Veja cinco dicas valiosas para começar a investir com segurança

A idade não é um fator impeditivo, entretanto, quanto mais cedo você começar, mais rápido atingirá seus objetivos e aprenderá a investir melhor

Hoje, cada vez mais, as pessoas têm se conscientizado e buscado informações acerca de possibilidades rentáveis oferecidas pelo universo financeiro – que vão além da abertura de uma conservadora conta poupança.

Entretanto, é importante ressaltar que, para que o seu futuro investimento tenha mais chances de se converter em um rendimento sólido, seguro e considerável, algumas precauções e cuidados são necessários. Para te ajudar nessa missão, Thomas Pedrinelli , responsável pelo conteúdo do Mundo Invest , apresenta os cinco passos para quem deseja começar a investir com segurança. Confira!

Comece o quanto antes

“A idade não é um fator impeditivo, entretanto, quanto mais cedo você começar, mais rápido atingirá seus objetivos e aprenderá a investir melhor. Isso é importante para que não deixemos de lado oportunidades valiosas de aumentar nosso patrimônio”, pontua Thomas.

O gestor ressalta que, apesar disso, é preciso ter cautela. “Caso não haja um estudo sobre o assunto, também existe a possibilidade de perder dinheiro em investimentos.”

Analise o seu orçamento e o seu perfil

“Antes de começar a investir, eu costumo falar que o primeiro passo é se conhecer como investidor. Atualmente, existem três grandes perfis: conservador, moderado e sofisticado que, como os próprios nomes definem, representam os níveis de risco que cada indivíduo deseja encarar para atingir seus objetivos”, salienta Pedrinelli.

Estude as opções no mercado

São diversas as possibilidades de investimentos dentro do mercado financeiro. Elas se dividem, basicamente, entre renda fixa, como Tesouro Direto, CDB, LCI e LCA; e renda variável, como Fundos Imobiliários (FIIs), ações e BDR’s. Existem também outros investimentos, que são conhecidos como investimentos alternativos, como ouro, prata, moedas estrangeiras e os famosos criptoativos. Cada uma representa maior ou menor risco, a depender da modalidade escolhida.

“É essencial que haja um estudo aprofundado sobre cada opção, aliado à análise prévia do perfil do investidor. Só assim, é possível minimizar os riscos de prejuízo”, diz o responsável pelo conteúdo do Mundo Invest .

Defina objetivos

Eles podem ser de curto, médio e longo prazo. Aliás, existe um tipo de investimento para cada um desses períodos de tempo.

“Ter uma meta nos ajuda a manter o foco. Não importa se você quer fazer uma pequena viagem de férias, comprar um imóvel ou garantir o futuro dos seus filhos; predeterminar o destino do dinheiro é um ponto importante na hora de investir”, afirma Thomas.

Invista regularmente

“Ainda que você não consiga investir valores consideravelmente altos, é importante manter uma frequência. Separe, mensalmente, uma quantia que possa ser destinada a este fim e que não interfira no pagamento das suas despesas. Vale montar uma planilha de controle de gastos para entender exatamente de onde esse valor pode ser remanejado”, finaliza Pedrinelli.

Comentários estão fechados.