Você solicitou o Auxílio Emergencial e teve seu pedido negado pelo governo, fique atento, o pedido de contestação só poderá ser feito uma vez.

Se você fez a contestação e novamente o governo negou, não poderá realizar nova contestação, ficando assim impedido de receber o auxílio emergencial.

Segundo o Ministério da Cidadania:

“Caso a pessoa faça a contestação, ela não poderá fazer nova solicitação posteriormente. Importante informar que a contestação só pode ser feita uma vez”.

Se quem solicitou o auxílio e precisa fazer correções ou alterar dados no cadastro, será necessário fazer uma nova solicitação.

Atenção

O trabalhador discordando da análise e entender que a situação descrita pelo governo está errada ou se alterou, é preciso fazer uma contestação. Porém, se contestar antes de fazer uma nova solicitação, não poderá pedir o benefício depois.

As novas solicitações de análises junto a todos os requerimentos, e as contestações são analisadas a partir da atualização das bases da Dataprev.

Segundo a Dataprev, mais de 1,5 milhão de trabalhadores aguardam a validação dos dados pelo Ministério da Cidadania para terem certeza se realmente irão receber o auxílio de R$ 600.

O seu auxílio foi negado e precisa contestar, veja o que deve fazer:

auxilio emergencial
  • Acesse o aplicativo ou acesse auxilio.caixa.gov.br
  • Clique em “Acompanhe sua solicitação”
  • Informe seu CPF
  • Marque a opção “Não sou um robô” e clique em “Continuar”
  • Informe o código enviado por SMS para o celular cadastrado
  • Confira os motivos de o auxílio emergencial ter sido negado. Leia com atenção
  • Mas, você errou um dado na hora de informar, deverá clicar em “Realizar nova solicitação”.
  • Porém, seus dados estão todos corretos e mesmo assim o seu pedido foi negado, então, clique em Contestar essa informação”.