Veja quais serão os próximos benefícios liberados pelo governo

0

Diante de um cenário de pandemia, o governo federal se vê inclinado a realizar uma nova prorrogação nos pagamentos do Auxílio Emergencial. Contudo a liberação do benefício emergencial não será suficiente para combater a crise ao qual estamos vivendo.

Dentro dessa perspectiva o governo busca novas alternativas para apoiar a população bem como a economia, sem que o governo precise entrar em dívidas para isso. Logo, mediante a este cenário o governo vem preparando algumas medidas que podem beneficiar os brasileiros sem que as medidas causem impacto fiscal. E é dessas novas medidas que vamos falar agora. Acompanhe!

13º salário do INSS

Apesar de ter sido amplamente divulgado sobre sua liberação é bom dizer que algumas coisas podem mudar com relação a esse benefício. A prerrogativa agora é de que a antecipação comece apenas no mês de Abril, não mais no mês de Fevereiro como esperado.

O motivo para isto é que segundo técnicos da equipe econômica do Governo, a folha de pagamentos referentes ao mês de fevereiro que será paga, já está sendo impressa, e nesta folha não consta qualquer outro pagamento relacionado a antecipação do 13º salário do INSS.

Outro empecilho é a proposta orçamentária que ainda não foi aprovada. Ela é extremamente importante para destravar a medida. Tudo indica que o governo federal já tenha separado a quantia necessária para antecipar a parcela natalina, no entanto, espera pelo aval do Legislativo.

Logo, a indicativa é de que a liberação da primeira parcela ocorra apenas no mês de abril para os segurados do INSS.

FGTS emergencial

Outro benefício que o governo já vem dando indícios da liberação é a liberação de mais uma rodada do saque emergencial do FGTS. Vale lembrar que desde o ano passado membros do governo vem cogitando a liberação dessa medida para 2021.

O saque emergencial do FGTS permitiu que os trabalhadores pudessem realizar o saque de até um salário mínimo das contas ativas (emprego atual) e das contas inativas (empregos anteriores) do fundo. Para 2021 a expectativa é que a medida mantenha as mesmas regras, o que permitirá um saque de até R$ 1.100 para este ano.

Real,dinheiro, moeda

Novo Bolsa Família

Outra medida importante está relacionado a liberação do novo formato do Bolsa Família, a medida estava prevista para ser divulgada na última semana de janeiro mas sofreu atrasos, logo, ficou prevista para ser divulgada ainda no mês de fevereiro.

O Bolsa Família trará mudanças importantes como um novo valor médio pago pelo benefício que deverá ser superior aos R$ 200, bem como mudanças nas regras que vão incluir 300 mil famílias no programa.

Por fim, confira todas as mudanças esperadas com o reajuste do Bolsa Família que devem ser oficialmente divulgadas este mês:

  • Pagamento de um ticket médio superior a R$ 200
  • Ajuste na renda para ingressar mais 300 mil famílias
  • Situação de extrema pobreza, atualmente reconhecida quando a renda é de até R$ 89 por pessoa, subirá a cerca de R$ 92 por pessoa
  • Situação de pobreza, quando a renda é de até R$ 178 por pessoa, será alterada para aproximadamente R$ 192 por pessoa
  • Criação de três bolsas por mérito: escolar, esportivo e científico.

Auxílio Emergencial

Nesta quinta-feira, na sua live, o presidente Jair Bolsonaro confirmou que o auxílio emergencial deverá voltar em março. Segundo o blog de Ana Flor no G1, o valor deverá ser de R$ 250,00.

O Ministro Paulo Guedes é a favor o auxílio começar com R$ 250,00 e depois passe para R$ 200,00, algo parecido à média do Bolsa Família.

O ministro defende a atrelar a manutenção do auxílio a necessidade de reformas e a aprovação de uma nova Proposta de Emenda Constitucional (PEC) de Guerra. Para ele, o pagamento do benefício é impossível dentro do teto de gastos ou da regra de ouro, por isso a necessidade da PEC.