Área contábil tem grandes chances de sofrer impactos do ChatGPT

Compartilhe
PUBLICIDADE

Desde que foi lançado, no final de 2022, o ChatGPT virou uma verdadeira febre nas redes, e não é para menos, considerando tudo que a tecnologia entrega. O sistema trata-se de uma inteligência artificial (IA) especializada na criação de textos gerados a partir de um comando do usuário. 

Nestes moldes, as funções atribuídas ao ChatGPT são das mais diversas, sendo a ferramenta capaz de escrever resumos, elaborar textos do zero, traduzir idiomas, fornecer recomendações diversas, corrigir códigos e até mesmo resolver equações matemáticas. Enfim, as possibilidades de uso da ferramenta parecem infinitas, basta ter criatividade e saber como realizar a pergunta ou pedido. 

Apesar de ainda estar nos seus primeiros passos, a ferramenta já é cotada como um fator transformador do mundo do trabalho. Especialistas apontam que diversas profissões estão suscetíveis aos efeitos trazidos pelo ChatGPT, sobretudo, ocupações atreladas às áreas da contabilidade, matemática, gráfico-digital e escrita/redação. Saiba mais. 

Inteligência artificial no mundo do trabalho

Previamente, é importante pontuar que os efeitos de ferramentas ligadas a Inteligência Artificial, a exemplo  o ChatGPT, até então, não substituem a força de trabalho de um profissional, entretanto, as tendências tecnológicas envolvendo IA estão cada vez mais adentrando nas práticas exercidas no mercado. 

Ao ver de muitos especialistas da área, o uso de novas tecnologias podem não extinguir muitas profissões, porém, certamente irão modificá-las, exigindo então que os profissionais se adequem às mudanças para não ficarem para trás.

Conforme Luana Moro, gestora da equipe de Inteligência Artificial do Pecege, “novas ferramentas muitas vezes surgem com ares de que vão roubar o lugar do profissional, mas não acredito nisso. Os empregos no futuro deverão, sim, ser colaborativos e a máquina fará o trabalho repetitivo, denso e volumoso”. 

A fala da especialista foi divulgada pelo portal MBA USP, ainda em maio de 2022, ou seja, em um período anterior ao lançamento do ChatGPT, ou seja, numa época recente é claro, mas que ainda não havia a análise dos impactos reais da ferramenta. 

O desenvolvedor da Mauts TI, Leonardo Reis, tranquiliza dizendo que ChatGPT não é um inimigo dos profissionais, mas sim uma ferramenta que pode ser útil. Segundo ele, é possível prever que a tecnologia pode ser de grande ajuda para profissionais que desejam crescer na profissão

“Mesmo com todas essas funções – e com as atualizações que devem melhorar significativamente a atuação – o Chat GPT ainda não pode substituir um bom profissional porque ele não tem compreensão de negócio”, informa Reis no blog abc da comunicação. 

Contabilidade está entre as áreas que mais serão impactadas pelo ChatGPT

Conforme pesquisa realizada pela  Universidade da Pensilvania, juntamente a OpenIA, empresa que deu frutos ao ChatGPT, diversas profissões terão seu modelo de atuação impactado pela ferramenta. O levantamento aponta, quais são as áreas profissionais que devem estar mais suscetíveis aos efeitos da tecnologia de geração automática de texto. 

Dentre elas, destaca-se o contador na função de  de preparador de impostos como um das profissões com a “zona de trabalho” 100% exposta aos efeitos do ChatGPT. O levantamento que analisa a realidade estadunidense, divulgada pelo Portal Dedução, não se distancia muito do contexto brasileiro.

Na área contábil, é possível prever diversas utilidades, a ferramenta pode ser utilizada para obter respostas de perguntas mais simples, em análise de dados, podendo até mesmo funcionar como um assistente virtual no atendimento ao cliente, e estes são só alguns exemplos. 

Outras profissões apontadas pela pesquisa cuja a prática tem grande suscetibilidade ao ChatGPT são: matemático, designer de interface, analista quantitativo financeiro, escritor, redator, tradutores, entre outros.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação