Veja como conquistar uma carreira internacional em TI

0

Conquistar uma carreira internacional em TI é o sonho de muitos profissionais do ramo. Diversos países oferecem amplas oportunidades de emprego para estrangeiros com altos salários – que, inclusive, é um dos principais atrativos para o segmento.

Segundo uma pesquisa do Boston Consulting Group (BCG), em 2020, 63% dos profissionais da área afirmaram estarem dispostos a mudar de país.

Dados ainda mostram que o déficit atual de especialistas em tecnologia no mundo é superior a 570 mil. Com tanta oferta, é possível escolher onde trabalhar.

A remuneração em moedas como Dólar e Euro é o grande atrativo para os brasileiros.

Por isso, enumerei aqui cinco passos para quem deseja carimbar o passaporte junto com a carteira de trabalho.

#1 Estude inglês: 

A língua inglesa é a base do trabalho em TI. Todos os códigos e linguagens de programação são escritos e divulgados nesse idioma – o que torna seu domínio imprescindível, independentemente do país que você escolher para trabalhar.

Para quem ainda não atingiu um nível de proficiência satisfatório na língua, o ideal é mergulhar nos estudos, considerando inclusive cursos que apresentem o vocabulário específico da área de tecnologia.

#2 Analise os mercados mais promissores: 

países como o Canadá, Estados Unidos, Portugal e Irlanda são alguns dos mais desejados pelos profissionais de TI, por serem polos tecnológicos reconhecidos internacionalmente, reservando as melhores oportunidades de emprego.

Alguns oferecem incentivos de trabalho a estrangeiros, com políticas de imigração bastante favoráveis.

Portanto, analise os mercados mais promissores e escolha o que lhe mais agradar.

#3 Identifique as habilidades necessárias e prepare-se: 

ser um profissional de TI requer estudos constantes sobre as tendências do setor.

Em qualquer oportunidade de trabalho – especialmente internacional – é imprescindível se manter atualizado em todas as novidades da área.

Designed by @yanalya / freepik
Designed by @yanalya / freepik

O mundo tecnológico está sempre evoluindo e ficar de fora das atualizações é o mesmo que decretar sua desvalorização no mercado.

#4 Monte um portfólio: 

todos os seus projetos profissionais e resultados devem ser organizados para serem apresentados aos recrutadores estrangeiros de forma atrativa.

Somente com um bom portfólio, os responsáveis pelos processos seletivos conseguirão enxergar suas habilidades e principalmente como elas poderão contribuir para o crescimento da empresa.

#5 Conecte-se às empresas: 

uma boa rede de contatos pode ser a grande chave para conquistar uma oportunidade de trabalho, principalmente em outro país.

Por mais que plataformas e redes sociais como o LinkedIn ofereçam grandes chances, não se limite a elas.

Empresas especializadas em recrutamento e seleção no exterior podem ajudá-lo a encontrar as vagas mais promissoras, além de prestar todo o apoio necessário durante o processo.

Apostar em uma carreira internacional é uma ótima oportunidade de crescimento profissional e pessoal.

Com a intensa transformação digital que estamos vivenciando, as vagas de trabalho em TI estão crescendo exponencialmente em empresas dos mais diferentes portes e segmentos.

Com um bom preparo, as chances de se destacar e romper fronteiras são enormes. 

Por: Vanderlei Abrantes, co-fundador da StarHire.

Sobre o Grupo Educacional SEDA:

Fundado em 2009, o Grupo Educacional SEDA é uma holding composta por duas unidades de negócios: SEDA College (que inclui uma escola de idiomas eleita por três anos consecutivos como a melhor da Irlanda, além das marcas SEDA Intercâmbios e Skill Lab) e SEDA College Online (que inclui as marcas StarHire 365 e Pathway Online). A empresa se destaca pela forte atuação no mercado de educação para tecnologia e idiomas, dentro e fora do Brasil.