Sublinhado rabiscado

6 faltas que não podem ser descontadas no seu salário

Existem momentos em que o trabalhador tem o direito de se ausentar sem o risco de perder o emprego ou ser descontado no salário.

Sublinhado rabiscado

Doação de sangue

Quando o colaborador é doador de sangue, terá o direito de faltar a cada 12 meses para realizar a doação de sangue.

Sublinhado rabiscado

Falecimento na família

Quando houver morte na família será permitido que ele fique ausente do trabalho até dois dias. Já os professores podem ficar até nove dias sem lecionar.

Sublinhado rabiscado

Casamento

Nos casos onde o trabalhador for se casar, pode ser concedida uma licença de até três dias. Já os professores têm um tempo maior, nove dias.

Sublinhado rabiscado

Licenças-maternidade

O prazo é de 120 dias a partir do parto, existem situações em que será possível uma antecipação de 30 dias que já são contados, como nos casos de gravidez de risco.

Sublinhado rabiscado

O empregador pode, caso deseje, aumentar o tempo em mais 60 dias, podendo chegar a 180 dias de afastamento.

Sublinhado rabiscado

Acompanhar a esposa em exames pré-natal

Tanto o pai quanto a mãe podem faltar até um dia por ano para levar os filhos numa consulta médica. Neste caso, essa falta só é permitida para o trabalhador (a),  quando os filhos estão numa idade de zero a seis anos.

Sublinhado rabiscado

Será necessário a apresentação de atestado médico para justificar o dia da consulta. Esse atestado não pode ser de doença e sim de acompanhamento. O documento deve ser entregue ao departamento pessoal, 48 horas antes da consulta.

Sublinhado rabiscado

Alistamento militar

Será necessário a apresentação do comprovante do alistamento, nele deverá ter dia e hora do comparecimento para não haver nenhuma punição ao jovem trabalhador.