Veja cinco dicas para se preparar para o futuro do e-commerce

Veja a lista com 5 dicas para auxiliar quem deseja se preparar para o futuro do e-commerce.

Diversas pesquisas já comprovaram que a pandemia acelerou o crescimento do e-commerce e mudou radicalmente os hábitos dos consumidores. Nos Estados Unidos, por exemplo, o aumento das vendas do comércio eletrônico, em 2020, foi de 32,4%. No Brasil, o salto foi de quase 50% no faturamento. Diante de tantas mudanças, as inovações que hoje já fazem parte da rotina, só chegariam até nós em 2035.

Para ajudar quem está envolvido neste ecossistema das vendas online e do marketing digital e precisa acompanhar o desenvolvimento acelerado, o Magis5, Hub de Integração e Automação para vender em marketplaces, lista as 5 dicas para auxiliar quem deseja se preparar para o futuro do e-commerce.

Economia Circular

Não há dúvidas de que os consumidores estão cada vez mais preocupados com os impactos no meio ambiente e, exatamente por isso, é impossível que as marcas não comecem a se movimentar e promover ações sustentáveis. Como o nome sugere, a economia circular nada mais é do que um sistema contínuo de produção e reutilização de recursos e resíduos. Esse sistema pode ser utilizado em diversos segmentos, desde a indústria de alimentos, automotiva e energia, até na moda.

Experiências Sensoriais

O grande desafio, neste caso, é minimizar a falta de experiência sensorial que a compra virtual pode ter, utilizando-se de recursos como testadores, provadores virtuais, tabelas de medida, videos, descrições detalhadas dos produtos e até mesmo uma playlist de músicas para tocar enquanto o cliente navega na sua loja virtual. Conheça o seu público e entenda quais experiências darão mais confiança para que ele  finalize a compra. 

Jornada de Compra

O consumidor se torna, cada vez mais, protagonista e, por isso, é essencial oferecer a melhor jornada de compra possível. Para isso, é importante garantir a melhor usabilidade, atendimento pré e pós-venda, entregas cada vez mais rápidas, cupons de desconto, além de investir em soluções logísticas, ferramentas de CRM e trabalhar a sua marca para que ela seja cada vez mais lembrada no momento da compra. 

Omnichannel

Com a flexibilização nas regras de prevenção à Covid-19, as experiências de compra se tornarão cada vez mais híbridas, na qual a ideia principal é que o consumidor não perceba diferenças entre o offline e online. Por isso, é importante que você, como vendedor, se prepare para oferecer diferentes experiências, como a possibilidade de o cliente retirar um produto comprado online na loja física e entregas realizadas em até 24 horas. 

Redes Sociais

Uma pesquisa feita pela Opinion Box revelou que 65% dos consumidores já usaram as redes sociais como ponto de partida para iniciar uma compra, seja como pesquisa de produto ou serviço, ou até mesmo pela visualização de algum anúncio. O maior desafio é transformar entretenimento em venda e, por isso, utilizar experiências como o live commerce são um excelente exemplo de como fazer isso. Além da estruturação e do planejamento de uma comunicação transmidiática, é essencial estudar e saber quais são os principais canais que o seu cliente está, o que ele consome e, claro, quem é ele. Com essas informações, é possível construir uma excelente estratégia para as redes sociais.

Comentários estão fechados.