Alerta geral! Golpe do Bolsa Família volta a ser praticado!

Golpistas utilizam o WhatsApp ou SMS para enviar links maliciosos e roubar dados pessoais

Compartilhe
PUBLICIDADE

Nem mesmo os cidadãos de baixa renda estão livres de serem vítimas de golpes na internet. Voltaram a acontecer muitos casos de criminosos usando de má fé e os alvos são os beneficiários do Bolsa Família. 

Se você ou alguém de sua família está inscrito no programa e recebe mensalmente o pagamento, fique atento para não ser mais uma vítima!! 

O  esquema é bastante conhecido, todavia muita gente inocente ainda cai. O intuito é roubar os dados pessoais e até mesmo o dinheiro dessas pessoas que só tem esse meio de sustento. 

Leia também: Golpes virtuais: Veja como se proteger de 8 tipos diferentes de golpes!

Como acontece o golpe

O método consiste em enviar uma mensagem via WhatsApp, SMS ou e-mail para a vítima, informando que é preciso clicar em um link para desbloquear o Bolsa Família ou ter acesso ao benefício.

Como a Operação Pente Fino implantada pelo atual Governo no Programa Bolsa Família está cortando milhões de benefícios, a vítima com medo clica neste link que é malicioso e acaba fornecendo seus dados pessoais.

Uma vez de posse dessas informações, os criminosos conseguem acessar os sites dos bancos, pedir empréstimos e quando a vítima percebe, sua conta está zerada e com um baita prejuízo.

Uma outra tática utilizada é que os golpistas solicitam quantias em dinheiro para liberar o pagamento do Bolsa Família. 

golpe hacker

Como evitar cair no golpe

As recomendações são as mesmas para todos os tipos de golpes na internet. NUNCA abra links desconhecidos ou suspeitos enviados por WhatsApp, SMS ou e-mail. JAMAIS forneça dados pessoais ou bancários por meio de formulários em sites ou links duvidosos. 

Se tiver qualquer dúvida, entre em contato com o Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) onde se inscreveu no Cadastro Único (CadÚnico) e  nos canais oficiais do programa, como o aplicativo Bolsa Família. Outra maneira é ligar para as Centrais do Ministério da Cidadania nº 121 ou na Central da Caixa Econômica pelo número 111.

Dessa forma você e sua família ficam protegidos de criminosos sem escrúpulos que tentam se apossar de dinheiro de pessoas que precisam do Programa para sobreviver.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação