WhatsApp: Os 4 golpes mais aplicados contra os usuários em 2021

Conhecer os golpes mais aplicativos no WhatsApp é fundamental para que você não seja a próxima vítima

Sempre que a tecnologia evolui, os golpes também acabam por evoluir, e assim vivemos uma guerra onde as empresas tentam blindar sua segurança e mais os golpistas tentam desenvolver estratégias para continuar aplicando seus golpes. Contudo, quando falamos de golpes e de tecnologia uma das primeiras coisas que podem surgir a mente é o WhatsApp, afinal, constantemente vemos pessoas relatando terem caído em golpes ou quase.

Logo, pensando na sua segurança e como ter uma navegação e utilização mais segura sobre o aplicativo, vamos listar os golpes mais comuns aplicados com o WhatsApp, para que você se prevenir, além de conseguir identificar se a situação se trata ou não de um golpe.

Clonagem do WhatsApp

Esse golpe costuma ser um dos mais comuns e ocorre quando os criminosos assumem a conta de uma pessoa e aplicam golpes em cima dos contatos da vítima.

Para clonar o WhatsApp o golpista inicialmente entra em contato com o usuário por meio de uma ligação, e-mail, ou mensagem no aplicativo afirmando sobre algum erro, ou oferecendo serviços dentre outras, em seguida, o mesmo solicita que a vítima envie o código de verificação do WhatsApp que é enviado por SMS ao usuário.

Logo, assim que o usuário tem acesso a esse código ele consegue clonar o WhatsApp da vítima tendo acesso à lista completa de contatos e grupos do aplicativo. Então a dica aqui é a seguinte. NUNCA em hipótese alguma envie qualquer código de verificação solicitado por estranhos.

Aplicativo espião

Os usuários comuns do WhatsApp não sabem, mas o aplicativo pode ser clonado através de aplicativos espiões chamados spywares/stalkerwares, que permitem que uma pessoa de fora monitore as atividades do seu celular.

Através desse tipo de aplicativo é possível vigiar todo o comportamento da vítima além de ter acesso a uma série de dados pessoas, o que vale inclusive para o código de verificação do WhatsApp de modo a clonar o seu aplicativo.

Vale lembrar que para esse tipo de golpe e instalação do aplicativo é necessário acesso físico ao celular da vítima, para que o aplicativo malicioso seja instalado. Esse tipo de invasão acontece com maior frequência entre casais, pois assim, muitos podem monitorar os passos digitais da vítima.

Fake News

Devido à infinidade de links compartilhados o tempo todo entre usuários do WhatsApp, muitas vezes Fake News acabam sendo um prato cheio para que golpistas apliquem golpes contra os usuários. Afinal, as Fake News costumam ter títulos muito convidativos a entrar e por curiosidade o usuário pode entrar e cair em um golpe

Assim, caso você recebe uma informação muito impressionante, revoltante ou ainda que trouxer grandes benefícios, pesquise se essa informação é verdadeira antes de clicar. Pois, além de compartilhar as fake news, muitas vezes os links podem ser maliciosos com o objetivo único de roubar suas informações.

Phishing

O Phishing é algo que podemos dizer como mais profissional, tendo em vista que aqui, os golpistas se utilizam de marcas famosas, pessoas famosas, ou produtos muito buscados.

Nessa situação normalmente, diversas mensagens são enviadas em massa para uma infinidade de números, onde, ao receber a notificação o usuário deverá preencher um formulário e instalar algum aplicativo específico.

Assim o usuário acreditando que pode estar participando de alguma promoção ou ainda que terá acesso a brindes, na verdade, terá os seus dados roubados e seu aparelho celular e WhatsApp invadidos.

Para evitar cair nesse tipo de golpe a recomendação é só uma, não acesse nenhum link suspeito, e mesmo quando não é um link suspeito pense duas vezes antes de abrir. Verifique antes se a promoção, oferta, produto ou serviço oferecido pela mensagem que você recebeu realmente existe.

Comentários estão fechados.