Veja quais impostos refletem na hora de comprar seu carro novo

0

Quem pretende comprar um carro 0 km este ano se assustou com o reajuste nas tabelas de preço dos modelos mais vendidos do Brasil. 

Essa alta se resulta na desvalorização do real e no aumento de preço da matéria prima no mercado internacional, porém a principal queixa dos fabricantes são os altos impostos no país.

Muitos brasileiros não sabem, mas grande parte do valor do veículo são impostos embutidos no seu preço final, com isso o maior prejudicado é o consumidor, que paga uma grande carga tributária na hora de comprar seu carro novo.

Nesse artigo vamos te mostrar a diferença do preço final do veículo com e sem impostos.

Os números impressionam com tributos que chegam ultrapassar  40% do valor total na hora da compra, confira:

Chevrolet Onix:

Preço atual da versão de entrada: R$ 61.090

Valor sem impostos: R$ 38.773

Hb20:

Preço atual da versão de entrada: R$ 52.290

Valor sem impostos: R$ 33.188

Volkswagen Gol:

Preço atual da versão de entrada: R$ 56.190
Valor sem impostos: R$ 35.663

Agência Brasil
Agência Brasil

Fiat Argo:

Preço atual da versão de entrada: R$ 56.590
Valor sem impostos: R$ 35.917

Renault Kwid:

Preço atual da versão de entrada: R$ 39.390

Valor sem impostos: R$ 25.000

Hyundai Creta:

Preço atual da versão de entrada: R$ 78.990

Valor sem impostos: R$ 44.921

Volkswagen Nivus:

Preço atual da versão de entrada: R$ 92.440Valor sem impostos: R$ 58.671

Redução nos Impostos:

Mesmo não divulgando seu lucro sobre os produtos, as montadoras vem pedido a revisão desses impostos sobre a produção automobilística aqui no Brasil, para conseguir manter viável as fábricas no nosso país.

Os impostos que refletem no valor veículo são basicamente o Imposto sobre Produto Industrializado (IPI), Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), Programa de Integração Social (PIS) e Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (COFINS).

No caso de veículos importados acrescenta-se o imposto de importação.

Isenção dos Impostos:

Os consumidores que possuem alguma deficiência que se enquadra na lei de cotas para PCD, podem contar com isenções na hora de adquirir um carro novo.

O deficiente físico que é condutor de veículos pode ser desobrigado a pagar ICMS, IPI e IPVA.

Já os deficientes que não são motoristas têm direito a desconto no IPI. O processo para ter acesso aos descontos é longo, exige exames médicos e a entrega das documentações exigidas.