Veja novo prazo de envio da Declaração Anual do MEI 

A Receita Federal decidiu prorrogar o prazo para entrega da Declaração Anual do MEI. 

A Declaração Anual Simplificada do MEI (DASN-SIMEI), trata-se de uma obrigação que compete aos microempreendedores individuais (MEI) similar ao Imposto de Renda, já que nada mais é que uma prestação de contas, todavia, a declaração não possui relação com o imposto em questão. 

De todo modo, a Receita Federal decidiu por adiar em um mês a entrega da DASN-SIMEI, dando uma boa folga para elaboração da declaração. Nesta linha, o envio antes programado para 31 de maio passou para 30 de junho. 

Apesar do alargamento do prazo, o envio é imprescindível, logo, ainda sim é preciso se organizar para cumprir com a obrigação. Assim sendo, reúna os documentos necessários o quanto antes para evitar possíveis transtornos. 

Documentos necessários para declaração do MEI

Em suma, os documentos exigidos na declaração devem estar atrelados ao rendimento e despesas do MEI ocorridas no último ano. Sendo assim, apresentar documentos como: 

  • Notas fiscais; 
  • Informações sobre vendas (por boleto ou cartão); 
  • Extratos bancários; 
  • Dados de funcionário registrado (caso haja). 

Já tendo reunido os documentos necessários, o preenchimento da declaração pode ser feito através do Portal do Simples Nacional, informando o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas). 

Vale lembrar que o rendimento máximo que o MEI pode alcançar no ano é correspondente a R$ 81 mil, caso esse valor seja extrapolado, será necessário ingressar em outra categoria empresarial. 

Como enviar a declaração 

A elaboração e envio da declaração anual do MEI é realizada conforme o seguinte passo a passo.

  1. Acesse o Portal do Simples Nacional;
  2. Busque pela opção “Serviços Disponíveis”
  3. Clique em “DASN-SIMEI — Declaração Anual para o MEI”;
  4. Informe o seu CNPJ MEI;
  5. Vá ́ em “Tipo de Declaração” e selecione “Original”.
  6. Informe o ano de apuração da declaração (no caso 2021);
  7. Preencha as informações pertinentes ao faturamento no último ano, e informe se havia algum funcionário contratado; 
  8. Confira as informações do extrato e clique em “Transmitir”;
  9. Feito isso, agora basta gerar o recibo da declaração.

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio. Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar.

Já imaginou economizar de R$50 a R$300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio.

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Comentários estão fechados.