Veja os 7 erros a serem evitados na contabilidade da empresa

Erros relacionados a procedimentos fiscais, contábeis e tributários resultam em penalização que impactam no orçamento

Os processos contábeis movimentam inúmeras informações e demandam muitas operações burocráticas dentro das organizações. Qualquer erro pode prejudicar o planejamento estratégico da empresa. 

Ainda assim, erros contábeis são comuns no dia-a-dia das empresas. É preciso estar atento aos erros, sempre buscando evitá-los, principalmente quando estão relacionados a procedimentos fiscais, contábeis ou tributários. 

Isso porque eles preveem algum tipo de penalização que  costumam ser bem significativas e podem impactar negativamente no orçamento das empresas.

Para impedir que sua empresa tenha prejuízos, leia com atenção o texto a seguir, e evite cometer esses erros.  Boa leitura!

Principais erros contábeis

1 – Equívocos nos cálculos de impostos ou declarações

Os cálculos de impostos são complexos e exigem muita atenção, pois não permitem erros. É necessário ter cuidado ao realizar os cálculos referentes a PIS, COFINS e outros. 

Conferir as informações é fundamental para impedir esse tipo de erro. O ideal é sempre buscar trabalhar de forma antecipada para ter tempo de conferir os cálculos que estão sendo realizados.

Outro fator importante é registrar todas as transações que ocorrem  no seu caixa. Mesmo que estes valores sejam menores é preciso emitir a nota fiscal. A falta deste controle é um dos principais erros cometidos na contabilidade.

2 – Não possuir os documentos fiscais organizados

Os documentos fiscais devem permanecer sempre bem organizados e armazenados de modo que seja fácil encontrar os itens. 

Para evitar autuações devido a desorganização é indicado investir na automação dos processos, principalmente em bons softwares de gestão. Por isso, use a tecnologia a seu favor e invista em programas que possam ajudar.

3 – Não emitir notas fiscais

A emissão de notas fiscais é um assunto muito sério. Quem deixa de emiti-las não retêm impostos e não documenta as vendas de produtos e serviços da gestão.

Como consequência disso, o fisco não obtém as informações necessárias para tributar as operações financeiras. Resultado: sua empresa está na ilegalidade.

E tem mais! que não emite notas fiscais está com seus dados equivocados e com isso fará o cálculo incorreto de alíquota terá o cadastro desatualizado de clientes e não armazenará as notas fiscais.

Lembre-se: a fim de evitar qualquer problema contábil, é muito importante emitir as suas notas fiscais corretamente, pois além de permitir o pagamento de impostos, elas facilitam o trabalho da sua gestão financeira.

4 – Misturar contas pessoais com as da empresa

Infelizmente esse erro na gestão financeira é muito comum, principalmente quando o próprio empreendedor é o responsável por cuidar das finanças organizacionais.

O problema é que essa prática equivocada onera o fluxo de caixa, colocando em risco o funcionamento organizacional.

5 – Não  utilizar os relatórios para análises fiscais

Esse é um dos erros mais comuns nas empresas: não utilizar os relatórios para análises fiscais, tomando as decisões a partir de palpites ou intuições. Porém, com o uso correto das informações e dos relatórios é possível compreender melhor os dados da empresa e tomar decisões assertivas. 

6 – Estar desatualizado em relação aos termos legais

É preciso estar sempre acompanhando as novidades do mercado. As leis mudam constantemente e portanto, permanecer atualizado é importante para que as atividades contábeis sejam executadas com segurança e tranquilidade. 

É uma responsabilidade do profissional estar sempre atualizado em relação às leis contábeis, acompanhar as mudanças e aplicá-las.

7 – Não ter um bom contador

Um bom contador é essencial na rotina de uma empresa. Não pense que este só deva ser solicitado na época de declarar o Imposto de Renda. Na verdade, as funções vão muito além.

Este profissional pode indicar as melhores decisões para melhorar a performance financeira. Ele é um especialista em questões trabalhistas, tributárias e patrimoniais. Também pode ajudar a controlar o fluxo de caixa e calcular os tributos que devem ser  pagos. O contador pode ser seu braço direito no mundo dos negócios.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Comentários estão fechados.