Muitas pessoas que fizeram o cadastro do Auxílio Emergencial através do aplicativo ou site, cometeram alguns erros e ainda tiveram seus pedidos recusados.

Por outro lado, a Caixa Econômica Federal passou a disponibilizar a possibilidade de ser solicitado ou contestado o resultado da análise pela Dataprev.

Erro no cadastro, como resolver?

Depois que você finalizou o cadastro no aplicativo e enviou, terá que aguardar a verificação com as bases dos dados administrativas federais e não há opção para mudar depois do envio.

Fique atento: no próprio aplicativo, você receberá a informação se a concessão foi aprovada ou negada.

Enfim, se você cometeu algum erro, e a concessão foi negada, fique sabendo que a Caixa está disponibilizando a possibilidade de se fazer uma nova solicitação ou contestação do resultado da análise efetuada pela Dataprev.

Se a resposta do seu pedido for negativa:

Depois da análise técnica, o resultado for benefício não aprovado, você poderá contestar o motivo da não aprovação ou poderá realizar uma nova solicitação.

Quando o resultado é inconclusivo:

Se a resposta que você teve foi dados inconclusivos, só terá uma caminho, fazer uma nova solicitação.

O resultado inconclusivo significa que a pessoa não recebe, logo depois o benefício, mas pode fazer um novo pedido com as informações atualizadas e corrigidas.

E você poderá fazer a correção através do aplicativo de acesso ao Auxílio Emergencial, que passou a permitir nova solicitação de análise e contestação.

Veja os motivos que levam a erros no preenchimento do cadastro:

Auxílio Emergencial

• Marcação como chefe de família sem indicação de nenhum membro
• Falta de inserção da informação de sexo
• Inserção incorreta de dados de membro da família, como CPF e data de nascimento
• Divergência de cadastramento entre membros da mesma família
• Inclusão de alguma pessoa da família com indicativo de óbito.