emissão que continuará a mesma.

Principais mudanças no novo passaporte brasileiro

A partir de agora, o documento terá 13 marcas d’água, antes, no modelo antigo só havia uma. Além das figuras que representam a fauna e a flora do Brasil, existem ainda fundo que só podem ser vistos com luz ultravioleta, homenageando biomas brasileiros.

O cidadão terá duas fotos na página que informa os seus dados, sendo uma colorida “fantasma”, e a outra em preto-e-branco com dados biométricos.

Todas as informações são protegidas com um laminado de segurança. Em 2015 houve também uma mudança no documento que ganhou um chip de segurança e o dobro de validade.

O passaporte ganhou  uma nova capa trazendo de volta o brasão da República e descartou as estrelas do Cruzeiro do Sul.

O passaporte também ganhou uma nova capa, que trouxe de volta o brasão da República e descartou as estrelas do Cruzeiro do Sul.

Novas regras

As novas regras não alteraram o valor da taxa de emissão do documento que continuará a mesma. O valor atual está em R$ 257,25 e nos casos de urgência e emergência é cobrado o valor de R$ 334,42. Da mesma forma, o valor aumenta caso o cidadão não apresente o documento vencido.

Está marcado para setembro, o inicio da produção do novo passaporte, data que será comemorado o bicentenário da Independência do Brasil. Não será preciso trocar a versão antiga pela nova imediatamente, somente quando a anterior vencer.

Já o novo RG não poderá substituir o passaporte, mesmo com todas as suas informações. Afinal, o Brasil só possui acordos que permitem o uso do documento de identidade com países do Mercosul, e para qualquer outra destinação, o passaporte segue obrigatório.

O passaporte é um Documento de Viagem que identifica o viajante em outros países. Nele são registradas entradas e saídas, vistos e autorizações. 

Regras para quem vai solicitar o documento

  • Ter feito alistamento eleitoral, nos casos em que a lei obriga;
  • Ter votado (ou justificado ou pago multa) na última eleição (dois turnos, se for o caso), nos casos em que a lei o obriga;
  • Estar quite com o Serviço Militar Obrigatório, no caso do homem que completa entre 19 e 45 anos no ano atual;
  • Reunir documentos necessários à emissão de passaporte, listados na etapa 1 desta página;
  • Não ser procurado pela Justiça,  nem por ela impedido de obter passaporte ou de sair do país.

Comentários estão fechados.